Processo colaborativo e a busca pela horizontalidade das relações entre as funções da cena

procedimentos, práticas e estratégias de criação

Autores

  • Marcia Berselli Universidade Federal de Santa Maria
  • Vanessa Corso Bressan Universidade Federal de Santa Maria
  • Juliana Gedoz Tieppo Universidade Federal de Santa Maria
  • Natália Perosa Soldera Université Laval

DOI:

https://doi.org/10.20396/conce.v7i2.8650145

Palavras-chave:

Processo colaborativo, Procedimentos criativos, Metodologia de criação

Resumo

No presente artigo busca-se reconhecer possibilidades de criação cênica centradas na horizontalidade das relações entre as funções da cena. Inicia-se apresentando diferenças e aproximações entre os processos colaborativos e os processos coletivos. Entendendo a criação cênica em uma abordagem artístico-pedagógica, práticas, procedimentos e estratégias de criação são apresentadas enquanto possíveis metodologias para processos que têm interesse na mobilidade das funções da cena, seus saberes, poderes e habilidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Berselli, Universidade Federal de Santa Maria

Doutora em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora do Departamento de Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Maria.

Vanessa Corso Bressan, Universidade Federal de Santa Maria

Graduação em Artes Cênicas - Qualificação de Desempenho Teatral pela Universidade Federal de Santa Maria. Bolsista de Iniciação Científica.

Juliana Gedoz Tieppo, Universidade Federal de Santa Maria

Graduanda em Artes Cênicas – Habilitação Direção Teatral na Universidade Federal de Santa Maria.

Natália Perosa Soldera, Université Laval

Doutoranda em Artes Cênicas - Université Laval

Referências

BARONE, Luciana. Processo colaborativo: origens, procedimentos e confluências interamericanas. In: CERQUEDA, S. B.; SOUZA, L. S.; RAMOS, A. N.; SANTOS, E. 20 anos de interfaces Brasil-Canadá. Organizadores: Sérgio Barbosa de Cerqueda, Lícia Soares de Souza, Ana Rosa Neves Ramos, Elmo José dos Santos. Salvador: EDUFBA: ABECAN, 2011. ISBN: 978-85-60667-97-0. Disponível em <http://www.anaisabecan2011.ufba.br/AnaisABECAN1.html>. Acesso em 19 ago. 2017.

BEAUCHAMP, Hélène; LARRUE, Jean-Marc. Les cycles Repère: entrevue avec Jacques Lessard, directeur artistique du Théâtre Repère. In: L'Annuaire théâtral: revue québécoise d’études théâtrales, Numéro 8, automne 1990, p. 131-143.

BERSELLI, Marcia. Procedimentos criativo-pedagógicos: a prática do Contato Improvisação no processo de criação do ator. Lamparina – Revista de Ensino de Teatro, Belo Horizonte, n. 07, 2016. Disponível em <https://www.eba.ufmg.br/lamparina/index.php/revista/article/view/129>. Acesso em 15 ago. 2017.

BERSELLI, Marcia; SOLDERA, Natália. Funções flutuantes e o artista multidisciplinar. In: Salão de Ensino UFRGS, 10., 2014, Porto Alegre. Anais do X Salão de Ensino UFRGS. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2014.

DUBATTI, Jorge. Cartografía Teatral: introducción al Teatro Comparado. Buenos Aires: Atuel, 2008. 224 p. ISBN: 9789871155491.

FISCHER, Stela Regina. Processo Colaborativo: experiências de companhias teatrais brasileiras nos anos 90. 2003. Dissertação (Mestrado em Artes) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2003.

NELSON, Lisa. Before your Eyes: seeds of a dance practice. Contact Quarterly Dance Journal, New York, v. 29, n. 1, p. 1-5, Winter/Spring, 2003.

WORTH, L.; POYNOR, H. Anna Halprin. London: Routledge performance pratictioners, 2004. 196 p. ISBN: 0-203-30792-5.

Publicado

2018-12-21

Como Citar

Berselli, M., Corso Bressan, V., Gedoz Tieppo, J., & Perosa Soldera, N. (2018). Processo colaborativo e a busca pela horizontalidade das relações entre as funções da cena: procedimentos, práticas e estratégias de criação. Conceição/Conception, 7(2), 90–115. https://doi.org/10.20396/conce.v7i2.8650145