Banner Portal
Educação física e centro de atenção psicossocial
PDF

Palavras-chave

Educação física
Assistência à saúde mental
Corpo humano
Promoção da saúde
Qualidade de vida

Como Citar

PEREIRA, Pedro Victo Domingues; OLIVEIRA, Bérgson Nogueira de. Educação física e centro de atenção psicossocial: as práticas corporais no processo de redução do sofrimento psíquico. Conexões, Campinas, SP, v. 20, n. 00, p. e022023, 2022. DOI: 10.20396/conex.v20i00.8668343. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8668343. Acesso em: 25 jun. 2024.

Resumo

Objetivos, Compreender as atribuições das Práticas Corporais (PC) de Educação Física (EDF) no processo de Redução do Sofrimento Psíquico (RSP). Metodologia, A pesquisa foi desenvolvida no CAPS III da cidade de Iguatu-CE, com a participação de oito usuários de um grupo de EDF “vidas ativa” realizado em ambientes fora CAPS. A pesquisa foi desenvolvida mediante uma entrevista semiestruturada. O material subjetivo foi captado por meio de um gravador de voz portátil, sendo o material analisado por meio da técnica de análise de conteúdo, proposto por Bardin. Resultados e discussão, A realização de um grupo de EDF, utilizando-se dos diversos espaços que constitui um território, permitiu compreender que ás PC se apresentava como importante meio de intervenção terapêutica, principalmente quando as atividades tendem a não restringir a movimentações dos corpos, o que pode contribuir para o aumento da expressão de sentimento através das práticas. Foi possível compreender que durante as PC de EDF os usuários tendiam a reduzir seus pensamentos de morte, por meio de um processo aqui denominado de “Interrupção momentânea do sofrimento”. Considerações Finais/Conclusão. É necessário que os profissionais de EDF possam ser mais críticos durante suas atividades no campo da saúde mental, pois a aplicação do poder recai sobre os corpos em forma de disciplinas, pois além de produzir o controle sobre o movimento, pode contribuir para a destituição da EDF enquanto fenômeno capaz de promover cuidado, qualidade e afirmação de vida e passe a promover práticas repressoras dos corpos e promotora do adoecimento.

https://doi.org/10.20396/conex.v20i00.8668343
PDF

Referências

ABIBI, Leonardo Trápaga; FRAGA, Alex Branco; WACHS, Felipe; ALVES, Cleni Terezinha Paula. Práticas corporais em cena na saúde mental: potencialidades de uma oficina de futebol em um centro de atenção psicossocial de porto alegre. Goiânia. v. 13, n. 2, p. 1-15, maio. 2010.

ALMEIDA, Eliane Maria; MARTINELI, Telma Adriano Pacífico. Apropriações da teoria histórico-cultural na educação física. Proposições. Maringá. v. 29, n. 3, p.383-400, set. 2018.

AMARANTE, Paulo. Saúde mental e atenção psicossocial. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2011.

AMORIM, Ana Karenina Melo Arraes; DIAS, Maria Aparecida; COSTA, Mackson Luiz Fernandes Costa; ARAUJO, Allan Carvalho; FERREIRA, Deyze Silva. Práticas corporais e desinstitucionalização em saúde mental: Desafios e possibilidades. Estudos de Psicologia. Natal. v. 22, n. 1, p. 39-49, mar. 2017.

ARBEX, Daniela. Holocausto brasileiro. Rio de Janeiro. Intrínseca, 2019.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Portugal: Edições 70, 1977.

BASAGLIA, Franco. A instituição negada: relato de um hospital psiquiátrico. Rio de Janeiro: Graal, 1985.

BRASIL. Gabinete do Ministro. Portaria nº 3.588, de 21 de dezembro de 2017. Altera as Portarias de Consolidação no 3 e nº 6, de 28 de setembro de 2017, para dispor sobre a Rede de Atenção Psicossocial, e dá outras providências. 2017.Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt3588_22_12_2017.html. Acesso em: 17 nov. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Centros de Atenção Psicossocial e Unidades de Acolhimento como lugares da atenção psicossocial nos territórios: orientações para elaboração de projetos de construção, reforma e ampliação de CAPS e de UA. Ministério da Saúde, 2015. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/centros_atencao_psicossocial_unidades_acolhimento.pdf. Acesso em: 19 nov. 2021.

Brasil. Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Promoção da Saúde: PNPS: Anexo I da Portaria de Consolidação nº 2, de 28 de setembro de 2017, que consolida as normas sobre as políticas nacionais de saúde do SUS. Brasília – DF, 2018. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_promocao_saude.pdf. Acesso em: 04 jan. 2022.

BRASIL. Gabinete do Ministro. Portaria nº 3088, de 23 de dezembro de 2011. Institui a Rede de Atenção Psicossocial para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). 2011. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2011/prt3088_23_12_2011_rep.html. Acesso em: 18 nov. 2021.

DALTIO, Gabriela Linhares. As práticas corporais no cuidado em saúde mental em um CAPS II na cidade da Serra/ES. 2018. 117 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2018.

DALTIO, Gabriela Linhares; ABIB Leonardo Trápaga; GOMES, Ivan Marcelo. Possibilidades e tensões no trabalho com as práticas corporais no cuidado em saúde mental: reflexões construídas em um CAPS II na cidade de Serra/ES. Revista Pensar a Prática. v. 23, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.5216/rpp.v23.56692. Acesso em: 18 nov. 2021.

FIGUEIREDO, Sara Maria Tales; OLIVEIRA, Braulio Nogueira; SANTOS, Giannina espírito. Atuação do profissional de educação física em CAPS representada pelos demais profissionais do serviço. Pensar a Prática. v.23, mar. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.5216/rpp.v23.56378. Acesso em: 18 nov. 2021.

FOUCAULT . Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 2006.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes, 2020.

FOUCAULT. Michel. História da loucura na idade clássica. São Paulo: Perspectiva, 2019.

FRAGA, Alex Branco; WACHS, Felipe. Educação física e saúde coletiva: políticas de formação e perspectivas de intervenção. Porto Alegre: UFRGS, 2007.

FURTADO, Roberto Pereira; OLIVEIRA, Marcos Flávio Mércio de; SOUSA, Marcel Farias de; VIEIRA, Patrícia Santiago; NEVES, Ricardo Lira de Rezende; RIOS, Gleyson Batista; SIMON, William de Jesus. O trabalho do professor de educação física no caps: aproximações iniciais. Movimento. Porto Alegre. v. 21, n. 1, p. 41-52, mar. 2015.

GOFFMAN, Erving. Manicômios, prisões e conventos. São Paulo: Perspectiva, 1974.

IBGE. População estimada [2021]. Iguatu-ce. 2020. Disponível em:

https://www.cidades.ibge.gov.br/brasil/ce/iguatu/panorama. Acesso em: 22 dez. 2021.

JUNIOR, João Batista Oliveira; GRISOTTI, Márica; MANSKE, Saliba George; PIRES, Rodrigo Otávio. As práticas corporais como dispositivos da biopolítica e do biopoder na Atenção Primária à Saúde. Saúde debate. Rio de Janeiro. v. 45, n. 128, p. 42-53, jan. 2021.

LÜCHMANN, Ligia Helena; RODRIGUES, Jefferson. O movimento antimanicomial no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro. v. 12, n. 2, p. 399-407, jul. 2007.

MAIA, André Alves; PEREIRA, Pedro Victo Domingues. Residência multiprofissional em saúde mental em meio à pandemia de covid-19: considerações da educação física no estado do Ceará. In: Cogito ergo “sus”: relato de experiências de profissionais de educação física no sus. Campina Grande: Ampla. 2021. p. 404-209.

MILIAUSKAS, Claudia Reis; FAUS, Daniela Porto; JUNKES, Larissa; RODRIGUES, Rahiza Bueno; JUNGER, Washington. Associação entre internações psiquiátricas, cobertura de CaPs e atenção básica em regiões metropolitanas do RJ e SP, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva. Rio de Janeiro. v. 24, n. 5, p. 1935-1944, 2019.

MOTTA, Fernando Prestes; ALCADIPANI, Rafael. O pensamento de Michel Foucault na teoria das organizações. RAUSP Management Journal. São Paulo. v. 39, n. 2, p. 117-128, abr. 2004.

OLIVEIRA, Claudia Freitas de. A loucura e os processos de desinstitucionalização: aspectos de debates teóricos e políticos na segunda metade do século XX. Revista da Associação Nacional de História - Seção Ceará, Fortaleza. v. 10, n. 19, p. 101-114, jun. 2019.

SANTOS, Deise Francielle; FRAGA, Alex Branco. Educação física no hospital psiquiátrico são pedro: uma experiência de familiarização e estranhamento nas entrelinhas dos relatos de estágio. 2016. 119 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2016.

TENÓRIO, Fernando. A reforma psiquiátrica brasileira, da década de 1980 aos dias atuais: história e conceitos História. Ciências, Saúde, Florianópolis, v. 9, n. 1, p. 25-59, abr. 2002.

WACHS, Felipe. Educação física e saúde mental: uma prática de cuidado emergente em centros de atenção psicossocial (CAPS). 2008. 145 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Movimento Humano) - Escola de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2008.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Conexões

Downloads

Não há dados estatísticos.