Banner Portal
Sistema defensivo 3:3 no handebol mediante o jogo do pivô: possibilidades pedagógicas.
PDF

Palavras-chave

Pedagogia do esporte
Esportes coletivos
Handebol
Tática defensiva

Como Citar

MENEZES, Rafael Pombo; FREIRE, Vitor Daronco; BOFF, Leonardo Cordeiro. Sistema defensivo 3:3 no handebol mediante o jogo do pivô: possibilidades pedagógicas. Conexões, Campinas, SP, v. 12, n. 4, p. 69–90, 2014. DOI: 10.20396/conex.v12i4.1673. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/1673. Acesso em: 19 jun. 2024.

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi apresentar as características do sistema defensivo 3:3 diante da variabilidade do cenário técnico-tático do jogo imposta pelos pivôs adversários. Foram consideradas duas situações: os bloqueios e as circulações do pivô, ambos na segunda linha defensiva. Sendo assim, ambas as situações foram analisadas de forma a apresentar as vulnerabilidades defensivas a partir dos objetivos dos atacantes. De forma a apontar possibilidades para o processo de ensino-aprendizagem-treinamento, são descritas propostas de atividades que visam a intervenção nesse processo, baseando-se em três métodos de ensino dos esportes coletivos: o analítico-sintético, o global-funcional e o situacional. Com a variabilidade de estímulos e alternativas provenientes dessas possibilidades, o objetivo é o de aumentar o repertório de soluções para as situações-problema apresentadas.

https://doi.org/10.20396/conex.v12i4.1673
PDF

Referências

GARGANTA, J. Para uma teoria dos jogos desportivos colectivos. In: GRAÇA, A.; OLIVEIRA, J. (Org.). O ensino dos jogos desportivos. 3. ed. Porto: Universidade do Porto: Centro de Estudos dos Jogos Desportivos, 1998. p.11-26.

MENEZES, R. P. Contribuições da concepção dos fenômenos complexos para o ensino dos esportes coletivos. Motriz, Rio Claro, v.18, n.1, p. 34-41, 2012.

BAYER, C. O ensino dos desportos coletivos. Lisboa: Dinalivro, 1994.

FERNÁNDEZ ROMERO, J.J. et al. Balonmán: manual básico. Santiago: Edicións Lea, 1999.

MENEZES, R. P. Modelo de análise técnico-tática do jogo de handebol: necessidades, perspectivas e implicações de um modelo de interpretação das situações de jogo em tempo real. 2011. 303 f. Tese (Doutorado em Educação Física) - Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011.

ANTÓN GARCÍA, J. L. Balonmano: táctica grupal ofensiva, concepto, estrutura y metodología. Madrid: Gymnos Editorial, 1998.

OLIVER CORONADO, J. F.; SOSA GONZÁLEZ, P. I. La actividad física y deportiva extraescolar en los centros educativos: balonmano. Barcelona: Ministerio de Educación y Cultura: Consejo Superior de Deportes, 1996.

MATIAS, C. J. A. S.; GRECO, P. J. Cognição e ação nos jogos esportivos coletivos. Ciências & Cognição, Rio de Janeiro, v.15, n.1, p. 252-271, 2010.

GRECO, P. J. Métodos de ensino-aprendizagem-treinamento nos jogos esportivos coletivos. In: GARCIA, E.; LEMOS, K. Temas atuais VI em educação física e esportes. Belo Horizonte: Health., 2001. p. 48-72.

GUTIÉRREZ AGUILAR, O.; FÉREZ RUBIO, J. A. Cuantificación y valoración de la eficacia de los sistemas defensivos empleados en el marco situacional de igualdad numérica en los equipos de balonmano de alto nivel. Kronos, v. 8, n.14, p.113-116, 2009.

SIMÕES, A. C. Handebol defensivo: conceitos técnicos e táticos. São Paulo: Phorte, 2002.

MELENDEZ-FALKOWSKI, M. M.; ENRIQUEZ-FERNÁNDEZ, E. Los sistemas de juego defensivos. Madrid: Editorial Esteban Sanz Martinez, 1988.

DIETRICH, K.; DÜRRWÄCHTER, G.; SCHALLER, H. J. Os grandes jogos. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 2005.

MENEZES, R. P.; MARQUES, R. F. R.; NUNOMURA, M. Especialização esportiva precoce e o ensino dos jogos coletivos de invasão. Movimento, Porto Alegre, v. 20, n.1, p. 351-373, 2014.

GALATTI, L. R.; PAES, R. R. Pedagogia do esporte e a aplicação das teorias acerca dos jogos esportivos coletivos em escolas de esportes: o caso de um clube privado de Campinas-SP. Conexões, Campinas, v. 5, n. 2, p. 31-44, 2007.

GRECO, P. J. (Org.). Iniciação esportiva universal 2: metodologia da iniciação na escola e no clube. Belo Horizonte: Ed. da UFMG, 1998.

PAULA, P. F. A.; GRECO, P. J.; SOUZA, P. R. C. Tática e processos cognitivos subjacentes à tomada de decisão nos jogos esportivos coletivos. In: GARCIA, E. S.; LEMOS, K. L. M. Temas Atuais V em Educação Física e Esportes. Belo Horizonte: Health, 2000. p.11-27.

MEMMERT, D.; HARVEY, S. Identification of non-specific tactical tasks in invasion games. Physical Education and Sport Pedagogy, v.15, n. 3, p. 287-305, 2010.

MENEZES, R. P.; SOUSA, M. S. S.; BRAGA, J. W. C. Processo de ensino-aprendizagem-treinamento de handebol para a categoria mirim em instituições não-formais de ensino: concepções e metodologias. Conexões, Campinas, v. 9, n. 2, p. 49-69, 2011.

RICCI, G. S. et al. Avaliação da aprendizagem do handebol por jovens entre 11 e 14 anos a partir do método situacional. Pensar a Prática, Goiânia, v.14, n.1, p.1-18, 2011.

LAGO PEÑAS, C.; LÓPEZ GRAÑA, M. P. El proceso de iniciación deportiva en el balonmano: secuenciación de los contenidos técnico-tácticos. Asociación de Entrenadores de Balonmano. Comunicación Técnica 210, p.1-16, 2001.

O periódico Conexões: Educação Física, Esporte e Saúde utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.