Uso de suplementação alimentar na musculação

revisão integrativa da literatura brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v16i2.8648126

Palavras-chave:

Treinamento de Resistência, Suplementos Nutricionais, Academias de Ginástica, Técnicas de Exercício e de Movimento

Resumo

O presente trabalho objetivou analisar a literatura cientifica brasileira acerca do uso dos suplementos alimentares em relação aos praticantes de musculação. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, com busca realizada na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), no mês de novembro de 2016, utilizando os termos “musculação” e “suplemento”. Inicialmente surgiram 244 estudos, dentre os quais somente seis foram tidos como relevantes para compor o estudo. Os resultados apontam pesquisa quantitativa como preferência no delineamento metodológico dos estudos, bem como as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país como cenário geográfico. Sugerem a prevalência do uso dos suplementos alimentares com o objetivo principal para o ganho de massa muscular e força, e, desse modo, a maior procura vem em relação às proteínas e aminoácidos, tendo o público masculino como prioritário, com uma preocupação com a estética. Além disso, alertam a influência da mídia, principalmente em relação ao destaque da imagem do “corpo perfeito”, que colabora com a ingestão desnecessária. Dessa forma, os resultados mostram que o uso da suplementação alimentar para os praticantes de musculação é prioritariamente para fins estéticos, com objetivos de ganho de massa muscular ou perda de gordura corporal. Assim, conclui-se que a utilização dos suplementos alimentares cresce cada vez mais, com destaque para os que contém como base, os aminoácidos e as proteínas, tendo como principais consumidores os homens, para fins estéticos e hipertrofia muscular. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jefferson de Oliveira Carvalho, Universidade Estadual do Ceará

Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física.

Bérgson Nogueira de Oliveira, Universidade Regional do Cariri

Possui título de graduação em Educação Física pela Universidade Regional do Cariri - URCA. Unidade Descentralizada de Iguatu - UDI. Especialização em andamento com ênfase em Saúde da Família pela Faculdade São Francisco da Paraíba - FASP. Foi monitor voluntário do projeto de extensão "Esporte e cidadania: Interface entre o basquete e a comunidade acadêmica e geral" do curso de Educação Física da Universidade Regional do Cariri. Atua como presidente voluntário na Associação Cultural e Esportiva de Basquete Iguatu - ACEBI.

André Accioly Nogueira Machado, Universidade Estadual do Ceará

Graduado em Educação Física pela Universidade de Fortaleza em 2004, tendo atualmente em concluído o curso de Doutorado em Ciências - Fisiologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Possui experiência na área de atividade física, com ênfase em Fisiologia do Exercício, pesquisando atualmente temas como avaliação física, treinamento físico em modelos experimentais e biologia molecular. 

Eduardo Pinto Machado, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009) e Mestrado em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS. Atualmente é Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano. É Técnico em Assuntos Educacionais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenador do Núcleo Acadêmico da Gerência Administrativa da ESEFID UFRGS. Tem experiência nas seguintes áreas: enhancement corporal; docência na Educação Física Escolar; currículo do Ensino Superior; formação inicial em Educação Física. Linha de Pesquisa: Representações Sociais do Movimento Humano; Formação em Educação Física.

Braulio Nogueira de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui título de licenciatura plena em Educação Física pela Universidade Estadual do Ceará. Especialização em Saúde do Idoso pela Universidade Estadual do Ceará. Especialização em caráter de Residência Multiprofissional em Saúde da Família - EFSFVS. Mestrado acadêmico em Saúde Coletiva pelo Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (PPSAC-UECE). Atualmente integra o grupo Políticas de Formação em Educação Física e Saúde (POLIFES - https://www.ufrgs.br/polifes/); o Grupo de Estudo Independente Michel Foucault (Interinstitucional), o Laboratório de Seguridade Social e Serviço Social (LASSOSS/UECE) e a comissão científica do GTT Atividade Física e Saúde do CBCE.

Referências

ALVES, Crésio; LIMA, Renata Villas Boas. Dietary supplement use by adolescentes. Jornal de Pediatria: Rio de Janeiro, v. 85, n. 4, p. 287-294, ago. 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572009000400004.

ANGELI, G et al. Investigação dos efeitos da suplementação oral de arginina no aumento de força e massa muscular. Revista Brasileira de Medicina do Esporte: São Paulo, v. 13, n. 2, p. 129-132, mar./abr. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-86922007000200012&script=sci_abstract&tlng=pt.

BEZERRA, Hudson Pablo de Oliveira. Corpo e Saúde: Reflexões sobre o quadro “medida certa”. 2012. f. 206. Dissertação (Mestrado em Educação Física)-Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.

CARVALHO, Ana Paula Perillo Ferreira; MOLINA, Guilherme Eckhardt; FONTANA, Keila Elizabeth. Suplementação com Creatina associada ao treinamento resistido não altera as funções renal e hepática. Revista Brasileira de Medicina do Esporte: São Paulo, v. 17, n.4, p. 237-241, jul./ago. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922011000400004.

DANTAS, Estelio Henrique Martin. A pratica da preparação física. 6. ed., São Paulo: Roca, 2014.

FERREIRA, Alan de Carvalho Dias Ferreira et al. Musculação: aspectos fisiológicos, neurais, metodológicos e Nutricionais. In: ENCONTRO DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA, 11, Universidade Federal da Paraíba, 2008. Disponível em: http://www.nutricaoemfoco.com.br/NetManager/documentos/musculacao_aspectosfisiologicos_neurais_metodologicos_e_nutricionais.pdf.

