Processos constitutivos da língua falada

Autores

  • Ataliba Teixeira Castilho Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.20396/cel.v44i0.8637072

Palavras-chave:

Linguística.

Resumo

In this text I report the activities of Ingedore Koch as Chairwoman of the workgroup “Interactive-textual organization”, part of the Grammar of Spoken Brazilian Portuguese project. She helped to build a theory on communicative competence, which provided the basis for my on going multissystemic theory of language, reported as well in this text.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ataliba Teixeira Castilho, Universidade Estadual Paulista

Professor Titular da Universidade Estadual Paulista, campus de Marília.

Referências

ABAURRE, Maria Bernadete M. & RODRIGUES, Ângela C.S. (Orgs.2002). Gramática do Português Falado, Vol. VIII: Novos esstudos descritivos. Campinas: Editora da Unicamp.

CASTILHO, Ataliba Teixeira de. (Org. 1990). Gramática do Português Falado, Vol I: A Ordem. Campinas: Editora da UNICAMP/FAPESP.

CASTILHO, Ataliba Teixeira de. (Org. 1993). Gramática do Português Falado, Vol III: As abordagens. Campinas: Editora da UNICAMP/FAPESP.

CASTILHO, Ataliba Teixeira de. (1989). Para o estudo das unidades discursivas do português falado. Em: A.T. de Castilho (Org. 1989). Português Culto Falado no Brasil. Campinas: Editora da Unicamp, pp. 249-280.

CASTILHO, Ataliba Teixeira de. (1997a). A gramaticalização, em: Estudos Lingüísticos e Literários 19 (março 1997), págs. 25-64.

CASTILHO, Ataliba Teixeira de. (1997b). Língua falada e gramaticalização. Filologia e Lingüística Portuguesa 1 (1997), págs. 107120.

CASTILHO, Ataliba Teixeira de. (1997c). Para uma sintaxe da repetição. Língua falada e gramaticalização. Língua e Literatura 23 (1997), págs. 293-332.

CASTILHO, Ataliba Teixeira de. (1998 a). Língua Falada e Ensino do Português. São Paulo: Contexto; 3a. ed., 2001.

CASTILHO, Ataliba Teixeira de. (1998 b). Langue parlée et processus grammaticaux. Em: M. Bilger; K. van den Eynde & F. Gadet (edité par) Analyses linguistiques et approches de l’ oral. Recueil d’ études offert en hommage `a Claire Blanche-Benveniste. Leuven / Paris: Peetters, pp. 141-148. Nova versão: Aspectos teóricos de la descripción de la lengua hablada. Em: Mario Bernales y Constantino Contreras (Orgs. 1998). Por los Caminos del Lenguaje. Temuco, Universidad de la Frontera, pp. 23-37).

CASTILHO, Ataliba Teixeira de. (2003). Reflexões sobre a teoria da gramaticalização. Das brasilianische Portugiesich: Perspektiven der gegenwärtigen Forschung. Münster, 17-18 Januar 2003, inédito.

CASTILHO, Ataliba Teixeira de & Margarida Basílio. (Orgs. 1996). Gramática do Português Falado, Vol IV: Estudos Descritivos. Campinas: Editora da UNICAMP/FAPESP.

FÁVERO, Leonor Lopes; ANDRADE, Maria Lúcia & AQUINO, Zilda Gaspar. (1993). Perguntas e respostas na conversação. Em: A. T. de Castilho (Org. 1993: 75-98).

FÁVERO, Leonor Lopes. (1996b). Perguntas e respostas como mecanismos de coesão e coerência no texto falado. Em: A.T. de Castilho & M. Basílio, Margarida (Orgs. 1996: 473-508).

FÁVERO, Leonor Lopes. (1996b). Estratégias de construção do texto falado: a correção. Em: M. Kato (Org. 1996: 355-366).

FRANCHI, Carlos. (1976). Hipóteses para uma Teoria Funcional da Linguagem. Campinas: Unicamp (Tese de Doutoramento, 2 vols.).

HILGERT, José Gaston. (1996). As paráfrases na construção do texto falado: o caso das paráfarases em relação paradigmática com suas matrizes. Em: I.G.V. Koch (Org. 1996: 131-148).

ILARI, Rodolfo. (Org. 1992). Gramática do Português Falado, Vol II: Níveis de análise. Campinas: Editora da UNICAMP/FAPESP.

JUBRAN, Clélia Cândida Spinardi. (1993). Inserção: um fenômeno de descontinuidade na organização tópica. Em: A.T. de Castilho (Org. 1993: 61-74).

JUBRAN, Clélia Cândida Spinardi. (1996a). Parênteses: propriedades identificadoras. Em: A. T. de Castilho & M. Basílio (Orgs. 1996: 411-422).

JUBRAN, Clélia Cândida Spinardi. (1996b). Para uma descrição textual-interativa das funções da parentitzação. Em: M. Kato (Org. 1996: 339-354).

JUBRAN, Clélia Cândida Spinardi & URBANO, Hudinílson et alii. (1992). Organização tópica da conversação. Em: R. Ilari (Org. 1992: 357-398).

KATO, Mary Aizawa. (Org. 1996). Gramática do Português Falado, Vol V: Convergências. Campinas: Editora da UNICAMP/FAPESP.

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça et alii. (1990). Aspectos do processamento do fluxo de informação no discurso oral dialogado. Em: A.T. de Castilho (Org. 1990: 143-184).

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. (Org. 1996). Gramática do Português Falado, Vol VI: Desenvolvimentos. Campinas: Editora da UNICAMP/FAPESP.

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça & SOUZA E SILVA, Maria Cecília. (1996). Atividades de composição do texto falado: a elocução formal. Em: A.T. de Castilho / M. Basílio (Orgs. 1996: 379-410).

MARCUSCHI, Luiz A. (1986). Análise da Conversação. São Paulo: Ática.

MARCUSCHI, Luiz A. (1996). A repetição na língua falada como estratégia de formulação textual. Em: I.G.V. Koch (Org. 1996: 95-130).

MARCUSCHI, Luiz Antonio & KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. (2002). Estratégias de referenciação e progressão referencial na língua falada. Em M.B.M. Abaurre & A.C.S. Rodrigues (Orgs. 2002: 3158).

MORRIS, Charles W. (1938). Foundations of the Theory of Signs. Chicago: The University of Chicago Press. Tradução para o português: Fundamentos da Teoria dos Signos. São Paulo: Livraria Eldorado Tijuca / Edusp, 1976 (tradutor: Mílton José Pinto, revisão de Isaac Nicolau Salum).

NASCIMENTO, Mílton. (1993). Gramática do português falado: articulação teórica. Texto inédito apresentado ao Centro de Lingüística da Universidade de Lisboa.

NEVES, Maria Helena de Moura. (Org. 1999). Gramática do Português Falado, vol. VII, Novos Estudos. São Paulo / Campinas: Humanitas / Editora da Unicamp.

RISSO, Mercedes Sanfelice. (1993). ‘Agora... o que eu acho é o seguinte’: um aspecto da articulação do discurso no português culto falado. Em: A.T. de Castilho (Org. 1993: 31-60).

RISSO, Mercedes Sanfelice. (1996). O articulador então. Em: A.T. de Castilho & Basílio, Margarida (Orgs. 1996: 423-452).

RISSO, Mercedes; SILVA, Giselle Machline de Oliveira & URBANO, Hudinílson. (1996). Marcadores discursivos: traços definidores. Em: I.G.V. Koch (Org. 1996: 21-94).

SACKS, Harvey; SCHEGLOFF, Emmanuel & JEFFERSON, Gail. (1974). A symplest systematics for the organization of turn-taking for conversation. Language 50: 696-735.

SOUZA E SILVA, Maria Cecília & KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. (1993). A dimensão ilocutória. Em: A. T. de Castilho (Org. 1993: 19-30).

SOUZA E SILVA, Maria Cecília. (1996). Estratégias de desaceleração do texto falado. Em: M. Kato (Org. 1996: 327-338).

SOUZA E SILVA, Maria Cecília & CRESCITELLI, Mercedes. (1996). Sem querer interromper... e não interrompendo. Em: I.G.V. Koch (Org. 1996: 149-162).

TRAVAGLIA, Luiz Carlos. (1996). Tipologia textual e a coesão/coerência no texto oral: transições tipológicas. Em: A.T. de Castilho & M. Basílio (Orgs. 1996: 453-472).

Downloads

Publicado

2011-08-24

Como Citar

CASTILHO, A. T. Processos constitutivos da língua falada. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, SP, v. 44, p. 159–168, 2011. DOI: 10.20396/cel.v44i0.8637072. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8637072. Acesso em: 3 fev. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)