Em torno de um nome próprio de cidade sobre a produção dos sentidos de uma origem

  • Eduardo Guimarães Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Cidade. São Vicente. Enunciação. Aposto.

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar o texto da lei de 1965 que atribuiu à cidade de São Vicente, em São Paulo, o título de “Cidade Monumento da História Pátria”. Esta análise considera ao mesmo tempo a relação desta denominação com o movimento performativo do texto e o funcionamento das relações apositivas, presente “em Célula Mater da Nacionalidade” que também atribui sentido, na lei, ao nome próprio da cidade. Vê-se pela análise que este texto alinha o sentido de “São Vicente” a duas marcações temporais: “144º. Ano da Independência e 77º. Da República”. Nesta medida a fundação de São Vicente (primeira vila criada no Brasil) é posta na história do Brasil independente. Deste modo a criação da Vila de São Vicente está significada na sua relação com a nacionalidade e a Pátria, e assim se alinha na série criação de São Vicente (1532) – Independência do Brasil (1822) – Proclamação da República (1889).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Guimarães, Universidade Estadual de Campinas
Departamento de Linguística do Instituto de Estudos da Linguagem, Laboratório de Estudos Urbanos da Universidade Estadual de Campinas

Referências

ABREU, C. (1997). Capítulos de História Colonial. Rio de Janeiro: M. Orosco & C.

ALVES FILHO, I. (1999). Brasil, 500 anos em Documentos. Rio de Janeiro: Mauad.

GUIMARÃES, E. R. J. (1991). Os Sentidos da República no Brasil. Pro-Posições, 5 (Unicamp), São Paulo.

GUIMARÃES, E. R. J. (1992a). Os Sentidos de Cidadão no Império e na Repúbica no Brasil. Signo e Seña, Revista del Instituto de Linguistica. Buenos Aires.

GUIMARÃES, E. R. J. (1992b). Terra de Vera Cruz, Brasil. Revista de Cultura Vozes. São Paulo.

GUIMARÃES, E. R. J. (1995). L´autoritarisme constitutionnel au Brésil. Mots, n. 43, Paris.

GUIMARÃES, E. R. J. (1996). Os Sentidos de Cidadão no Império e na República. In: Eduardo Guimarães. (Org.). Língua e Cidadania. Campinas: Pontes.

GUIMARÃES, E. R. J. (2002). Semântica do Acontecimento. Campinas: Pontes.

GUIMARÃES, E. R. J. (2011). Análise de Texto. Procedimentos, Análises, Ensino. Campinas: RG.

ORLANDI, E. P. (2004). Cidade dos Sentidos. (1a. edição: 2004, Ed. Pontes). Campinas: Pontes.

ORLANDI, E. P. (Org.) (2001). Cidade Atravessada - Os sentidos do público no espaço urbano. Campinas: Pontes.

ORLANDI, E. P. (Org.) (2010). Discurso e Políticas Públicas Urbanas - A Fabricação do Consenso. Campinas: Editora RG.

Publicado
2011-12-26
Como Citar
Guimarães, E. (2011). Em torno de um nome próprio de cidade sobre a produção dos sentidos de uma origem. Cadernos De Estudos Lingüísticos, 53(2), 137-148. https://doi.org/10.20396/cel.v53i2.8636983
Seção
Artigos