Da referência mostrada à referência constituída

a inserção da criança na língua e na cultura

Palavras-chave: Aquisição da linguagem, Intersubjetividade, Referência

Resumo

O presente estudo propõe-se a responder à seguinte questão: como a relação eu-tu (intersubjetividade) / ele (referência) contribui para a constituição da criança como falante de sua língua materna e participante da sociedade dessa língua? Para tanto, a partir da teorização enunciativa de Émile Benveniste sobre a referência e do deslocamento dessa teorização para o campo aquisicional operado por Silva (2009), analisam-se dados de fala de uma criança em processo de aquisição da linguagem. Os resultados da análise indicam mudanças na relação criança-linguagem vinculadas à língua, ao discurso e à própria criança enquanto falante e ouvinte de sua língua materna e participante da sociedade dessa língua, na medida em que é nas relações com o outro e com a cultura via enunciação que a criança apreende, com os signos da língua, os objetos e as situações do mundo por eles representados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giovane Fernandes Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando em Estudos da Linguagem, vinculado à linha de pesquisa "Análises Textuais, Discursivas e Enunciativas", do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Referências

BENVENISTE, Émile. A natureza dos pronomes (1956). In: ___. Problemas de Linguística Geral I. 5.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2005.

BENVENISTE, Émile. Da subjetividade na linguagem (1958). In: ___. Problemas de Linguística Geral I. 5.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2005.

BENVENISTE, Émile. As relações de tempo no verbo francês (1959). In: ___. Problemas de Linguística Geral I. 5.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2005.

BENVENISTE, Émile. Vista d’olhos sobre o desenvolvimento da linguística (1963). In: ___. Problemas de Linguística Geral I. 2.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2005.

BENVENISTE, Émile. Os níveis da análise linguística (1964). In: ___. Problemas de Linguística Geral I. 5.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2005.

BENVENISTE, Émile. A linguagem e a experiência humana (1965). In: ___. Problemas de Linguística Geral II Problemas de Linguística Geral II. 2.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2006.

BENVENISTE, Émile. A forma e o sentido na linguagem (1967). In: ___. Problemas de Linguística Geral II. 2.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2006.

BENVENISTE, Émile. Estruturalismo e linguística (1968a). In:___. Problemas de Linguística Geral II. 2.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2006.

BENVENISTE, Émile. Estrutura da língua e estrutura da sociedade (1968b). In: ___. Problemas de Linguística Geral II. 2.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2006.

BENVENISTE, Émile. O aparelho formal da enunciação (1970). In: ___. Problemas de Linguística Geral II. 2.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2006.

DEL RÉ, Alessandra; HILÁRIO, Rosângela Nogarini; RODRIGUES, Rúbens Antonio. O corpus NALíngua e as tecnologias de apoio: a constituição de um banco de dados de fala de crianças no Brasil. Artefactum – Revista de Estudos em Linguagem e Tecnologia, Rio de Janeiro, v. 13, n. 2, p. 1-16, 2016.

DIEDRICH, Marlete Sandra. Aquisição da linguagem: o aspecto vocal da enunciação na experiência da criança na linguagem. 147 f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) – Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, 2015.

HILÁRIO, Rosângela Nogarini; DEL RÉ, Alessandra. Questões metodológicas e ferramentas de pesquisa nos estudos em Aquisição da Linguagem. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 59, n. 1, p. 57-63, jan.-mar., 2015.

PLATÃO. Crátilo. In: SOUZA, Luciano Ferreira de. Platão: Crátilo – Estudo e tradução – Exemplar revisado. 200 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Programa de Pós-Graduação em Letras Clássicas, Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, 2010.

OLIVEIRA, Giovane Fernandes. O problema da referência em Émile Benveniste. No prelo.

SILVA, Carmem Luci da Costa. A criança na linguagem: enunciação e aquisição. Campinas, SP: Pontes Editores, 2009.

SILVA, Carmem Luci da Costa.; FLORES, Valdir do Nascimento. A significação e a presença da criança na linguagem. Estudos da Língua(gem), Vitória da Conquista, v. 13, n. 1, p. 133-149, jun. 2015.

SILVA, Walleska Bernardino. Da noção de referência à noção de objetos de discurso: a instituição da relação linguagem-mundo. In: SILVA, Walleska Bernardino. A referenciação em textos verbo-imagéticos. 306 f. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos) – Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia, 2014.

Publicado
2020-07-14
Como Citar
Oliveira, G. F. (2020). Da referência mostrada à referência constituída. Cadernos De Estudos Lingüísticos, 62, e020004. https://doi.org/10.20396/cel.v62i0.8655640