Adaptação transcultural do "Questionnarie to evaluation the quality of PBL problems" para uso no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/riesup.v9i00.8661400

Palavras-chave:

Tradução, Ensino superior, Aprendizagem

Resumo

Introdução: Os grupos tutoriais contribuem para aprendizagem ativa, na Aprendizagem Baseada em Problemas, estimulando o estudante a desenvolver raciocínio crítico-reflexivo e autonomia, direcionando-o à construção de competências necessárias a futura profissão. Para que tal construção teórica seja efetiva, os problemas, norteadores dos grupos tutoriais, devem ser avaliados adequadamente a fim de garantir sua qualidade. Objetivo: Deste modo o presente estudo objetiva-se em adaptar o Questionnarie to evaluation the quality of PBL problems para o português brasileiro. Metodologia: Estudo metodológico de adaptação transcultural. Foram seguidas as etapas: equivalência conceitual dos itens, tradução, síntese das traduções, retradução, resíntese, avaliação pelo comitê de especialista de revisão e pré-teste. O comitê foi composto por uma amostra de 7 especialistas e o pré-teste por 111 estudantes de graduação em Enfermagem.  Os dados foram analisados pelo software SPSS®, verificando-se medidas de dispersão e tendência central. A confiabilidade foi verificada por meio do alfa de Cronbach. Resultados: Foram realizadas traduções, síntese, retraduções e resíntese buscando adequar culturalmente o instrumento e preservando o conteúdo da versão original. O comitê de juízes propôs substituições por sinônimos de palavras mais usuais no ensino superior, assim como ajustes para favorecer a concordância verbal e coerência. No pré-teste s as questões foram analisadas quando a sua clareza, todas tiveram média maior que 3. O alfa de Cronbrach variou entre 0,73 a 0,89. Conclusão: O processo de adaptação transcultural seguiu todas as etapas sistematicamente baseada na literatura. Sendo assim, o Questionnarie to evaluation the quality of PBL problems encontra-se adaptado para uso no Brasil.



Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcela de Araújo Cavalcanti Maciel, Faculdade Pernambucana de Saúde

Mestre em Educação em Ciências da Saúde pela Faculdade Pernambucana de Saúde. Docente do curso de graduação em Enfermagem na Faculdade Pernambucana de Saúde. 

Luciana Marques Andreto, Faculdade Pernambucana de Saúde

Doutorado em Nutrição na Universidade Federal de Pernambuco. Docente da Faculdade Pernambucana de Saúde.

Tatiana Cristina Montenegro Ferreira, Faculdade Pernambucana de Saúde

Mestra em Educação para o Ensino na Área de Saúde pela Faculdade Pernambucana de Saúde. Docente de enfermagem da Faculdade Pernambucana de Saúde e cursa o MBA em Gestão de Negócios da Saúde. 

 

Referências

BAEHR, Marie. Distinction between assessment and evaluation. In Faculty guidebook. Lisle, IL: Pacific Crest. v.4, p.7-10, 2010.

BORGE, Marcos et al. Aprendizado Baseado em Problemas. Medicina (Ribeirão Preto online). v.47, n.3, p. 301-7, 2014. Acesso em: Maio,2010. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/86619. Acesso em: 19 abr. 2020. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v47i3p301-307

BOROCHOVICIUS, Eli; TORTELLA, Jussara. Aprendizagem Baseada em Problemas: um método de ensino-aprendizagem e suas práticas educativas. Ensaio: aval. pol. públ. Educ. v.22, n.83, p.263-94, 2014. . Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ensaio/v22n83/a02v22n83.pdf. Acesso em: 10 mar. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-40362014000200002

GÓIS, Joselice; et al. Cross-cultural adaptation of the General Comfort Questionnaire to Brazilian patients with myocardial infarction. Rev Bras Enferm. v. 71, n.6, p.2998-3005, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0557. Acesso em: 5 jan. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0557

GUILLEMIN, Francis; BOMBARDIER, Claire; BEATON, Dorcas. Cross-cultural adaptation of health-related quality of life measures: literature review and proposed guidelines. J Clin Epidemiol. v. 46, n.12p.1417-32, 1993. Disponível em: https://doi.org/10.1016/0895-4356(93)90142-N. Acesso em: 2 dez. 2019. DOI: https://doi.org/10.1016/0895-4356(93)90142-N

HUNG, Woei; MEHL, Katherine; HOLEN, Jodi. The relationships between problem design and learning process in problem-based learning environments: Two cases. The Asia Pacific Education Researcher. v.22, n.4, p. 635–645, 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1007/s40299-013-0066-0. Acesso em: 21 dez. 2019. DOI: https://doi.org/10.1007/s40299-013-0066-0

HUNG, Woei. All PBL Starts Here: The Problem. Interdisciplinary Journal of Problem-Based Learning.v.10, n.2.2016. Disponível em: https://doi.org/10.7771/1541-5015.1604. Acesso em: 20 out. 2019. DOI: https://doi.org/10.7771/1541-5015.1604

JACOBS, Alexandra; et al. Validation of a short questionnaire to assess the degree of complexity and structuredness of PBL problems. Med Educ. v. 37, n.11, p.1001-7, 2003. Disponível em: https://doi.org/10.1046/j.1365-2923.2003.01630.x. Acesso em: 3 Mar. 2020. DOI: https://doi.org/10.1046/j.1365-2923.2003.01630.x

KANIN, Carol.; HAWKINS, Jaqueline. A Protocol to Assess the Curricular Validity of Cases for PBL. Teaching and Learning in Medicine. v.9, n.3, p.215-20, 1997. Disponível em: https://doi.org/10.1080/10401339709539844 Acesso em: 7 ago. 2019. DOI: https://doi.org/10.1080/10401339709539844

MOALLEM, Mahnaz.; HUNG, Woei.; DABBAGH, Nada. Problem Design in PBL. The Wiley Handbook of Problem‐Based Learning. John Wiley & Sons, Inc. p. 249-272, 2019. Online ISBN:9781119173243. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/book/10.1002/9781119173243, Acesso em: 10 jan. 2020. DOI: https://doi.org/10.1002/9781119173243

MUNSHI, Fadi; ZAYAT, El Sayet; DOLMANS, Diana . Development and utility of a questionnaire to evaluate the quality of PBL problems. South East Asian Journal of Medical Education. v. 2, n.2, p.32-40, 2008. Disponível em: http://seajme.md.chula.ac.th/articleVol2No2/OR5_Fadi%20Munshi.pdf. Acesso em: 3 fev. 2019. DOI: https://doi.org/10.4038/seajme.v2i2.481

REGNAULT, Antoine; HERDMAN, Michael. Using quantitative methods within the Universalist model framework to explore the cross-cultural equivalence of patient- reported outcome instruments. Qual Life Res. v. 24, n.1, p.115-24. 2015. https://doi.org/10.1007/s11136-014-0722-8 Acesso em: 7 jan 2019. DOI: https://doi.org/10.1007/s11136-014-0722-8

REICHEINHEIM, Michael; MORAES, Cláudia. Operacionalização de adaptação transcultural de instrumentos de aferição usados em epidemiologia. Rev Saúde Pública. v.41, n.4, p.665- 73.2007. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102006005000035. Acesso em: 17 jan 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-89102006005000035

SOUZA, Ana Claudia de, ALEZANDRE, Neusa Maria; GUIRARDELLO, Edinês. Propriedades psicométricas na avaliação de instrumentos: avaliação da confiabilidade e da validade. Epidemiol. Serv. Saude. Brasília, v.26, n.3,p.647-657 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5123/s1679-49742017000300022. Acesso em: 17 jan 2020. DOI: https://doi.org/10.5123/S1679-49742017000300022

SOUZA, Ana Paula; MARQUES, Jair; SCOTT, Lisiane. Validação de itens para uma escala de avaliação da inteligibilidade de fala. Pró-Fono Revista de Atualização Científica. v. 22, n.3, p.325-32. 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872010000300028. Acesso em: 22 jun.2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-56872010000300028

TERWEE, Caroline et al. Quality criteria were proposed for measurement properties of health status questionnairres. J Clin Epidemiol. v.60,n.1,p.34-42.2007. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17161752/. Acesso em: 28 mai.2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclinepi.2006.03.012

Publicado

2022-09-26

Como Citar

MACIEL, M. de A. C.; ANDRETO, L. M.; FERREIRA, T. C. M. Adaptação transcultural do "Questionnarie to evaluation the quality of PBL problems" para uso no Brasil. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 9, n. 00, p. e023039, 2022. DOI: 10.20396/riesup.v9i00.8661400. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8661400. Acesso em: 3 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos