Mecanismos de apoio mediados por tecnologia

uma proposta a partir do que dizem os estudantes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/riesup.v8i00.8663771

Palavras-chave:

Educação superior, Permanência, Pedagogia da interatividade virtual, Rede de apoio, Estudante universitário

Resumo

O ano de 2020 será marcado pela pandemia do COVID-19 e pelo distanciamento social, mais que isso, será marcado por um ano em educativo complemente distinto, no qual todos os atores da educação básica a superior, tiveram que readaptar e reaprender seus processos de ensinar, aprender, de gestão e acompanhamento para manter as atividades apesar das regras de isolamento social. O presente artigo tem por objetivo apresentar propostas para mecanismos de apoio mediados pela tecnologia, a partir da voz dos estudantes da educação superior. Para tal foi realizada uma pesquisa de cunho quali-quantitativo com estudantes de educação superior do Brasil e da Colômbia, os estudantes participaram da pesquisa por meio de questionário eletrônico, sendo que, para este estudo, foi considerada a variável “Tecnologias Digitais” para análise dos resultados e propostas de mecanismos de apoio, sendo a análise realizada por meio da estatística descritiva e análise de conteúdo. Como resultados encontramos que, mesmo antes da pandemia, os estudantes já citavam os recursos das tecnologias digitais como aliada dos processos de ensinar e aprender, recursos para vivenciar e conhecer realidades de estudantes e profissionais de outros países, aumentar a interação entre docentes e estudantes, bem como facilitar processos administrativos. Nesse sentido, podemos concluir que as possibilidades oferecidas pelas tecnologias digitais, principalmente por meio da internet, podem auxiliar a docentes, gestores e instituições educativas a acompanhar os estudantes em seus processos acadêmicos neste momento e também no futuro, quando do retorno das atividades presenciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pricila Kohls-Santos, Universidade Católica de Brasília

Docente e pesquisadora permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica de Brasília. Doutorado em Educação. Pós-doutorado em Educação Superior pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Patricia Estrada Mejía, Universidade de Antioquia

Economista, psicologa, especialista en asesoria de organizaciones y magister en administracion. Integrante del Grupo Ingenieria y sociedad / Udea. Participa el proyecto Educación Superior en contextos emergentes: permanencia estudiantil y educación para la ciudadanía global - GeTIPE/UCB.

Referências

ARAUJO, Francisco Jonathan de Oliveira, LIMA, Ligia Samara Abrantes de, CIDADE, Pedro Ivo Martins, NOBRE, Camila Bezerra, & NETO, Modesto Leite Rolim. Impact Of Sars-Cov-2 And Its Reverberation In: Global Higher Education And Mental Health. Psychiatry Res, 288(112977), 2020. Disponible: https://doi.org/10.1016/j.psychres.2020.112977 Acceso en: 29 dic. 2020.

ARETIO, Lorenzo García. COVID-19 y educación a distancia digital: preconfinamiento, confinamiento y posconfinamiento. RIED. Revista Iboeroamericana de Educación a Distancia. Vol. 24, n. 1, p. 1-17, 2021. (preprint). Disponible: http://dx.doi.org/10.5944/ried.24.1.28080 Acceso en: 29 dic. 2020.

ARRUDA, Eucidio Pimenta. Educação remota emergencial: elementos para políticas públicas na educação brasileira em tempos de Covid-19. EmRede, 7(1), 257-275, 2020. Disponible: https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/621. Acceso en: 29 dic. 2020.

ASTIN, Alexander W. Assessment For Excellence: The Philosophy And Practice Of Assessment And Evaluation In Higher Education (American Council on Education Oryx Press Series on Higher Education). 1991.

ASTIN, Alexander W. et al. Assessment for excellence: The philosophy and practice of assessment and evaluation in higher education. Rowman & Littlefield Publishers, 2012.

BAIN, Ken. Lo que hacen los mejores estudiantes de universidad. Tradução de Óscar Barberá. Valencia: Universitat de València, 2014.

BARDIN, Laurence; Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2010.

COATES, Hamish. A model of online and general campus‐based student engagement. Assessment & Evaluation in Higher Education, v. 32, n. 2, p. 121-141, 2007.

COULON, Alain. O ofício de estudante: a entrada na vida universitária. Educ. Pesquisa, São Paulo, v. 43, n. 4, p.1239-1250, out./dez., 2017. Disponible: http://dx.doi.org/10.1590/S1517-9702201710167954 Acceso en: 29 dic. 2020.

CRESWELL, John W. Projeto de Pesquisa: Métodos Qualitativo, Quantitativo e Misto; Tradução Magda Lopes. – 3 Ed. – Porto Alegre: Artmed. 2010.

FLICK, Uwe. Qualidade na pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed: 2009.

MACHADO, Karen Graziela Weber; SANTOS, Pricila Kohls dos; COSTA, Camila Schwanke. As contribuições das tecnologias digitais para a internacionalização da Educação Superior em casa e a construção da cidadania global. Revista Cocar 14.29 (2020): 700-722.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de Pesquisa. 7 ed. São Paulo: Atlas S.A, 2011.

OECD. Innovating Education and Educating for Innovation: The Power of Digital Technologies and Skills, Educational Research and Innovation, OECD Publishing, Paris, 2016. Disponible: https://doi.org/10.1787/9789264265097-en. Acceso en: 29 dic. 2020.

PÉREZ GÓMEZ, Angel. I. Educação na era digital: a escola educativa. Traduzido por Marisa Guedes. Porto Alegre: Penso, 2015.

PRENSKY, Marc. From digital nativesto digital wisdom: hopefulessays for 21st Century learning. Thousand Oaks: Corwin, 2012.

ROLDÁN, Otto Granados. La educación del mañana: ¿Inercia o transformación? Madrid: Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura (OEI), 2020.

SANTOS, Boaventura de Sousa. La cruel pedagogía del virus. Ediciones AKAL, 2020a.

SANTOS, Pricila Kohls dos. Permanência na Educação Superior: desafios e perspectivas. Brasília: Cátedra UNESCO e Juventude, Educação e Sociedade, 2020b.

TINTO, Vincent. Leaving college: Rethinking the causes and cures of student attrition. University of Chicago Press, 5801 S. Ellis Avenue, Chicago, IL 60637, 1987.

TINTO, Vincent. Completing college: Rethinking institutional action. Chicago: University of Chicago Press, 2012.

TINTO, Vincent. Reflections on student persistence. Student Success, 8(2), 1-9, 2017.

TINTO, Vincent. Learning better together. Transitioning Students in Higher Education: Philosophy, Pedagogy and Practice, New York: Routledge, 2020.

VEEN, Win; VRAKKING, Bem. Homo zappiens: educando na era digital. Porto Alegre: ArtMed, 2009.

UNESCO, UIS. UNESCO Institute of Statistics. Equity in Education, 2020. Disponible: uis.unesco.org. Acceso en: 23 ago. 2020.

Publicado

2022-03-12

Como Citar

KOHLS-SANTOS, P.; MEJÍA, P. E. Mecanismos de apoio mediados por tecnologia: uma proposta a partir do que dizem os estudantes. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 9, n. 00, p. e023005, 2022. DOI: 10.20396/riesup.v8i00.8663771. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8663771. Acesso em: 2 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos