A lei 5.692 de 1971 e a presença dos preceitos liberais e escolanovistas: os estudos sociais e a formação da cidadania

Autores

  • Mara Regina Martins Jacomeli Faculdade de Educação da UNICAMP/SP

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v10i39.8639718

Palavras-chave:

História da Educação. Currículo. Cidadania. Ditadura Militar. Política Educacional

Resumo

O texto discute como a Lei 5.692 de 1971, elaborada na ditadura militar, abordou temáticas sociais do currículo para o ensino fundamental. A formação para a cidadania fez parte do projeto educacional dos militares para a “mansidão” e os Estudos Sociais representaram os conhecimentos para tanto. A escola foi usada para divulgar valores desejáveis e manter a sociedade “pacífica”, apesar da retórica liberal que defendia as liberdades individuais. Para além dessa retórica, os “porões da ditadura” calavam quem não concordasse com as imposições do regime militar. A ênfase nos Estudos Sociais traduziram quais conhecimentos seriam ministrados nas escolas, cumprindo com um papel muito importante: quebrar as resistências sociais, via um currículo carregado de valores morais e éticos, pensados para a formação do cidadão no período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mara Regina Martins Jacomeli, Faculdade de Educação da UNICAMP/SP

Professora da Universidade Estadual de Campinas na Faculdade de Educação. 

Referências

CHAGAS, V. O ensino de 1o e 2o graus: antes, agora e depois? São Paulo: Saraiva, 1984.

CUNHA, L. A.; GOÉS, M. de. O golpe na educação. 5 ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

FAZENDA, I. C. A. Educação no Brasil anos 60: o pacto do silêncio. 2 ed. São Paulo: Edições Loyola, 1988.

GHIRALDELLI JR., P.. História da educação. São Paulo: Cortez, 1991.

HORTA, J. S. B.. O hino, o sermão e a ordem do dia: regime autoritário e a educação no Brasil (1930 – 1945). Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1994.

JACOMELI, M. R. M. Dos Estudos Sociais aos Temas Transversais: análise histórica das políticas educacionais brasileiras (1971 – 2000). Tese de doutorado. Faculdade de Educação da Unicamp, 2004.

JACOMELI, M. R. M. PCNs e Temas Transversais: análise histórica das políticas educacionais brasileiras. Campinas: Editora Alínea, 2007.

NAGLE, J.. A Reforma e o ensino. São Paulo: EDART, 1973.

SAVIANI, D.. Política e educação no Brasil: o papel do Congresso Nacional na legislação do ensino. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1987.

SECRETARIA de Estado dos Negócios da Educação. Diretrizes e bases da educação nacional: documentos básicos para a implantação da reforma do ensino de 1o e 2o graus. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 1976.`

VASCONCELLOS, P. José de. Legislação fundamental do ensino de 1o e 2o graus. São Paulo: LISA Livros Irradiantes S.A., 1972.

Downloads

Como Citar

JACOMELI, M. R. M. A lei 5.692 de 1971 e a presença dos preceitos liberais e escolanovistas: os estudos sociais e a formação da cidadania. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 10, n. 39, p. 76–90, 2012. DOI: 10.20396/rho.v10i39.8639718. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639718. Acesso em: 16 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>