Artivismo - tensões entre vida e arte

a experiência de uma performer no ritual Worecü

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conce.v10i00.8662087

Palavras-chave:

Artivismo, Performance, Ritual

Resumo

Experienciar um ritual pertencente a outra cultura proporciona pensarmos questões relacionadas à nossa própria cultura, a partir de uma espécie de ‘distanciamento’, pois ao ‘olhar’ o outro percebemos aspectos de nós mesmos. Para uma performer, vivenciar um ritual de iniciação feminina, no caso aqui, do povo indígena Tikuna: Worecü, é refletir sobre o quanto o contexto em que vivemos influência nosso fazer artístico, já que vida e arte estão entrelaçadas, pensando a partir do conceito de artivismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Benites Bordin, Universidade do Estado do Amazonas

Doutorado em Artes pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA - USP). Professora Adjunta do Curso de Teatro da Universidade do Estado do Amazonas.

Referências

ANGARITA, Abel Antonio Santos. Percepción tikuna de Naane y Naüne: territorio y cuerpo. Dissertação apresentada para a obtenção de grau de mestre em estudos Amazônicos. Linha de investigação em linguística e etnologia amazônica. Universidade Nacional de Colombia, Letícia, Amazonas, Colombia, 2013.

DE OLIVEIRA, Andressa Cantergiani Fagundes. A midiatização da dor: estratégias comunicativas e resistência política. Programa de Pós-graduação de Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2008, Dissertação (Mestrado em Comunicação e Semiótica), São Paulo.

MATAREZIO FILHO, Edson Tosta. A Festa da Moça Nova: ritual de iniciação feminina dos índios Ticuna. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de São Paulo, 2015, Tese (Doutorado em Antropologia), São Paulo.

QUILICI, Cassiano Sydow. Antonin Artaud: teatro e ritual. São Paulo: Annablume; Fapesp, 2004.

SONTAG, Susan. Diante da dor dos outros. São Paulo: Companhia das letras, 2003.

TURNER, Victor. O processo ritual: estrutura e antiestrutura. Petrópolis: Editora Vozes, 1974.

WOLF, Naomi. O mito da beleza: como as imagens de beleza são usadas contra as mulheres. Rio de Janeiro: Rocco, 1992.

Publicado

2021-05-15

Como Citar

BORDIN, V. B. . Artivismo - tensões entre vida e arte: a experiência de uma performer no ritual Worecü. Conceição/Conception, Campinas, SP, v. 10, n. 00, p. e021001, 2021. DOI: 10.20396/conce.v10i00.8662087. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conce/article/view/8662087. Acesso em: 17 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos - Temas Livres