FETT, Carlos. Ciência da Suplementação Alimentar. 2.ed. Rio de Janeiro: Sprint, 2002.

GANONG, Lawrence. Integrative Reviews of Nursing. Research in Nursing & Health. v. 10, n. 1, p. 1-11, fev. 1987. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/nur.4770100103.

HALLAK, Amanda; FABRINI, Sabrina; PELUZIO, Maria do Carmo Gouveia. Avaliação do consumo de suplementos nutricionais em academias da zona sul de Belo Horizonte, MG, Brasil. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva: São Paulo, v. 1, n. 2, p. 55-60, mar./abr. 2007. Disponível em: http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/18.

HARAGUCHI, Fabiano Kenji; ABREU, Wilson César de; PAULA, Heberth de. Proteínas do soro do leite: composição, propriedades nutricionais, aplicações no esporte e benefícios para a saúde humana. Revista de Nutrição: Campinas, v. 19, n. 4, p. 479-488, jul./ago. 2006. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1415-52732006000400007&script=sci_abstract&tlng=pt.

JESUS, Eveline Veras de; SILVA, Maria das Dores Borges da. Suplemento alimentar como recurso ergogenico por praticantes de musculação em academias. Anais do II Encontro de Educação Física e Áreas Afins. Piauí: Universidade Federal do Piauí, 2008. Disponível em: < http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/770>.

LANZONI, Gabriela Marcellino de Mello; MEIRELLES, Betina Hörner Schelindwein. Liderança do enfermeiro: uma revisão integrativa da literatura. Revista Latino-Americana de Enfermagem: Ribeirão Preto, v. 19, n. 3, mai./jun. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=s0104-11692011000300026&script=sci_arttext&tlng=pt.

McKINLEY, Nita Mary; RANDA, Leigh Anne. Adult attachment and body satisfaction: an exploration of general and specific relationship differences. Body Image: Amsterdam, v. 2, n. 1, p. 209-218. 2005. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1740144505000367?via%3Dihub.

NÓBREGA, Terezinha Petrucia da. Uma fenomenologia do corpo. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2010.

PPOLIT, Denise F; BECK, Cheryl Tatano. Using research in evidence-based nursing practice. In: POLIT, Denise F; BECK, Cheryl Tatano (Ed.) Essentials of nursing research: methods, appraisal and utilization. Lippincott Williams & Wilkins: Philadelphia, p. 457-494. 2006.

ROCHA, Luciene Pereira da; PEREIRA, Maria Vanessa Lott. Consumo de suplementos nutricionais por praticantes de exercícios físicos em academias. Revista de Nutrição, Campinas, v. 11, n. 1, p. 76-82, jan./jun. 1998. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1415-52731998000100007&script=sci_abstract&tlng=pt.

RODRIGUES, Carlos Eduardo Costa. Musculação na academia. 4. ed. Rio de Janeiro: Sprint, 2001.

SÁ, Clodoaldo Antônio de; FERNÁNDEZ, Juan Marcelo; SILVA-GRIGOLETTO, Marzo Edir da. Respostas metabólicas à suplementação com frutose em exercício de força de membros inferiores. Revista Brasileira de Medicina do Esporte: São Paulo, v. 16, n. 3, p. 176-181, mai./jun. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922010000300004.

SAKZENIAN, Viviane Mariotoni et al. Suplementação de proteína do soro do leite na composição corporal de jovens praticantes de treinamento para hipertrofia muscular. Nutrire: Revista da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição: São Paulo, v. 34, n. 3, p. 57-70, dez. 2009. Disponível em: http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=537814&indexSearch=ID.

SILVA, Luiz Fernando Miranda da; FERREIRA, Karla Silva. Segurança alimentar de suplementos comercializados no Brasil. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, São Paulo, v. 20, n. 5, p. 374-378, set./out. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-86922014000500374&script=sci_abstract&tlng=pt.

TROG, Scheila Daniele; TEIXEIRA, Eduardo. Uso de suplementação alimentar com proteínas e aminoácidos por praticantes de musculação do município de Irati-PR. Cinergis: Santa Cruz, v. 10, n. 1, p. 43-45, jan./jun. 2009. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis/article/view/1238.

VIEIRA, José Luiz Lopez; ROCHA, Priscila Garcia Marques; FERRAREZZI, Ricardo Aparecido. A dependência pelas práticas de exercícios físicos e o recurso de ergogênicos. Acta Scientiarum. Health Sciences: Maringá, v. 32, n. 1, p. 35-41, jul./mar. 2010. Disponível em: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciHealthSci/article/view/4475.

YOSHIZUMI, Wyndie M; TSOUROUNIS, Candy. Effects of creatine supplementation on renal function. Journal of Herbal Pharmacotherapy, Rockvile Pike, v. 4, n. 1, p. 1-7, ago. 2004. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/8436784_Effects_of_Creatine_Supplementation_on_Renal_Function.

Downloads

Publicado

2018-06-30

Como Citar

CARVALHO, J. de O.; OLIVEIRA, B. N. de; MACHADO, A. A. N.; MACHADO, E. P.; OLIVEIRA, B. N. de. Uso de suplementação alimentar na musculação: revisão integrativa da literatura brasileira. Conexões, Campinas, SP, v. 16, n. 2, p. 213–225, 2018. DOI: 10.20396/conex.v16i2.8648126. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8648126. Acesso em: 30 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigo de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)