Saúde dos discentes do curso de farmácia

Palavras-chave: Condições de saúde. Educação superior. Curso de Farmácia.

Resumo

Este artigo investigou a associação entre as características socioeconômicas, demográficas e acadêmicas dos discentes do curso de Farmácia da Universidade Federal de Minas Gerais e a autoavaliação de saúde. Foram utilizados dados da pesquisa Avaliação do perfil de alunos do curso de graduação em Farmácia da Universidade Federal de Minas Gerais, desenvolvida pelo Núcleo Docente Estruturante (NDE). A amostra de 273 alunos foi analisada com a técnica estatística denominada CART (Classification and Regression Tree).  Observou-se associação positiva entre as condições de saúde e os aspectos físicos e emocionais vivenciados pelos alunos e a escala de saúde. A média geral da escala de saúde foi 70,6 e o desvio-padrão, 20,13. Os fatores mais fortemente associados à escala de saúde dos discentes foram o sexo e o fato de possuir ou não trabalho com vínculo empregatício, nessa ordem de intensidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Mariano Ruas, Universidade Federal de Minas Gerais

Professora de Saúde Coletiva e Assistência Farmacêutica

Edmilson Antonio Pereira Junior, Universidade Federal de Minas Gerais

Estatístico. Bolsista pós-doutoral na Faculdade de Educação.

Referências

ALVES, João Guilherme Bezerra et al. Qualidade de vida em estudantes de Medicina no início e final do curso: avaliação pelo Whoqol-bref. Rev. bras. educ. med. Rio de Janeiro, v. 34, n. 1, p. 91-96, Mar. 2010.

BACCHI S, Licinio J. Qualitative Literature Review of the Prevalence of Depression in Medical Students Compared to Students in Non-medical Degrees. Acad Psychiatry, United States, v. 39, n. 3, p. 293-9, 2015.

BARROS, Marilisa Berti de Azevedo et al. Tendências das desigualdades sociais e demográficas na prevalência de doenças crônicas no Brasil, PNAD: 2003- 2008. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 16, n. 9, p. 3755-3768, Set. 2011.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Portaria nº 344 e suas atualizações, de 12 de maio de 1998. Aprova o Regulamento Técnico sobre substâncias e medicamentos sujeitos a controle especial. Diário Oficial da União, 31 dez. 1998.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Diário Oficial da União, 30 ago. 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução Nº 6, de 19 de outubro de 2017. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia e dá outras providências. Diário Oficial da União, 20 out. 2017.

BREIMAN, Leo et al. Classification and Regression Trees. Reprint. CRC Press, 1998. p. 20-21

CUNHA, Marco Antonio Buch et al. Transtornos psiquiátricos menores e procura por cuidados em estudantes de Medicina. Rev. bras. educ. med., Rio de Janeiro, v. 33, n. 3, p. 321-328, Set. 2009 .

FÓRUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS (FONAPRACE). Perfil socioeconômico e cultural dos estudantes de graduação das universidades federais brasileiras. Brasília: Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Nacionais de Ensino Superior (Andifes); 2011.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Sinopse Estatística da Educação Superior 2010. Brasília: Inep, 2011. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-sinopse-sinopse Acesso em: 14 ago. 2018.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Sinopse Estatística da Educação Superior 2016. Brasília: Inep, 2017. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-sinopse-sinopse. Acesso em: 14 ago. 2018.

NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE). Base de dados. Avaliação do perfil dos alunos do curso de graduação em Farmácia da Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte: Faculdade de Farmácia/UFMG, 2018.

OLIVEIRA, Nara Rejane Cruz de; PADOVANI, Ricardo Da Costa. Saúde do estudante universitário: uma questão para reflexão. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 995-996, Mar. 2014.

OLIVER, Wesley et al. Alcohol use behaviors among pharmacy students. Am J Pharm Educ. vol. 12, n. 78. 2014

SAUPE, Rosita et al .Qualidade de vida dos acadêmicos de enfermagem. Rev. Latino-Am. Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 12, n. 4, p. 636-642, Aug. 2004 .

BARALDI, Solange et al. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DEVIDA DE ESTUDANTES DE NUTRIÇÃO. Trab. educ. saúde, Rio de Janeiro, v. 13, n. 2, p. 515-531, Ago. 2015 .

SOUSA, Thiago Ferreira de; JOSE, Helma Pio Mororó; BARBOSA, Aline Rodrigues. Condutas negativas à saúde em estudantes universitários brasileiros. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 18, n. 12, p. 3563-3575, Dec. 2013.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG). Faculdade de Farmácia. Projeto Pedagógico do curso de Farmácia da UFMG. Versão V. Outubro de 2017.

VIEGAS ANDRADE, Mônica et al. Societal Preferences for EQ-5D Health States from a Brazilian Population Survey. Value in Health Regional Issues, United States, vol 2, n. 3, pp.405–412. 2016.

WERKEMA, Maria Cristina Catarino; AGUIAR, Sílvio. Planejamento e análise de experimentos: como identificar e avaliar as principais variáveis influentes em um processo. Belo Horizonte: Fundação Christiano Ottoni, Escola de Engenharia da UFMG, 1996. p. 54

WORLD HEALTH ORGANIZATION (WHO). Social Determinants of Health. Disponível em: http://www.who.int/social_determinants/en/Acesso em: ago. 2018.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (WHO). Social Determinants of Health. Disponível em: http://www.who.int/social_determinants/en/. Acesso em: ago 2018.

Publicado
2020-05-22
Como Citar
Ruas, C. M., & Pereira Junior, E. A. (2020). Saúde dos discentes do curso de farmácia. Revista Internacional De Educação Superior, 7, e021013. https://doi.org/10.20396/riesup.v7i0.8655138
Seção
Artigos