Fator institucional para a evasão na educação superior

análise da produção acadêmica no Brasil

Palavras-chave: Abandono escolar, Acesso e permanência., Políticas educacionais.

Resumo

O objetivo do artigo é analisar ou concentrar a produção de divulgação e testes de evasão no ensino superior não entre 2000 e 2018, com o objetivo de identificar a instituição institucional em que dois respondentes são responsáveis ​​por esse fenômeno no Brasil. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, classificada na literatura como estado de controle. Para procurar emprego, visite os bancos de teses e dissertações do Ibict e da Capes, selecionando 267 dissertações e 32 teses para análise. Os resultados indicam que a principal tendência de pesquisa se refere a um estudo de caso nos cursos presenciais de universidades federais e que ou instituição institucional com o objetivo de serem explorados pelas dissertações e teses brasileiras. A formulação de políticas institucionais para o controle da evasão será considerada necessária, pois serão necessárias pesquisas que analisem ou processos de institucionalização dessas ações nas IES Brasiliras.

                       

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José da Silva Santos Junior, Universidade Federal da Grande Dourados

É doutorando em Educação pela Universidade Federal da Grande Dourados. Atualmente é Técnico em Assuntos Educacionais da Universidade Federal da Grande Dourados.

         
Giselle Cristina Martins Real, Universidade Federal da Grande Dourados

Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo. É Professora associada III da Universidade Federal da Grande Dourados.

         

Referências

ADACHI, Ana Amélia Chaves Teixeira. Evasão de estudantes de cursos de graduação da USP – Ingressantes nos anos de 2002, 2003 e 2004. 2017. 294p. Tese. (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo-SP, 2017.

BAGGI, Cristiane Aparecida dos Santos. Evasão e avaliação institucional: uma discussão bibliográfica. 2010. 81 f. Dissertação. (Mestrado em Educação)-Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2010.

BAGGI, Cristiane Aparecida dos Santos; LOPES, Doraci Alves. Evasão e avaliação institucional no ensino superior: uma discussão bibliográfica. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 16, n. 2, p. 355-374, jul. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/aval/v16n2/a07v16n2.pdf . Acesso em: 10 jul. 2019.

BRASIL. Diplomação, retenção e evasão nos cursos de graduação em instituições de ensino superior públicas. Brasília: ANDIFES/ABRUEM/SESu/MEC, 1997. 152 p.

BRASIL. Decreto nº 7.234, de 19 de julho de 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil – PNAES. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7234.htm. Acesso em: 20 nov. 2018.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 20 nov. 2018.

BRASIL. Portaria Normativa nº 25, de 28 de dezembro de 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil para as instituições de educação superior públicas estaduais – PNAEST. Disponível em: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=36&data=29/12/2010. Acesso em: 20 nov. 2018.

CARVALHO, Alessandro Pires. Fatores institucionais associados à evasão na educação superior. 2017. 90 f. Dissertação. (Mestrado em Administração)-Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.

CIRANI, Claudia Brito Silva; CAMPANARIO, Milton de Abreu; SILVA, Heloisa Helena Marques da. A evolução do ensino da pós-graduação senso estrito no Brasil: análise exploratória e proposições para pesquisa. Avaliação. Campinas, v. 20, n. 1, p. 163-187, mar. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/aval/v20n1/1414-4077-aval-20-01-00163.pdf . Acesso em: 05 jul. 2019.

FIALHO, Marillia Gabriella Duarte. A evasão escolar e a gestão universitária: o caso da Universidade Federal da Paraíba. 2014. 102 f. Dissertação. (Mestrado Profissional em Gestão nas Organizações Aprendentes)- Programa de Pós-Graduação em Gestão nas Organizações Aprendentes, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2014.

GOMES, Alfredo Macedo; MORAES, Karine Numes. Educação superior no Brasil contemporâneo: transição para um sistema de massa. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 33, n. 118, p. 171-190, jan./mar. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v33n118/v33n118a11.pdf. Acesso em: 15 jul. 2019.

KIPNIS, Bernardo. A pesquisa institucional e a educação superior brasileira: um estudo de caso longitudinal da evasão. Linhas Críticas. Brasília, v. 6, n. 1, p. 109-130, jul./dez. 2000. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/2870/2574. Acesso em: 20 jul. 2019.

LIVRAMENTO, Vanessa. Evasão nos cursos presenciais de graduação da Universidade Federal de Santa Catarina. 2012. 125 f. Dissertação. (Mestrado em Administração)-Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.

MOROSINI, Marília Costa; CASARTELLI, Alam de Oliveira; SILVA, Ana Cristina Benso; SANTOS, Bettina Steren; SCHMITT, Rafael Eduardo; GESSINGER, Rosana Maria. A evasão na Educação Superior no Brasil: uma análise da produção de conhecimento nos periódicos Qualis entre 2000-2011. In: CONFERENCIA LATINOAMERICANA SOBRE EL ABANDONO EM LA EDUCACIÓN SUPERIOR, 1., 2011, Managua-Nicaragua. Anais […]. Managua: Universidad Nacional Autonoma de Nicaragua, 2011. Online.

