Educação física e ensino médio

da regulação instituída para a construção permanente da experiência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v12i2.2166

Palavras-chave:

Educação Física escolar, Conteúdo, Esporte

Resumo

Investigou-se como as ações pedagógicas de um projeto de iniciação e fortalecimento à docência, possibilitaram transformações nas concepções/representações dos alunos em relação à disciplina, no Ensino Médio de uma escola estadual, em Cuiabá - MT. A pesquisa é qualitativo-descritiva. Fez-se a observação e descrição das aulas, antes e após as ações do projeto, e questionários (pré e pós) de avaliação dos impactos, avanços e retrocessos à luz de um referencial crítico e pós-crítico da Educação Física. Evidenciou-se que a Educação Física dessa escola se constitui com modus operandi do fazer pelo fazer, carecendo de uma maior problematização e sistematização de conteúdos/conhecimentos da cultura corporal, o que se distancia da pretensa legitimidade como componente curricular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jéssika Ribeiro da Costa Campos, Universidade Federal de Mato Grosso

Graduação em EDUCAÇÃO FISICA pela Universidade Federal de Mato Grosso, Brasil(2013).

José Tarcísio Grunennvaldt, Universidade Federal de Mato Grosso

Professor Pós-doutor em Educação Física - UFSC. Ministra as disciplinas de Estágio Supervisionado e Prática Curricular no Ensino Médio. Orientador do Programa de Pós-graduação Mestrado em Educação Física - UFMT

Marcia Cristina Rodrigues da Silva Coffani, Universidade Federal de Mato Grosso

Professora Mestre em Educação, atua nas disciplinas de TCC e Estágio no Ensino Médio. Doutoranda em Educação - IE/UFMT.

Referências

GRAMSCI, A. Os intelectuais: o princípio educativo. Jornalismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001. (Cadernos do Cárcere II).

MAGALHÃES, J. Tecendo nexos: história das instituições educativas. Bragança Paulista: Ed. Universitária São Francisco, 2004.

SOUZA, R. F. Templos de civilização: a implantação da escola primária graduada no Estado de São Paulo (1890-1910). São Paulo: Ed. da UNESP, 1998.

SOARES, C. L. et al. Metodologia de ensino de Educação Física 3. ed. São Paulo: Cortez, 1992.

KUNZ, E. Educação Física: ensino & mudanças. Ijuí: Ed. da Unijuí, 1991.

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. 6. ed. Ijuí: Ed. da Unijuí, 2004.

NEIRA, M. G.; NUNES, M. L. F. Pedagogia da cultura corporal: crítica e alternativas. São Paulo: Phorte, 2006.

GÓMEZ, A. I. P. As Funções Sociais da Escola: da Reprodução à Reconstrução Crítica do Conhecimento e da Experiência. In: SACRISTÁN, J. G.; GÓMEZ, A. I. P. Compreender e transformar o ensino. 4. ed. Porto Alegre: Artemed, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9.394/1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 12 mar. 2013.

MATO GROSSO. Secretaria de Estado da Educação. Orientações curriculares: diversidades educacionais. Cuiabá: Defanti, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Orientações curriculares para o ensino médio: linguagens, códigos e suas tecnologias. Brasília, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Ensino médio inovador. Brasília, 2009.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

LOVISOLO, H. Mulheres e esporte: processo civilizador ou (des)civilizador. SIMPÓSIO INTERNACIONAL PROCESSO CIVILIZADOR. CIVILIZAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE, 12., 2009, Recife. Anais... Recife, 2009.

SAVIANI, N. Saber escolar, currículo e didática: problemas da unidade conteúdo/transversal métodos no processo pedagógico. Campinas: Autores Associados, 1994.

NEIRA, M. G. Entrevista com Marcos Neira sobre o papel da Educação Física nas escolas. Nova Escola, São Paulo, p. 38-42, ago. 2009.

CARLAN, P. O esporte como conteúdo da educação física escolar: um estudo de caso de uma prática pedagógica. Florianópolis: 2012. 354 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.

BRACHT, V. Educação Física e aprendizagem social. 2. ed. Porto Alegre: Magister, 1997.

Downloads

Publicado

2014-07-11

Como Citar

Campos, J. R. da C., Grunennvaldt, J. T., & Coffani, M. C. R. da S. (2014). Educação física e ensino médio: da regulação instituída para a construção permanente da experiência. Conexões, 12(2), 13–36. https://doi.org/10.20396/conex.v12i2.2166

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)