O quadro das dispensas da Educação Física escolar na Rede Estadual Paulista

Palavras-chave: Educação Física escolar, Dispensas, Atestados, Componente curricular, Legislação

Resumo

Considerando que a legislação em vigor incorpora itens que permitem dispensas das aulas de Educação Física, o presente estudo teve por objetivo verificar a incidência das mesmas no Ensino Médio, em escolas da rede estadual paulista que oferecem aulas no período diurno e noturno. A metodologia do estudo baseou-se na realização de entrevistas semiestruturadas com professores, diretores e coordenadores de sete escolas. Os resultados apontam que o maior índice de dispensa ocorre nos cursos noturnos, nos quais as aulas são oferecidas fora do horário regular, o que permite concluir que este é um dos principais fatores responsáveis pelas dispensas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Moreto Impolcetto, Universidade Estadual Paulista

Licenciada em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Campus de Rio Claro - SP. Mestre em Ciências da Motricidade pela UNESP, Campus de Rio Claro - SP. Doutora em Desenvolvimento Humano e Tecnologias pela UNESP, Campus de Rio Claro – SP. Professora Assistente Doutora do Departamento de Educação Física da UNESP, Campus de Rio Claro – SP.

Osmar Moreira de Souza Junior, Universidade Federal de São Carlos

Licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Julio de mesquita Filho, UNESP, Campus de Rio Claro. Especialista em Fundamentos Sócio-Culturais da Educação Física pela UNESP de Rio Claro. Mestre em Ciências da Motricidade pela UNESP de Rio Claro. Doutor em Educação Física pela Faculdade de Educação Física da UNICAMP, de Campinas. Professor assistente do Departamento de Educação Física e Motricidade Humana da Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR.

Heitor de Andrade Rodrigues, Universidade Federal de Goiás

Licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Campus de Rio Claro - SP. Mestre em Ciências da Motricidade pela UNESP, Campus de Rio Claro - SP. Doutor em Educação Física pela UNICAMP, Campinas. Professor Assistente da Universidade Federal de Goiás, UFG, Campus Goiânia.

André Luis Ruggiero Barroso, Faculdade de Jaguariúna

Licenciado e Bacharel em Educação Físicapela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, Campinas - SP. Especialista em Ciência do Esporte pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, Campinas - SP. Especialista em Pedagogia do Esporte Escolar pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, Campinas - SP. Mestre em Ciências da Motricidade pela UNESP, Campus de Rio Claro - SP. Doutorando em Desenvolvimento Humano e Tecnologias pela UNESP, Campus de Rio Claro – SP. Docente da Faculdade de Jaguariúna e Professor da Rede Municipal de Ensino de Paulínia

André Minuzzo de Barros, Universidade Nove de Julho

Licenciado em Educação Física pela Faculdade de Educação Física de Santo André - SP. Especialista em Educação Física escolar pela Unicamp de Campinas – SP. Mestre em Ciências da Motricidade pela UNESP de Rio Claro - SP. Doutor em Desenvolvimento Humano e Tecnologias pela UNES de Rio Claro – SP. Professor do Centro Universitário Padre Anchieta e Universidade Nove de Julho.

Anoel Fernandes, Pontifícia Universidade Católica

Graduação em Educação Física pelo Centro Universitário de Votuporanga. Graduação em Pedagogia pela FAPI Especialização em Fisiologia do exercício pela UFSCAR; Especialização em Pedagogia do Esporte Escolar pela UNICAMP. Mestrado em Educação: História, Política, Sociedade pela PUC/SP (2009). Doutorando em Educação: História, Política, Sociedade pela PUC/SP

Laércio Claro Franco, Metrocamp Faculdades
Graduado em Licenciatura e Bacharelado em Educação Física pela UNICAMP (1989). Mestre em Ciências da Motricidade (Sub-área Pedagogia da Motricidade Humana) pela UNESP, Campus Rio Claro (2008). Doutor em Desenvolvimento Humano e Tecnologias na UNESP, Rio Claro. Possui Especialização em Pedagogia do Esporte Escolar (2006) na UNICAMP e em Educação: concepções e conhecimento, na São Leopoldo Mandic (2010). Atualmente é docente da Faculdade de Educação Física e Esportes da METROCAMP Faculdades, em Campinas, na graduação, além de professor efetivo da Prefeitura Municipal de Campinas
Odainton Pollon Lopes, Prefeitura Municipal de Osasco
Licenciado em Educação Física e Técnico em Desportos pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Campus de Rio Claro - SP. Licenciado em Pedagogia Plena pelo Centro Universitário da Fundação Instituto de Ensino para Osasco, UNIFIEO, Campus de Osasco - SP. Especialista em Educação Física Escolar pela UNESP, Campus de Rio Claro - SP. Técnico Esportivo da Prefeitura de Osasco e Docente da Rede Municipal de Ensino da Prefeitura de Itapevi
Augusto Barbosa Guimarães, Serviço Social do Comércio - SESC/Ribeirão Preto
Licenciado em Educação Física pela UNAERP Ribeirão Preto - SP. Especialização em Educação Fisica Escolar pelas Faculdades Integradas Claretianas de Batatais - SP. Professor do Serviço Social do Comércio - Sesc
João Ramos de Sousa Junior, Prefeitura Municipal de Jardinópolis
Graduado em Educação Física pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais. Especialista em Educação Física escolar pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais. Professor da Prefeitura Municipal de Jardinópolis – SP.
Matheus de Falco Soares de Oliveira, Secretaria Municipal de Ribeirão Preto
Licenciado em Educação Física pelo Centro Universitário Moura Lacerda. Especialista em Educação Física escolar pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais. Professor da Prefeitura Municipal de Sertãozinho - SP e da Secretaria Municipal de Ribeirão Preto – SP.
Suraya Cristina Darido, Universidade Estadual Paulista

Graduada em Educação Física pela Universidade de São Paulo, USP, São Paulo – SP. Mestre em Educação Física pela USP, São Paulo – SP. Doutora em Psicologia Escolar e Desenvolvimento Humano pela USP, São Paulo – SP. Livre docente pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Campus de Rio Claro – SP. Assistente Doutora do Departamento de Educação Física da UNESP, Campus de Rio Claro – SP.

Referências

BETTI, M. Educação Física e sociedade. São Paulo: Movimento, 1991.

CASTELLANI FILHO, L. Educação Física no Brasil: a história que não se conta. 9. ed. Campinas: Papirus, 2003.

GAMBINI, W. J. J. Motivos da desistência em aulas de Educação Física no segundo grau. 1995. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 1995.

CAUDURO, M. T. O desinteresse pela aula de Educação Física no Ensino Médio. Lecturas Educación Física y Deportes, Buenos Aires, ano 11, n. 106, 2007. Disponível em: www.efdeportes.com. Acesso em: 05 out. 2009.

DARIDO, S. C. A Educação Física na escola e o processo de formação dos não praticantes de atividade física. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 18, n. 1, p.61-80, 2004.

SOUZA JÚNIOR, O. M.; DARIDO, S. C. Dispensas das aulas de Educação Física: apontando caminhos para minimizar os efeitos da arcaica legislação. Pensar a Prática, Goiânia, v. 12, n. 2, p.1-12, maio/ago. 2009.

CASTELLANI FILHO, L. Política educacional e Educação Física. Campinas: Autores Associados, 1998.

SOUSA, E. S.; VAGO, T. M. A nova LDB: repercussões no ensino da Educação Física. Presença Pedagógica, v. 3, n. 16, p.19-29, jul./ago. 1997.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei no 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, 1996.

SILVA, E. V.; VENÂNCIO, L. Aspectos legais da Educação Física e integração à proposta pedagógica da escola. In: DARIDO, S. C.; RANGEL, I. C. A. (Coord.). Educação Física na escola: implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. p. 50-61.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Educação Física. Brasília, 1998.

SOUZA JÚNIOR, O. M.; DARIDO, S. C. As questões de Educação Física no Enem: um divisor de águas ou apenas mais um aspecto? Motriz, Rio Claro, v.17, n. 1, p. S1-S523, jan./mar. 2011.

SOARES, C. L. et al. Metodologia do ensino da Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

Publicado
2014-07-11
Como Citar
Impolcetto, F. M., Souza Junior, O. M. de, Rodrigues, H. de A., Barroso, A. L. R., Barros, A. M. de, Fernandes, A., Franco, L. C., Lopes, O. P., Guimarães, A. B., Sousa Junior, J. R. de, Oliveira, M. de F. S. de, & Darido, S. C. (2014). O quadro das dispensas da Educação Física escolar na Rede Estadual Paulista. Conexões, 12(2), 50-69. https://doi.org/10.20396/conex.v12i2.2168
Seção
Artigo Original