PALÁCIO, Paula da Paz. Políticas de acesso e permanência do estudante da Universidade Federal do Ceará (UFC). 2012. 124 f. Dissertação. (Mestrado Profissional em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior)-Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012.

RAMOS, Lilian das Graças. Dois ensaios sobre aspectos recentes do ensino superior brasileiro. 2013. 108 f. Dissertação. (Mestrado em Economia do Desenvolvimento)-Programa de Pós-Graduação em Economia, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

RECKTENDVALD, Marcelo; MATTEI, Lauro; PEREIRA, Vilmar Alves. Avaliando o Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) sob a ótica das epistemologias. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 23, n. 02, p. 405-423, jul. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/aval/v23n2/1982-5765-aval-23-02-405.pdf. Acesso em: 10 jul. 2019.

ROCHA, Carlos Vasconcelos. Neoinstitucionalismo como modelo de análise para as Políticas Públicas. Porto Alegre. Civitas, v. 5, n. 1, p. 11-28, jan.-jun. 2005. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/civitas/article/viewFile/32/6998. Acesso em: 05 jul. 2019.

RODRIGUES, Sonia Maria Yassue Okido. Investigando a evasão acadêmica para subsidiar propostas de políticas públicas de acesso e permanência na UNESPAR/FECILCAM. 2012. 97 f. Dissertação. (Mestrado em Políticas Públicas)-Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas, Universidade Federal de Maringá, Maringá, 2012.

ROMANOWSKI, Joana Paulin; ENS, Romilda Teodora. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educativo, Curitiba, v. 6, n. 19, p. 37-50, set./dez. 2006. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/24176/22872. Acesso em: 14 jul. 2019.

SILVA, Argemiro Severiano. Retenção ou evasão – a grande questão social das instituições de ensino superior. 2014. 121 f. Dissertação. (Mestrado em Direito Político e Econômico)-Programa de Pós-Graduação em Direito Político e Econômico, Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2014.

SILVA, Glauco Peres. Análise de evasão o ensino superior: uma proposta de diagnóstico de seus determinantes. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 18, n. 2, p. 311-333, jul. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/aval/v18n2/04.pdf. Acesso em: 16 jul. 2019.

SILVA, Maria das Graças Martins; VELOSO, Tereza Christina Mertens Aguiar. Acesso nas políticas de educação superior: dimensões e indicadores em questão. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 18, n. 3, p. 727-747, nov. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/aval/v18n3/11.pdf. Acesso em: 20 jul. 2019.

SILVA FILHO, Roberto Leal Lobo; MONTEJUNAS, Paulo Roberto; HIPÓLITO, Oscar; LOBO, Maria Beatriz de Carvalho Melo. A evasão no Ensino Superior brasileiro. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 132, p. 641-659, set./dez. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/v37n132/a0737132.pdf. Acesso em: 18 jul. 2019.

SOUZA, Daniele Graciane. Acesso e permanência na UFPR: uma análise da política de assistência estudantil (2010-2014). 2016. 150 f. Dissertação. (Mestrado em Educação)-Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2016.

SOUZA, Thays Santos. Estudo sobre a evasão em cursos de graduação presenciais na Universidade Federal de Goiás – UFG. 2017. 214 f. Dissertação. (Mestrado Profissional em Gestão Organizacional)-Programa de Pós-Graduação em Gestão Organizacional, Universidade Federal de Goiás, Catalão, 2017.

TINTO, Vincent. Dropout from higher education: a theoretical synthesis of recent research. Review of Educational Research, Washington, v. 45, n. 1, p. 89-125, Winter, 1975. Disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.874.5361&rep=rep1&type=pdf. Acesso em: 10 jul. 2019.

TROW, Martin. Reflections on the transition from elite to mass to universal access: forms and phases of higher education in modern societies since WWII. Berkeley: University of California, 2005. Disponível em: http://repositories.cdlib.org/igs/WP2005-4. Acesso em: 27 jan. 2019.

VOOS, Jordelina Beatriz Anacleto. Políticas de permanência de estudantes na educação superior: em exame as universidades comunitárias catarinenses. 2016. 175 f. (Tese de Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2016.

VOSGERAU, Dilmeire Sant’Anna Ramos; ROMANOWSKI, Joana Paulin. Estudos de revisão: implicações conceituais e metodológicas. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 14, n. 41, p. 165-189, jan./abr. 2014. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/2317/2233. Acesso em: 05 jul. 2019.

Publicado
2019-12-27
Como Citar
Santos Junior, J. da S., & Real, G. C. M. (2019). Fator institucional para a evasão na educação superior. Revista Internacional De Educação Superior, 6, e020037. https://doi.org/10.20396/riesup.v6i0.8656028
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)