A importância da Reforma de Córdoba para o contexto acadêmico latino-americano

cem anos de contribuição

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/riesup.v5i0.8653900

Palavras-chave:

Reforma de Córdoba, Movimento estudantil de Córdoba, Manifesto de Córdoba, Reforma universitária de 1918.

Resumo

O artigo apresenta os contextos social, político, econômico e educacional do movimento de Córdoba de 1918, cujo centenário se comemora em 2018. Analisa esses contextos no seu desenvolvimento histórico como bastidores da eclosão da reforma de Córdoba e publicação do documento conhecido como Manifesto Liminar, ou documento da Reforma Universitária de Córdoba. O ponto central do artigo é o de analisar a importância que o movimento teve naquele tempo e as razões da sua influência permanente nos movimentos estudantis nestas dez décadas de existência, em vários países da América Latina, tornando-se um importante legado para os estudantes e um igualmente importante chamado para a organização particular de um universidade latino-americana com olhar para suas específicas questões sociais, culturais e educacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisabete Monteiro da Aguiar Pereira, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Educação e Professora Titular da Faculdade de Educação - Universidade Estadual de Campinas.

Referências

BERNHEIM, C. T. La Reforma Universitária De Córdoba. Educación Superior y Sociedad, Caracas: UNESCO, v. 9, n 1, p. 103-127, 1998.

BIAGINI, Hugo. La reforma universitaria: Antecedentes y consecuencias. Buenos Aires: Leviatán, 2000.

BONAVENA, Pablo Augusto; CALIFA, Juan Sebastián; MILLÁN, Mariano. El movimiento estudiantil argentino: historias con presente. Buenos Aires: Cooperativas, 2007.

BORCHES, C. A 90 años de la reforma universitaria: Córdoba se redime. La Ménsula, ano 2, n. 5, 2008. Disponível em: http://www.reformadel18.unc.edu.ar/privates/La_mensula%5B5%5D.pdf. Acesso em: 24 out. 2018.

CLARK, R.B. The encyclopedia of higher education. New York: Oxford; Seoul, Toquio: Pergamon Press, 1992.

MANIFESTO DE CÓRDOBA. La Juventud Argentina de Córdoba a los hombres libres de Sudamérica (Manifesto del 21 de junio de 1918). Disponível em: MONCAYO, V. M. Permanencia, continuidad y cambio del movimiento universitário: reflexiones a propósito de la Reforma de Córdoba. In: SADER, E. GENTILI, P. ABOITES, H. La Reforma Universitaria Desafíos y perspectivas noventa años después. Buenos Aires: CLACSO, 2008.

PEREIRA, E.M.A . Universidade no contexto da América Latina: 90 anos da Reforma de Córdoba e 40 anos da Reforma Universitária Brasileira. Revista Políticas Educativas, Campinas, v.2, n. 1, p.54-75, dez. 2008.

PORTANTIERO, J. C. Estudiantes y política em América Latina: el processo de la reforma universitaria (1918-1939). México: Siglo Veitiuno,1968.

RAMÍREZ, Hernán. La Universidad de Córdoba: socialización y reproducción de la elite en el período colonial y principios del independiente. Córdoba: Ferreyra Editor, 2002.

Publicado

2019-02-16

Como Citar

PEREIRA, E. M. da A. A importância da Reforma de Córdoba para o contexto acadêmico latino-americano: cem anos de contribuição. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 5, p. e019037, 2019. DOI: 10.20396/riesup.v5i0.8653900. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8653900. Acesso em: 22 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos