Categorização e referência: uma abordagem discursiva

Autores

  • Alena Ciulla Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.20396/cel.v56i2.8641477

Palavras-chave:

Categorização. Referenciação. Anáfora.

Resumo

Neste trabalho, nosso objetivo é refletir sobre o conceito de categorização, levando em consideração uma dimensão discursiva em que aspectos cognitivos e interacionais estão em jogo. A partir desse enfoque, revisitamos também algumas estratégias de (re)categorização  anafórica sugeridas na literatura e demonstramos, a partir de exemplos, a estreita relação da categorização com o processo referencial: ao escolher uma expressão, entre todas as opções que julgar adequadas, o falante privilegia alguns aspectos em detrimento de outros, de acordo com as abstrações, generalizações e outros tipos de associações que a palavra escolhida pode suscitar, o que contribui de maneira crucial para a construção da referência. Além disso, confirmamos a noção de que os objetos do discurso são evolutivos, já que podem ser redefinidos a cada nova interação entre os falantes. Por fim, mostramos que o fenômeno da categorização não se restringe a operações meramente lexicais, mas se apóia na capacidade de inferência do interlocutor, no seu conhecimento de mundo e no conhecimento compartilhado entre os falantes. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alena Ciulla, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Pós-doutoranda, programa DOCFIX (bolsista FAPERGS/CAPES), Instituto de Letras, Departamento de Linguística

Referências

APOTHÉLOZ, D.; REICHLER-BÉGUELIN, M-J. Interpretations and functions of demonstrative NPs in indirect anaphora. Journal of Pragmatics, v. 31, n. 3, p. 363-397, mar. 1999.

CIULLA – Categorização e referência: uma abordagem discursiva. BRUNER, J. Going beyond the information given. New York: Norton. 1974.

CAVALCANTE, M.M. Referenciação: sobre coisas ditas e não ditas. Fortaleza: Edições UFC, 2011. v. 1. 192p.

CAVALCANTE, M.M. Expressões indiciais em contextos de uso: por uma caracterização dos dêiticos discursivos. 2000. 204 f. Tese de Doutorado em Lingüística – Universidade Federal de Pernambuco, Recife.

CIULLA, A. Os processos de referência e suas funções discursivas: o universo literário dos contos. 201p. Tese (Doutorado em Linguística). Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2008.

CIULLA, A. A referenciação anafórica e dêitica – com atenção especial para os dêiticos discursivos. 2002. 90 p. Dissertação de Mestrado em Lingüística - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza.

CUENCA, M.J. e HILFERTY, J. Introducción a la lingüística cognitiva. Barcelona: Editorial Ariel, 1999.

HAMPTON, J. An investigation of the nature of abstract concepts. Memory & cognition, 9, 1981, p.149-56.

JAGUARIBE, V. M. F. A recategorização no texto literário - as negociações discursivas em poemas. 2005. 75 p. Projeto de Tese de Doutorado – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza.

JOHNSON, M. The body in the mind: the bodily basis of meaning, imagination and reason. University Chicago Press, 1987.

KOCH, I. A coerência textual. Editora Contexto: São Paulo, 1989.

KOCH, I.; MARCUSCHI, L.A. Processos de referenciação na produção discursiva. Revista DELTA, 14, n° especial, 1988.

LAKOFF, G. Women, Fire, and Dangerous Things. University of Chicago Press, Chicago, 1987.

MARCUSCHI, L. A. O léxico: lista, rede ou cognição social? In: FOLTRAN, M. J (org.). Sentido e significação – em torno da obra de Rodolfo Ilari. São Paulo: Contexto, 2004, p. 263-84.

MONDADA, L.; DUBOIS, D. Construction des objets de discours et catégorisation: une approche des processus de référenciation. In: TRANEL (Travaux Neuchâtelois de Linquistique), n.23, 1995, p.273-302. Tradução para o português : Construção dos objetos do discurso e categorização: uma abordagem dos processos de referenciação. In: CAVALCANTE, M. M.; RODRIGUES, B. B.; CIULLA, A. (orgs.) Referenciação. São Paulo: Contexto, 2003, p. 17-52.

ROSCH, E. Principles of categorization. In: ROSCH, E.; LLOYD, B.B. (eds) Cognition and Categorization. New Jersey: Lawrence Erlbaum, 1978.

WITTGENSTEIN, L. Recherches philosophiques. Tradução francesa de Jacques Fauve. Paris: editions Gallimard, 1975.

Downloads

Publicado

2015-06-29

Como Citar

CIULLA, A. Categorização e referência: uma abordagem discursiva. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, SP, v. 56, n. 2, p. 247–258, 2015. DOI: 10.20396/cel.v56i2.8641477. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8641477. Acesso em: 30 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos