Potencialidades das visitas técnicas na docência universitária

aplicações nas disciplinas de representação da informação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/riesup.v5i0.8653104

Palavras-chave:

Docência universitária, Docência em Biblioteconomia, Ensino da representação da informação, Métodos e instrumentos pedagógicos, Visitas técnicas.

Resumo

A prática educativa realizada nas instituições de ensino superior representa uma atividade louvável, sobretudo por proporcionar, sobremaneira, a formação profissional. Embora constitua um fazer de suma importância, desafios não deixam de permear a docência universitária, o que requer a constante reformação dos métodos de ensino adotados nas salas de aula. Portanto, este texto aborda o potencial das visitas técnicas, consideradas como métodos inovadores de ensino, e os reflexos por elas promovidos quando aplicadas em disciplinas de cunho técnico-operacional, no Curso Superior de Biblioteconomia. Também apresenta fundamentos teóricos sobre docência universitária, algumas características das visitas técnicas e reflexões a respeito do ensino superior de Biblioteconomia - com foco nas disciplinas de Representação documentária. Trata-se de um estudo descritivo, de natureza qualitativa, sendo conduzido por meio de uma pesquisa participante realizada em duas disciplinas de Biblioteconomia: Representação Descritiva I e II, cuja técnica utilizada na coleta de dados foi a observação direta. A fim de fortalecer as evidências coletadas, o estudo também estabelece diálogos com a literatura, por meio de pesquisa bibliográfica. Constatou-se que as visitas técnicas funcionam como instrumentos pedagógicos que provocam a motivação e engajamento dos participantes com o aprendizado, como também promovem a identificação e a visibilidade das práticas de catalogação em acervos bibliográficos. Em síntese, as visitas muito contribuem com o lecionamento de disciplinas técnicas, como a catalogação de documentos, proporcionando a fusão entre teoria e prática; entre sala de aula e mercado de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge Santa Anna, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Gestão e Organização do Conhecimento da Universidade Federal de Minas Gerais. 

Referências

ARAÚJO, Francys Silva; LEAL, Rafaela Esteves Godinho. Wiki: docência universitária: papéis e desafios. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 2, n. 1, p. 97-107, jan./jun. 2012. Disponível em: <https://seer.ufmg.br/index.php/rdes/article/viewFile/971/738>. Acesso em: 19 fev. 2018.

ARAÚJO, Glausirée Dettman de; QUARESMA, Adilene Gonçalves. Visitas guiadas e visitas técnicas: tecnologia de aprendizagem no contexto educacional. Competência, Porto Alegre, RS, v. 7, n. 2, p. 29-51, jul./dez. 2014. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2018.

ASSUMPÇÃO, Fabrício Silva; SANTOS, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa. Representação no domínio bibliográfico: um olhar sobre os Formatos MARC 21. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 20, n. 1, p. 54-74, jan./mar. 2015. Disponível em: <http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/2054/1582>. Acesso em: 19 fev. 2018.

BADARÓ, Camila da Silva Marques et al. Realização de visita técnica na formação de acadêmicos de enfermagem: estudo descritivo. Braz. J. Nurs., v. 15, n. 1, p. 42-51, 2016. Disponível em: . Acesso em: 16 fev. 20128.

BAPTISTA, Dulce Maria. A catalogação como atividade profissional especializada e objeto de ensino universitário. Informação & Informação, Londrina, v. 11, n. 1, jan./jun. 2006. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/1700/1451>. Acesso em: 19 fev. 2018.

BARBOSA, Alice Príncipe. Novos rumos da catalogação. Rio de Janeiro: BNG/Brasilart, 1978.

CARABETTA JÚNIOR, Valter. Rever, Pensar e (Re)significar: a Importância da Reflexão sobre a Prática na Profissão Docente. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 34, n. 4, p. 580-586, 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbem/v34n4/v34n4a14.pdf>. Acesso em: 16 fev. 2018.

CASTRO, Fabiano Ferreira de; SALES, Aline Rodrigues de Souza; SIMIONATO, Ana Carolina. Recomendações teóricas e práticas para o ensino da catalogação no Brasil. Encontros Bibli: revista eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 21, n. 46, p. 19-32, mai./ago. 2016. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2016v21n46p19/31599>. Acesso em: 19 fev. 2018.

CÓDIGO DE CATALOGAÇÃO ANGLO AMERICANO (AACR2). 2. ed. São Paulo: FEBAB, 2004.

DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. 9. ed. Campinas: Autores Associados, 2011.

GARCIA, Rosineide Pereira Mubarack; SILVA, Neilton da Silva. Docência universitária integradora: saberes e práticas compartilhadas na licenciatura em Biologia da UFRB. Revista Saberes Universitários, v. 2, n.1, 2018. Disponível em: <http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:http://www.sbu.unicamp.br/seer/ojs/index.php/saberes/article/view/8225&num=1&dcr=0&strip=1&vwsrc=0>. Acesso em: 16 fev. 2018.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GONÇALVES, Cristiane Maria Barcelos; SIQUEIRA, Lizarda de Moraes Cardoso. Docência no ensino superior: identidade, prática e profissão docente. Escola Dominicana, Uberaba, 2018. Disponível em: <http://www.cnsd.com.br/artigos/828-docencia-no-ensino-superior-identidade-pratica-e-profissao-docente>. Acesso em: 16 fev. 2018.

