Cena ao vivo contemporânea: rede de fricções entre o ator performático e fruidor coautor

Autores

  • Rita Gusmão Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.20396/conce.v4i2.8647659

Palavras-chave:

Cena. Coautoria. Fricção.

Resumo

Reflexão sobre os agentes considerados próprios à fruição, como o gosto e o espectador, buscando perceber seus papéis na pós-modernidade e relacionando-os à necessidade de fricção que a arte contemporânea sugere; o objetivo é enxergar como a cena ao vivo contemporânea tem se constituído diante das demandas pós-modernas, seja do ponto de vista do ator e suas transformações, seja do ponto de vista do estabelecimento de categorias novas de relação e de percepção da arte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita Gusmão, Universidade Federal de Minas Gerais

Atriz diretora e produtora de espetáculos e eventos artísticos culturais. Desenvolve a palhaça Colibri desde 1996. Professora Adjunta da Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Belas Artes, Curso de Graduação em Teatro, no qual participa das modalidades de Bacharelado e de Licenciatura (desde 2002). Tem trabalhos nas áreas de Teatro, Performance, Videoarte e videoinstalação.

Referências

BENHAMOU, Françoise. A Economia da Cultura. Tradução de Geraldo Gerson de Souza. Cotia/SP: Ateliê Editorial, 2007.

BOURDIEU, Pierre. A Distinção: crítica social do julgamento. Tradução: Daniela Kern; Guilherme J.F. Teixeira. São Paulo: Edusp; Porto Alegre/RS: Zouk, 2008.

BORRIAUD, Nicolas. Estética Relacional. Tradução: Denise Bottmann. São Paulo: Martins, 2009. (Coleção Todas as Artes)

CAUQUELIN, Anne. Arte Contemporânea: uma introdução. Tradução: Rejane Janowitzer. São Paulo: Martins, 2005. (Coleção Toda as Artes)

CAUQUELIN, Anne. Frequentar os Incorporais. Contribuição a uma Teoria da Artes Contemporânea. Tradução Marcos Marcionilo. São Paulo: Martins, 2008. (Coleção Todas as Artes)

CORNAGO, Oscar. Teatralidade e Ética. In: próximo ato: questões da teatralidade contemporânea. Org. Fátima Saadi e Silvana Garcia. São Paulo: Itaú Cultural, 2008.

DELEUZE, Gilles e GUATTARI, Felix. MIL PLATÔS Capitalismo e Esquizofrenia. Vol. 1. Tradução de Aurélio Guerra Neto e Célia Pinto Costa. RJ: Ed. 34. 1995. 94 p. (Coleção TRANS).

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. Tradução e organização Roberto Machado. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1986.

GADAMER, Hans-Georg. Estética y hermenêutica. Traducción de Antonio Gómez Ramos. Madrid: Editorial Tecnos (Grupo Anaya S.A.), 2001. 2a edición.

KRISTEVA, Julia. Introdução à Semanálise. Tradução: Lúcia Helena França Ferraz. São Paulo: Perspectiva, 2005. 2a edição. (Debates – 84)

PÁL PELBART, Peter. “Elementos para uma cartografia da grupalidade”, In: próximo ato: questões da teatralidade contemporânea”. Org. Fátima Saadi e Silvana Garcia. São Paulo: Itaú Cultural, 2008.

PAVIS, Patrice. A análise dos espetáculos: teatro, mímica, dança, dança-teatro, cinema. Tradução Sérgio Sálvia Coelho. 2.ed. São Paulo: Perspectiva, 2008. (Estudos; 196)

TEIXEIRA COELHO NETO, José. Moderno Pós-moderno. SP: L &PM, 1990. 2a Edição.

Downloads

Publicado

2015-12-30

Como Citar

Gusmão, R. (2015). Cena ao vivo contemporânea: rede de fricções entre o ator performático e fruidor coautor. Conceição/Conception, 4(2), 20–30. https://doi.org/10.20396/conce.v4i2.8647659

Edição

Seção

Artigos Temáticos