Três apontamentos e outra defesa de interdisciplinaridades ou hibridismos artísticos como modos de produção e significação no teatro contemporâneo

Autores

  • Fernando Pinheiro Villar Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.20396/conce.v4i2.8647658

Palavras-chave:

Interdisciplinaridade. Hibridismos. Teatro.

Resumo

Este artigo busca responder às indagações desta edição de Conceição/Conception sobre a pertinência de reconhecer hibridismo artístico como categoria de linguagem e como ampliador de noções e práticas de criação. O artigo revisita a tese do autor para reatualizar sua posição a favor de tal reconhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Pinheiro Villar, Universidade de Brasília

Ph.D em teatro e performance pelo Queen Mary College da University of London (2001), pós-graduado em em Direção pelo Drama Studio London (1991) e graduado em Artes Plásticas na Universidade de Brasília, onde é professor do Departamento de Artes Cênicas do Instituto de Artes da Universidade de Brasília. Autor, diretor e encenador.

Referências

ASCOTT, Roy. Arte emergente: interativa, tecnoética, e úmida. Trad. Cléria Maria Costa. In: Anais do I Encontro Internacional de Arte e Tecnologia. Brasília, Universidade de Brasília, 1999.

AUGÉ, Marc. An Anthropology for Contemporaneous Worlds. Trad. Amy Jacobs Stanford, California, Standford University Press, 1999.

BARBOSA, Ana Mae e AMARAL, Lilian. Interritorialidades: mídias, contexto, educação. São Paulo, Edições SESC SP, 2008.

BARTHES, Roland. Image-Music-Text, trans. Stephen Heath. New York, Hill and Wang, 1977.

FELDMAN, Soshana. The Literary Speech Act: Don Juan with J. L. Austin or Seduction in Two Languages. Ithaca, Cornell University Press, 1983.

FELICE, Attanazio di. Reinassance Performance: Notes on Prototypical Artistic Actions in the Age of the Platonic Princes. In: BATTCOCK, Gregory e NICKAS, Robert. The Art of Performance. New York, E. P. Duncan & Co., 1984.

GOLDBERG, RoseLee. Performance Art: From Futurism to the Present. London, Thames and Hudson, 1988.

HIGGINS, Dick. A Dialectics of Centuries. New York and Barton, Printed Editions, 1978.

KOSTELANETZ, Robert. On Innovative Performance(s): Three Decades of Recollections on Alternative Theatre. Jefferson and London, McFarland, 1994.

LISCHKA, Gerhard Johan. Performance Art/Live Art/Mediafication. Discourse. 14: 2. 1992.

ORTHOF, Geraldo. Tradição e inovação, especialização e interdisciplinaridade no ensino das artes. Brasília, Editora D., 1994.

PRONCKO, Leonard C. View from the West: a Theatre of Feast. In: BRANDON, James R. et al. The Performing Arts in Asia. Paris, UNESCO, 1971.

QUEIROZ, Fernando Antonio Pinheiro Villar de. Artistic Interdisciplinarity and La Fura dels Baus (1979-1989). Tese. Queen Mary College, University of London, 2001.

RANGACHARYA, Adya. Introduction to Bharata’s Natya-Sastra. Bombay, Popular Prakashan, 1996.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo, Editora Universidade de São Paulo, 2012.

TAKKAR, B. K.. On the Structuring of the Sanskrit Drama. Ahmedabad, Saraswati Pustak Bhandar, 1984.

VATSYAYAN, Kapila Malik. Aesthetic Theories Underlying Asian Performing Arts. In: BRANDON, James R. et al. The Performing Arts in Asia. Paris, UNESCO, 1971.

VERMA, Jatinder. The Challenge of Binglish: Analysing Multicultural Productions. In: CAMPBELL, Patrick et al. Analysing Performance: A Critical Reader. Manchester and New York, Manchester University Press, 1996.

Downloads

Publicado

2015-12-30

Como Citar

Villar, F. P. (2015). Três apontamentos e outra defesa de interdisciplinaridades ou hibridismos artísticos como modos de produção e significação no teatro contemporâneo. Conceição/Conception, 4(2), 5–19. https://doi.org/10.20396/conce.v4i2.8647658

Edição

Seção

Artigos Temáticos