JUNGES, Kelen dos Santos; BEHRENS, Marilda Aparecida. Prática docente no Ensino Superior: a formação pedagógica como mobilizadora de mudança. Perspectiva, Florianópolis, v. 33, n. 1, p. 285-317, jan./abr. 2015. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/viewFile/2175-795X.2014v33n1p285/31220>. Acesso em: 19 fev. 2018.

LIMA, Anselmo Pereira de. Visitas técnicas e autoconfrontações: a descoberta da atividade do professor na atividade do aluno. Veredas on-line, Juiz de Fora, v. 1, n. 1, p. 5-21, 2008. Disponível em: <http://www.ufjf.br/revistaveredas/files/2009/12/artigo11.pdf>. Acesso em: 18 fev. 2018.

LIMA, Paulo Gomes. Transversalidade e docência universitária: por uma recorrência dialética do ensinar-aprender. Educação, Santa Maria, v. 33. n. 3, set./dez. 2008. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/about/contact>. Acesso em: 16 fev. 2018.

MACHADO, Elisa Campos; HELDE, Rosangela Rocha Von; COUTO, Sabrina Dias do. Ensino da catalogação: da teoria à prática. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 3, n. 2, p.100-106, jul./dez. 2007. Disponível em: <https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/43/52>. Acesso em: 16 fev. 2018.

MARTINS, Antonio Carlos Pereira. Ensino superior no Brasil: das descobertas aos dias atuais. Acta Cirúrgica Brasileira, São Paulo, v. 17, n. 3, 2002. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-86502002000900001>. Acesso em: 16 fev. 2018.

MASETTO, Marcos. Docência universitária: repensando a aula. In: TEODORO, Antônio. Ensinar e aprender no ensino superior: por uma epistemologia pela curiosidade da formação universitária. Ed. Cortez: Mackenzie, 2003. p. 1-17.

MEY, Eliane Serrão Alves. Introdução à catalogação. Brasília: Briquet de Lemos, 1995.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: HUCITEC, 2007.

MONFREDINE, Ivanise. As possibilidades de formação de sujeitos na universidade. In: MONFREDINI, Ivanise (Org.). A Universidade como espaço de formação de sujeitos. Santos: Editora Universitária Leopoldianum, 2016. p. 7-20.

PEREIRA, Ana Maria. Inquietações sobre o ensino de catalogação. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DE CATALOGADORES, 9. Rio de Janeiro, 2013, Anais Eletrônicos, Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 2013. Disponível em: <http://www.abinia.org/catalogadores/60-206-1-PB.pdf>. Acesso em: 19 fev. 2018.

PERGAMUM. Informações gerais. 2018. Disponível em: <http://www.pergamum.pucpr.br/redepergamum/pergamum_index.php>. Acesso em: 20 fev. 2018.

RIBEIRO, Fernanda. Organização e uso da informação: conhecer bem para bem representar. RIS, Recife, v.1, n.1, p. 7-16, jul./dez. 2012. Disponível em: <https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/66267/2/fernandaribeiroorganizacao000191125.pdf>. Acesso em: 16 fev. 2018.

SEVERINO, Joaquim Antônio. Da docência no ensino superior: condições e exigências. Comunicações, Piracicaba, v. 20, n. 1, p. 43-52, jan./jun. 2013. Disponível em: <http://sites.uepg.br/prograd/wp-content/themes/PROGRAD/assetsDes/artigos/Artigo%20Severino.pdf>. Acesso em: 19 fev. 2018.

SOUZA, Carolina Balbé de Oliveira de; LOBATO, José Fernando Piva. A relação teoria e prática no ensino superior. 2012. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/63034/Ensino2012_Resumo_25947.pdf?sequence=1>. Acesso em: 19 fev. 2018.

SOUZA, Cidiléia Firmino de et al. O papel da visita técnica na educação profissional: estudo de caso no Campus Araguatins do Instituto Federal do Tocantins. In: CONGRESSO NORTE NORDESTE DE PESQUISA, 7., Palmas, Anais Eletrônicos, Instituto Federal de Tocantins, Paumas, 2012. Disponível em: <http://propi.ifto.edu.br/ocs/index.php/connepi/vii/paper/view/3806/2732>. Acesso em: 19 fev. 2018.

VEIGA, Ilma Passos. Docência universitária na educação superior. 2017. Disponível em: <https://www.unochapeco.edu.br/static/data/portal/downloads/2130.pdf>. Acesso em: 16 fev. 2018.

Publicado

2019-05-01

Como Citar

SANTA ANNA, J. Potencialidades das visitas técnicas na docência universitária: aplicações nas disciplinas de representação da informação. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 5, p. e019005, 2019. DOI: 10.20396/riesup.v5i0.8653104. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8653104. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos