Banner Portal
O jogo na escola: uma análise da intenção pedagógica de professores de educação física.
PDF

Palavras-chave

Jogo. Educação Física escolar. Intenção pedagógica.

Como Citar

SILVA, Glycia Melo de Oliveira; SOUSA, Fábio Cunha de; MELO, José Leônidas de Andrade; SILVA, Pierre Normando Gomes da. O jogo na escola: uma análise da intenção pedagógica de professores de educação física. Conexões, Campinas, SP, v. 10, n. 2, p. 145–164, 2012. DOI: 10.20396/conex.v10i2.8637679. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8637679. Acesso em: 24 maio. 2024.

Resumo

Este estudo traz reflexões voltadas ao jogo como conteúdo das aulas de Educação Física Escolar por apostar positivamente no papel que esse conteúdo pode desempenhar ao ser pedagogicamente sistematizado. Acreditamos no jogo em sua função social de despertar sentidos e significados, possibilitando ao aluno conhecimentos que ampliam a consciência de si e do mundo social. No tocante, lançamos um olhar reflexivo-crítico ao espaço escolar, tentando compreender a função pedagógica que o jogo vem desempenhando nesse universo nas aulas de Educação Física. Para tal, utilizamos como procedimento de coleta a entrevista semi-estruturada, com professores do ensino fundamental I da rede pública municipal na cidade de Natal/RN. As perguntas permearam as tipologias e utilização dos jogos nas aulas; os conhecimentos que os jogos possibilitam, em termos de aprendizagem; bem como a intenção pedagógica dos professores ao trabalhar o jogo em suas aulas. Os dados coletados revelaram a intenção pedagógica dos professores ao utilizarem o jogo em suas aulas, demonstraram vislumbrar o jogo como um conteúdo que contribui decisivamente para a formação humana dos alunos, ressaltando a integração, socialização, cooperação e criatividade como elementos intrínsecos no ato de jogar.
https://doi.org/10.20396/conex.v10i2.8637679
PDF

Referências

BENJAMIM, W. Reflexões: a criança, o brinquedo, a educação. Tradução de Marcus Vinicius Mazzari, direção da coleção Fanny Abramovich. São Paulo: Summus, 1984

HUIZINGA, Johan. Homo Ludens: o jogo como elemento da cultura. Tradução João Paulo Monteiro. 5ª edição. São Paulo: Perspectiva, 2007.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do Ensino de Educação Física. - São Paulo: Cortês, 2009.

FREIRE, J.B.; SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. SP: Scipione, 2003.

LE BOUCH, Jean. O corpo na escola no século XXI: práticas corporais. SP: Phorte, 2008.

HILDEBRANDT-STRAMANN, Redner. Testes pedagógicos sobre o ensino da educação física. 2. Ed. Ijuí: UNIJUÍ, 2003.

GOMES-DA-SILVA, P.N. Jogo, cultura e pulsão: uma semiótica dos brinquedos e dos brincantes. In: VITA, I. de B. & ANDRADE, F.C.B de (organizadores). (Des)fiando a trama: a psicanálise nas teias da educação. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.

FREIRE, J.B. Da escola para a vida. In: VENÂNCIO, S. & FREIRE, J.B. (organizadores). O jogo dentro e fora da escola. Campinas, SP: Autores Associados, apoio: Faculdade de Educação Física da Unicamp, 2005. (Coleção educação física e esportes).

CAILLOIS, R. Os jogos e os homens. Lisboa: Portugal, 1990.

BROUGÉRE, G. Jogo e a Educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

BROUGÉRE, G. Brinquedo e Cultura. 7. ed. – São Paulo: Cortez, 2008.

SOUZA, N.C.; LIMA, J.M. O jogo como recurso pedagógico: um desafio na educação infantil. Motriz, Rio Claro. v.14 n.4, p.484-493, out./dez. 2008.

LAVOURA, T.N.; MACHADO, A.A. Saberes docentes acerca do jogo no contexto escolar. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte. 6(1) 57-68, 2007.

NOGUEIRA, Q.W.C. Educação Física, jogo e cultura. Cadernos de Educação. [29]: 119 - 134, julho/dezembro, Pelotas, 2007.

MINAYO, M.C.S. O desafio do conhecimento: Pesquisa qualitativa em saúde. 8ª edição. São Paulo: Hucitec Abrasco, 2004.

THOMAS, J. R., NELSON, J. K. Métodos de pesquisa em atividade física. 3ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2002.

GIL, A.C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6ª edição. São Paulo: Atlas, 2008.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa : Edições 70, 1988.

GOMES-DA-SILVA, P.N. A brincadeira de dar susto e o jogo da convivência. In: GOMES-DA-SILVA, P.N. & CAMINHA, I. de O. (Orgs.). Aprender a conviver: um enigma para a educação. João Pessoa: Ed. Universitária, UFPB, 2007.

KISHIMOTO, T. M. O Jogo e a educação infantil. São Paulo: Pioneira, 1998.

PIAGET, J. O juízo moral na criança. Trad.: Elzon Lenardon. 4ª edição. São Paulo: Summus, 1994.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Educação Física. Brasília: MEC/SEF, 1998.

O periódico Conexões: Educação Física, Esporte e Saúde utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.