O cinquentenário da educação superior no oeste de Santa Catarina

dinâmicas e tendências (1968-2018)

Palavras-chave: Educação superior, Políticas de interiorização, Santa Catarina, Região oeste.

Resumo

O presente artigo tem como propósito analisar os processos de interiorização da educação superior em Santa Catarina. As dinâmicas da expansão serão estudadas a partir de uma região específica (o Oeste), dado o fato de ser a maior entre as seis mesorregiões, correspondendo a um quarto do território estadual, composta por 118 municípios. O estudo foi desenvolvido entre agosto de 2015 a julho de 2017. Foram utilizados procedimentos e técnicas quantitativas e qualitativas. A pesquisa bibliográfica e documental foi desenvolvida por meio de livros, artigos, teses, dissertações, relatórios e documentos. Os dados quantitativos foram obtidos na base de dados do INEP, informações do IBGE, consulta aos endereços eletrônicos das instituições de ensino superior pesquisadas e por meio de pedidos de informações via correio eletrônico. O estudo demonstra que a expansão foi impulsionada pelo setor privado. Em 2015 o segmento privado respondia por 80,9% das IES que ofertavam matrículas presenciais. 45,5% das IES que ofertavam cursos na região em 2015 eram faculdades; 33,3%, universidades e 15,2%, institutos federais. No que tange às matrículas, 72,3% se encontravam, em 2015, nas IES presencias (40.522) e 27,7%, nos polos de EAD (18.358). O bacharelado é o grau acadêmico que concentra o maior número de matrículas na região, correspondendo a 65,5% do total.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joviles Vitório Trevisol, Universidade Federal da Fronteira Sul

Pós Doutor em Sociologia (Universidade de Coimbra). Doutor em Sociologia (USP). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Fronteira Sul.

         
Sherlon Cristina De Bastiani, Universidade Federal da Fronteira Sul

Pedagoga e Psicopedagoga pela UNOESC. Mestre em Educação pela UFFS. Atualmente Coordenadora Pedagógica na rede municipal de Joaçaba.

                   

Referências

AMPESC. Associação das Mantenedoras Particulares de Ensino. Disponível em: http://www.ampesc.org.br/conteudo.php?codi=HIST. Acesso em: 01 Mar. 2016.

BRASIL. Lei 4.024. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 1961. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l4024.htm. Acesso em: 02 mai. 2018.

BRASIL. Lei 5.540. Lei da Reforma Universitária. 1968. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l5540.htm. Acesso em: 02 mai. 2018.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez, 1996.

BRASIL. Lei n. 12.029, de 15 de setembro de 2009. Dispõe sobre a criação da Universidade Federal da Fronteira Sul. Diário Oficial da União, Brasília, DF, Seção 1, p. 1, 16 set. 2009.

DE BASTIANI, Sherlon Cristina. Dinâmicas de desenvolvimento da educação superior na região Oeste de Santa Catarina (1968-2015). 2017. 119 p. (Dissertação de Mestrado) - Universidade Federal da Fronteira Sul. Chapecó, SC.

DE BASTIANI, Sherlon Aparecida; TREVISOL, Joviles Vitório. Interiorização da educação superior brasileira: uma análise da região Oeste de Santa Catarina (1968-2015). XI ANPED Sul. Reunião Científica Regional da ANPED, Curitiba, 2016.

DE MARCO, Ben Hur; TREVISOL, Joviles Vitório. O meio ambiente nos municípios de Santa Catarina. Joaçaba: Editora Unoesc, 2007.

FRANTZ, Walter. Universidade Comunitária: uma iniciativa pública não-estatal em construção. Cadernos Inijuí. Editora: Unijuí, 2004.

FREITAG, Barbara. Escola, estado e sociedade. São Paulo: Moraes, 1980.

GUMBOWSKY, Argos. O ensino superior nas universidades fundacionais municipais catarinenses: a gênese de um modelo de ensino superior comprometido com o desenvolvimento regional. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 3., 2004, Curitiba. Anais eletrônicos... Curitiba: PUCPR, 2004. Disponível em: http://www.sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe3/Documentos/Individ/Eixo3/460.pdf. Acesso em: 30 jun. 2016.

HAWERROTH, Jolmar Luis. A expansão do ensino superior nas universidades do sistema fundacional catarinense. Florianópolis: Insular, 1999.

IBGE. Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/tabela/protabl.asp?c=608&z=cd&o=5&i=P. Acesso

em: 20 abr. 2016.

IBGE. População de Santa Catarina. 2017. Disponível em: https://ww2.ibge.gov.br/home/mapa_site/mapa_site.php#populacao. Acesso em: fev. 2018.

JOAÇABA. Lei Ordinária 545. Fundação Universitária do Oeste catarinense. Câmara Municipal de Vereadores. 1968. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/a/sc/j/joacaba/lei-ordinaria/1968/54/545/lei-ordinaria-n-545-1968-institui-a-fundacao-universitaria-do-oeste-catarinense-fuoc. Acesso em: mai. 2018.

MATHIAS, Leticia. Em 50 anos de história, conheça o processo de expansão da Udesc nas regiões catarinenses. 2015. Disponível em: http://ndonline.com.br/florianopolis/noticias/257269-expansao-da-udesc-em-50-anos-de-historia.html. Acesso em: 29 jun. 2016.

MACHADO, Ana Maria Netto. Universidades comunitárias: um modelo brasileiro para interiorizar a educação superior. p. 74-92. In.: SCHMIDT, João Pedro (Org.). Instituições comunitárias: instituições públicas não estatais. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2009. 395.p.

MEC/INEP/DEAES. Educação Superior Brasileira 1991-2004. Santa Catarina. Brasília: INEP, 2006.

MEC/INEP. Censo da Educação Superior. Disponível em: www.inep.gov.br. Acesso em janeiro 2008.

MEC/INEP. Censo da Educação Superior 2016. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/censo-da-educacao-superior. Acesso em: 01 jul. 2017.

MEC/INEP. Censo da Educação Superior 2016. Principais resultados. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/documentos/2016/censo_superior_tabelas.pdf. Acesso em: 12 fev. 2018a.

MEC/INEP. Censo da Educação Superior 2016. Notas estatísticas. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/documentos/2016/notas_sobre_o_censo_da_educacao_superior_2016.pdf. Acesso em: 12 fev. 2018b.

MUNIZ, M. D. Educação superior em Santa Catarina: consolidação e expansão. 2006, 261 p. (Doutorado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

PEGORARO, Ludimar. O terceiro setor e o ensino superior no Brasil: o sistema fundacional catarinense. In.: PERONI, Vera Maria Vidal; BAZZO, Lúcia; PEGORARO, Ludimar; COSTA, Áurea de Carvalho [et al.] (org.). Dilemas da educação brasileira em tempos de globalização neoliberal: entre o público e o privado. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2006.

PEGORARO. Terceiro setor na educação superior brasileira. Campinas: Leitura Crítica, 2013.

VEDANA, Léa Maria Ferreira. A educação em Santa Catarina nos anos 60. Revista Esboços, v.5, n. 5. Jun./Dez. 1997. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/esbocos/article/view/524. Acesso em: 15 fev. 2018.

SAMPAIO, Helena. O ensino superior no Brasil: o setor privado. São Paulo: Hucitec, 2000.

SANTA CATARINA. Lei nº 2.772, de 21 de julho de 1961. Dispõe sobre o Plano de Metas do Governo Estadual sobre o quinquênio 1961/1965, institui fundos, unifica tributos, autoriza a constituição de sociedades existentes, a assinatura de convênios, cria secretaria de estado e dá outras providências. Disponível em: http://leisestaduais.com.br/sc. Acesso em: 15 fev. 2018.

SANTOS, Milton. O lugar e o cotidiano. In: SANTOS, B. de S.; MENEZES, M. P. (org). Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2010.

SAVIANI, Dermeval. História das ideias pedagógicas no Brasil. São Paulo: Autores Associados, 2007.

TREVISOL, Joviles Vitório O ensino superior público na Mesorregião Fronteira Sul: a implantação da UFFS. In: RADIN, José C.; VALENTINI, Delmir J.; ZARTH, Paulo A. História da Fronteira Sul. Porto Alegre: Letra&Vida; Chapecó: UFFS, 2015a.

TREVISOL, Joviles Vitório. A pós-graduação na Universidade Federal da Fronteira Sul: interiorização e redução de assimetrias em uma Região de fronteira. RBPG, Brasília, v. 12, n. 28, p. 505-532, ago. 2015b.

UDESC. Estudo da viabilidade técnica e financeira para instalação de curso de nível superior em Joaçaba: FUOC – Fundação Universitária do Oeste Catarinense. Joaçaba: Prefeitura Municipal de Joaçaba; Universidade para o Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina, nov. 1969.

UNOESC. Universidade do Oeste de Santa Catarina. Disponível em: http://www.unoesc.edu.br/unoesc/historico. Acesso em: 4 abr. 2016.

Publicado
2019-11-28
Como Citar
Trevisol, J. V., & Bastiani, S. C. D. (2019). O cinquentenário da educação superior no oeste de Santa Catarina. Revista Internacional De Educação Superior, 6, e020032. https://doi.org/10.20396/riesup.v6i0.8656167
Seção
Artigos