Efeitos do Pilates solo na qualidade de vida de mulheres saudáveis ativas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v17i0.8655513

Palavras-chave:

Exercício, Saúde da mulher, Qualidade de vida

Resumo

Objetivos: o objetivo do estudo foi avaliar os efeitos do treinamento com Pilates solo sobre a qualidade de vida em mulheres saudáveis ativas. Metodologia: vinte e cinco voluntárias foram divididas em grupo Pilates (GP, n=13) e grupo controle (GC, n=12). O GP participou de aulas de Pilates solo por 12 semanas, enquanto o GC manteve a prática de suas atividades físicas habituais. O questionário SF-36 foi aplicado para mensurar a qualidade de vida das participantes antes e após as 12 semanas. Resultados e discussão: não houve diferença significativa na qualidade de vida em todos os aspectos do SF-36, tanto na comparação entre grupos como na intra-grupos. Considerações Finais: os resultados indicam que, em mulheres adultas jovens saudáveis e ativas, 12 semanas de prática de Pilates solo não altera a qualidade de vida. Considerando que as mulheres estudadas apresentavam boa qualidade de vida tendo em vista os altos valores iniciais obtidos nos domínios avaliados, os resultados sugerem que a prática de Pilates solo manteve esta condição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karine Jacon Sarro, Universidade Estadual de Campinas

Possui doutorado (2007) em Educação Física na área de biomecânica pela Universidade Estadual de Campinas . Atualmente é professora (MS3 RDIDP) da Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas.

Jeniffer Lubiana Campos, Universidade Federal do Espírito Santo

Possui mestrado (2015) em Educação Física na área de biomecânica pela Universidade Federal do Espírito Santo (2012). Atualmente ocupa o cargo de técnico desportivo no Núcleo de Pesquisa e Extensão em Ciências do Movimento Corporal do Centro de Educação Física e Desportos da Universidade Federal do Espírito Santo.

Weverton Rufo Tavares da Silva, Universidade Federal do Espírito Santo

Possui  (2017) em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo. Atua nos seguintes temas: Carreira do Personal Trainer, Desenvolvimento pessoal, fisiologia, fisiologia do exercício, avaliação anaeróbia e aeróbia em diferentes modalidades esportivas.

Rodrigo Luiz Vancini, Universidade Federal do Espírito Santo

Possui doutorado (2010) em Ciências pela UNIFESP. Tem experiência nas seguintes áreas: Fisiologia e Neurofisiologia, com ênfase em Fisiologia do Exercício aplicada à Clínica, à Atividade Física e ao Esporte; Fisiologia e Biologia do envelhecimento; Neurofisiologia aplicada ao exercício físico.

Referências

ANGIN, Ender; ERDEN, Zafer; CAN, Filiz. The effects of clinical pilates exercises on bone mineral density, physical performance and quality of life of women with postmenopausal osteoporosis. Journal of Back and Musculoskeletal Rehabilitation, Clifton, v. 28, n. 4, p. 849-858, out. 2015. Disponível em: https://content.iospress.com/articles/journal-of-back-and-musculoskeletal-rehabilitation/bmr604. Acesso em: 08 abr. 2019.

BARBOSA, Mariane P C R; NETTO JÚNIOR, Jaime; CASSEMIRO, Bruna M; SOUZA, Naiara M; BERNARDO, Aline F B; SILVA, Anne K F; PASTRE, Carlos M; VANDERLEI, Luiz C M. Impact of functional training on cardiac autonomic modulation, cardiopulmonary parameters and quality of life in healthy women. Clinical Physiology and Functional Imaging, v. 36, n. 4, p. 318-325, jul. 2016. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/cpf.12235. Acesso em: 08 abr. 2019.

BYRNES, Keira; WU, Ping-Jung; WHILLIER, Stephney. Is Pilates an effective rehabilitation tool? A systematic review. Journal of Bodywork and Movement Therapies, New York, v. 22, n. 1, p. 192-202, jan. 2018. Disponível em: https://www.bodyworkmovementtherapies.com/article/S1360-8592(17)30095-5/fulltext. Acesso em: 08 abr. 2019.

CAMARÃO, Teresa. Pilates no Brasil: corpo e movimento. Rio de Janeiro: Elsevier; 2005.

CAMPOS, Jeniffer L; VANCINI, Rodrigo L; ZANONI, Graziely R.; LIRA, Cláudio A B; ANDRADE, Marília S; SARRO, Karine J. Effects of mat Pilates training and habitual physical activity on thoracoabdominal expansion during quiet and vital capacity breathing in healthy women. Journal of Sports Medicine and Physical Fitness, Torino, v. 59, n. 1, p. 57-64, jan. 2019. Disponível em: https://www.minervamedica.it/en/journals/sports-med-physical-fitness/article.php?cod=R40Y2019N01A0057. Acesso em: 08 abr. 2019.

CRUZ-FERREIRA, Ana; FERNANDES, Jorge; LARANJO, Luis; BERNARDO, Lisa M; SILVA, António. A systematic review of the effects of pilates method of exercise in healthy people. Archives of Physical Medicine and Rehabiliation, v. 92, n. 12, p. 2071-2081, dez. 2011. Disponível em: https://www.archives-pmr.org/article/S0003-9993(11)00412-6/fulltext. Acesso em: 08 abr. 2019.

EMERY, Kim; SERRES, Sophie De; MCMILLAN, Ann; COTÊ, Julie. The effects of a Pilates Training program on arm-trunk posture and movement. Clinical Biomechanics, v. 25, p. 124-130, 2010. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0268003309002411?via%3Dihub#!. Acesso em: 06 set. 2019.

EYIGOR, Sibel; KARAPOLAT, Hale; YESIL, Hilal; USLU, Ruchan; DURMAZ, Berrin. Effects of pilates exercises on functional capacity, flexibility, fatigue, depression and quality of life in female breast cancer patients: a randomized controlled study. European Journal of Physical and Rehabilitation Medicine, Torino, v. 46, n. 4, p. 481-487, dez. 2010. Disponível em: https://www.minervamedica.it/en/journals/europa-medicophysica/article.php?cod=R33Y2010N04A0481. Acesso em: 08 abr. 2019.

FERREIRA, Joel S; DIETTRICH, Sandra H C; PEDRO, Danielly A. Influência da prática de atividade física sobre a qualidade de vida de usuários do SUS. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 39, p. 792-801, set. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-11042015000300792&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 08 abr. 2019.

FLEMING, Karl M; HERRING, Matthew P. The effects of pilates on mental health outcomes: A meta-analysis of controlled trials. Complementary Therapies in Medicine, v. 37, p. 80-95, abr. 2018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0965229917306118. Acesso em: 08 abr. 2019.

GARCIA-SOIDAN, José L; GIRALDEZ, V A; CACHON ZAGALAZ, J; LARA-SANCHEZ, A J. Does pilates exercise increase physical activity, quality of life, latency, and sleep quantity in middle-aged people? Perceptual and Motor Skills, Virginia, v. 119, n. 3, p. 838-850, dez. 2014. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/pdf/10.2466/29.25.PMS.119c30z9. Acesso em: 08 abr. 2019.

KAMIOKA, Hiroharu; TSUTANI, Kiichiro; KATSUMATA, Yoichi; YOSHIZAKI, Takahiro; OKUIZUMI, Hiroyasu; OKADA, Shinpei; PARK, Sang-Jung; KITAYUGUCHI, Jun; ABE, Takafumi; MUTOH, Yoshiteru. Effectiveness of Pilates exercise: A quality evaluation and summary of systematic reviews based on randomized controlled trials. Complementary Therapies in Medicine, v. 25, p. 1-19, abr. 2016. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S096522991530039X. Acesso em: 08 abr. 2019.

KOFOTOLIS, Nikolaos; KELLIS, Eleftherios; VLACHOPOULOS, Symeon P; GOUITAS, Iraklis; THEODORAKIS, Yannis. Effects of Pilates and trunk strengthening exercises on health-related quality of life in women with chronic low back pain. Journal of Back and Musculoskeletal Rehabilitation, Clifton, v. 29, n. 4, p. 649-659, out. 2016. Disponível em: https://content.iospress.com/articles/journal-of-back-and-musculoskeletal-rehabilitation/bmr665. Acesso em: 08 abr. 2019.

MATSUDO, Sandra; ARAÚJO, Timóteo; MATSUDO, Victor; ANDRADE, Douglas; ANDRADE, Erinaldo; BRAGGION, Glaucia. Questinário internacional de atividade fÍsica (IPAQ): estudo de validade e reprodutibilidade no Brasil. Revista brasileira de atividade física e saúde, Florianópolis, v. 6, n. 2, p. 5-18, 2001. Disponível em: http://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/931. Acesso em:08 abr. 2019.

McHORNEY, Colleen A; KOSINSKI, Mark; WARE, John E J. Comparisons of the costs and quality of norms for the SF-36 health survey collected by mail versus telephone interview: results from a national survey. Medical Care, v. 32, n. 6, p. 551-567, jun. 1994. Disponível em: https://journals.lww.com/lww-medicalcare/Abstract/1994/06000/Comparisons_of_the_Costs_and_Quality_of_Norms_for.2.aspx. Acesso em: 08 abr. 2019.

PILATES, Joseph Hubertus. A obra completa de Joseph Pilates: Sua saúde e retorno à vida pela Contrologia. São Paulo: Phorte; 2010.

REIS, Rodrigo S; PETROSKI, Edio L; LOPES, Adair S. Medidas da atividade física: revisão de métodos. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, Santa Catarina, v. 2, n. 1, p. 89-96, 2000. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/3942. Acesso em: 08 abr. 2019.

RODRIGUES, Brena G S; CADER, Samaria A; TORRES, Natáli V O B; OLIVEIRA, Ediléa M; DANTAS, Estélio H M. Pilates method in personal autonomy, static balance and quality of life of elderly females. Journal of Bodywork and Movement Therapies, New York, v. 14, n. 2, p. 195-202,abr. 2010. Disponível em: https://www.bodyworkmovementtherapies.com/article/S1360-8592(09)00166-1/fulltext. Acesso em: 08 abr. 2019.

RODRÍGUEZ-FUENTES, Gustavo; OLIVEIRA, Iris Machado de; OGANDO-BEREA, Hugo; OTERO-GARGAMALA, María Dolores. An observational study on the effects of Pilates on quality of life in women during menopause. European Journal of Integrative Medicine, v. 6, p. 631–636, 2014. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1876382014001346. Acesso em: 06 set. 2019.

SANTOS, Jean Carlos Loureuro; VANCINI, Rodrigo Luiz; SARRO, Karine Jacon. Impacto de 12 semanas de prática de Pilates solo na força de preensão manual, resistência abdominal e na flexibilidade avaliada por fotogrametria em mulheres saudáveis. Pensar a Prática, Goiânia, v. 20, n. 2, p. 246-256, jun. 2017. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/40616. Acesso em: 08 abr. 2019.

SILLER, Brooke. O corpo Pilates: um guia para o fortalecimento, alongamento e tonificação sem o uso de máquinas. São Paulo: Summus; 2008.

SOUZA, Marcelo von Sperling; VIEIRA, Claudiane Brum. Who are the people looking for the Pilates method? Journal of Bodywork and Movement Therapies, New York, v. 10, n. 4, p. 328-334, out. 2006. Disponível em: https://www.bodyworkmovementtherapies.com/article/S1360-8592(05)00128-2/fulltext. Acesso em: 08 abr. 2019.

VANCINI, Rodrigo Luiz; RAYES, Angeles Bonal Rosell; LIRA, Claudio André Barbosa de; SARRO, Karine Jacon; ANDRADE, Marília Santos. Pilates and aerobic training improve levels of depression, anxiety and quality of life in overweight and obese individuals. Arquivos de Neuropsiquiatria, São Paulo, v. 75, n. 12, p. 850-857, dez. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2017001200850&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 08 abr. 2019.

ZEN, Júlia Marmitt; REMPEL, Claudete; GRAVE, Magali Teresinha Quevedo. Qualidade de vida de praticantes de Pilates e de sedentários. Conscientiae Saúde, São Paulo, v. 15, n. 4, p.593-603, out./dez. 2016. Disponível em: http://periodicos.uninove.br/index.php?journal=saude&page=article&op=view&path[]=6889. Acesso em: 08 abr. 2019.

Downloads

Publicado

2020-03-01

Como Citar

LOPES, T. P.; KUSTER, P. P. dos S. .; SARRO, K. J.; CAMPOS, J. L.; SILVA, W. R. T. da .; VANCINI, R. L. Efeitos do Pilates solo na qualidade de vida de mulheres saudáveis ativas. Conexões, Campinas, SP, v. 17, p. e019026, 2020. DOI: 10.20396/conex.v17i0.8655513. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8655513. Acesso em: 6 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)