Banner Portal
Sobre a semântica de 'sozinho'
PDF

Palavras-chave

Comitatividade
Semântica
Pragmática

Como Citar

BASSO, Renato Miguel; RODRIGUES, Elisa Anju. Sobre a semântica de ’sozinho’: uma descrição de suas interpretações. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, SP, v. 66, n. 00, p. e024005, 2024. DOI: 10.20396/cel.v66i00.8674912. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8674912. Acesso em: 22 jul. 2024.

Dados de financiamento

Resumo

O item ‘sozinho’ do português brasileiro é mais complexo do que parece à primeira vista, e apresenta diversas interpretações diferentes, entre as quais identificamos espaço-temporal, argumental, anti-causal, emocional, comportamental, mereológica e autônoma. Nossa hipótese inicial é que 'sozinho' (e suas variações em gênero e número) é um item anti-comitativo, visto que em todas as suas interpretações há a exclusão de algum tipo de companhia, como, por exemplo, argumentos de um predicado, pessoas no espaço físico e causas de eventos. O presente trabalho também busca identificar e caracterizar todas as interpretações possíveis de ‘sozinho’, utilizando, inicialmente, como ferramenta a possibilidade de interpretação gradual, intensificação, adjuntos locativos e causativos e a combinação com outros modificadores para categorizar os diferentes tipos de ‘sozinho’. Nosso quadro teórico é a semântica e a pragmática formal e, utilizando da metodologia hipotético-dedutiva, procuraremos sempre formular conclusões falseáveis e, portanto, verificáveis, contando também com a intuição de falante nativo para a testagem das hipóteses. Como resultado esperado, teremos uma descrição detalhada de ‘sozinho’ e suas interpretações, bem como do funcionamento da anti-comitatividade no português brasileiro, o que ressalta a originalidade do presente trabalho.

https://doi.org/10.20396/cel.v66i00.8674912
PDF

Referências

BASSO, Renato; PALMIERI, Giada. ‘Alone’ semantics, but not semantics alone: on da solo/sozinho in Italian and Portuguese. II Encuentro de Lingüística Formal en México, Universidad Autónoma De Puebla, 2021.

BEAVER, David; CLARK, Brady. Sense and Sensitivity: How Focus Determines Meaning. Wiley-Blackwell. 2008.

CHAMPOLLION, Lucas; KRIFKA, Manfred. Mereology, The Cambridge Handbook of Formal Semantics, Cambridge, Cambridge University Press, 2016.

CISNEROS, Carlos; GRINSELL, Tim; GROVE, Julian; SÆBØ, Kjell; VARDOMSKAYA, Tamara; ZHANG, Anqi. “Collaborative Semantics”: “Alone” an analysis, Universidade de Chicago, 2013.

COPPOCK, Elizabeth; BEAVER, David. Principles of the Exclusive Muddle, Volume 31, Journal of Semantics, Oxford University Press, Agosto, 2014.

HOLE, Daniel. Focus on identity: the dark side of zìjǐ, The Linguistic Review, 2008.

KHALAF, Eman Ai. Remarks on the syntax and semantics of so-called comitative coordination. Linguistic Research, 2018.

MOLTMANN, Friederike. The Semantics of Together. Natural Language Semantics, vol. 12, no. 4, pg. 289–318, 2004.

SPATHAS, Giorgos. Reflexivizers and intensifiers: consequences for a theory of focus. Proceedings of Sinn und Bedeutung, [S. l.], vol. 17, p. 581–598, 2019.

STOLZ, Thomas; STROH, Cornelia; URDZE, Aina. On Comitatives and Related Categories: A Typological Study with Special Focus on the Languages of Europe, 1st Edition, De Gruyter Mouton, Brémen, Universidade de Brémen, Janeiro, 2006.

TSAI, Wei-Tien. Casuality, Comitativity, Contrastivity, and Selfhood: A View from Left Periphery and Middle Earth. Interfaces in Grammar, 2019.

TSAI, Wei-Tien. Self and Only: A Comparative Study of Reflexive Adverbials in Squiliq Atayal and Mandarin Chinese, Language and Linguistics 語言暨語言學, 2020.

VARZI, Achille. “Mereology”, The Stanford Encyclopedia of Philosophy, Spring Edition, 2019. Disponível em: https://plato.stanford.edu/archives/spr2019/entries/mereology/. Acesso em 20 de Outubro, 20

ZHANG, Ning. The syntax of English comitative constructions. Folia Linguística, Berlim, 41/1-2, 135-169, Janeiro, 2007.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2024 Cadernos de Estudos Linguísticos

Downloads

Não há dados estatísticos.