A CONSTITUIÇÃO DO ESCRITOR: OBSERVAÇÕES SOBRE A RELAÇÃO DA CRIANÇA COM SEU PRÓPRIO TEXTO

Autores

  • Maria Cecília Rafael Góes Unicamp

DOI:

https://doi.org/10.20396/cel.v29i0.8636918

Resumo

-

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

FLOWER, L. Writer-based prose: A cognitive basis for problems in writing. College English, 41, 1979: 19-37.

GERALDI, J. W. Portos de passagem. S. Paulo: Martins Fontes. 1991.

GOES, M. C. R. e SMOLKA, A. L. B. (1992). A criança e a escrita: Considerações sobre a produção de textos. Em E. S. Alencar Novas contribuições da psicologia aos processos de ensino e aprendizagem. S. Paulo: Cortez.

GÓES, M. C. R. A criança e a escrita: Explorando a dimensão reflexiva do ato de escrever. Em A.L.B. Smolka e M. C. R. Góes (Orgs.) A linguagem e o outro no espaço escolar - Vygotsky e a construção do conhecimento. Campinas: Papirus. 1993.

KRESS, G. Learning to write. Londres: Routledge & Kegan Paul. 1982. VYGOTSKY, L.S. Formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes. 1984.

VYGOTSKY, L.S. Problems of General Psycho1ogy. The Collected Works of L.S. Vygotsky- vol. 1. N. Iorque: Plenum Press. 1987.

Downloads

Publicado

2012-10-06

Como Citar

GÓES, M. C. R. A CONSTITUIÇÃO DO ESCRITOR: OBSERVAÇÕES SOBRE A RELAÇÃO DA CRIANÇA COM SEU PRÓPRIO TEXTO. Cadernos de Estudos Lingüísticos, Campinas, SP, v. 29, p. 77-84, 2012. DOI: 10.20396/cel.v29i0.8636918. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8636918. Acesso em: 30 out. 2020.