Corrida de rua: análise do crescimento do número de provas e de praticantes

Autores

  • José Vitor Vieira Salgado Universidade Estadual de Campinas
  • Mara Patraicia Traina Chacon Mikail Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v4i1.8637965

Palavras-chave:

Corrida de rua. Corridas. Treinamento desportivo. Educação física. Pedestrianismo.

Resumo

Na última década ocorreu um crescimento na prática da corrida de rua, originado por interesses diversos, como: promoção à saúde, estética, integração social, fuga do estresse e busca de atividades prazerosas ou competitivas. O que se tornou um atrativo, visto que isso se associa ao grande número de provas com diferentes premiações, patrocínios, prestígio social, e evidência. A proposta do presente estudo foi analisar a evolução e levantar algumas implicações, do crescimento do número de provas e de praticantes do pedestrianismo no Estado de São Paulo. Após a coleta de dados em arquivos e sites especializados dos organizadores oficiais de provas de pedestrianismo, realizou-se análise quantitativa descritiva. Acreditamos que essa evolução numérica das provas e dos praticantes deve ser considerada como um fenômeno atual, e obter uma atenção especial dentre profissionais da área de Educação Física e Saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Vitor Vieira Salgado, Universidade Estadual de Campinas

Faculdade de Educação Física/Unicamp.

Mara Patraicia Traina Chacon Mikail, Universidade Estadual de Campinas

Faculdade de Educação Física/Unicamp

Downloads

Publicado

2007-11-06

Como Citar

Salgado, J. V. V., & Mikail, M. P. T. C. (2007). Corrida de rua: análise do crescimento do número de provas e de praticantes. Conexões, 4(1), 90–98. https://doi.org/10.20396/conex.v4i1.8637965

Edição

Seção

Artigos