Educação e ontologia marxiana

Autores

  • Ivo Tonet Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v11i41e.8639900

Palavras-chave:

Educação. Ontologia marxiana

Resumo

Esse texto pressupõe que o pensamento de Marx tem uma impostação ontológica. Por isso mesmo, defende a ideia de que uma teoria geral do ser social (ontologia) deve preceder e embasar a reflexão sobre a problemática da educação.  Isto porque a educação é apenas uma das dimensões do ser social, de modo que o seu sentido mais pleno só pode ser evidenciado na medida em que for apreendida sua função na reprodução deste ser.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivo Tonet, Universidade Federal de Alagoas

Professor de filosofia da Universidade Federal de Alagoas.

Referências

CHASIN, J. Marx: estatuto ontológico e resolução metodológica. In: TEIXEIRA, J. F. S. Pensando com Marx. São Paulo, Ensaio, 1995.

KANT, I. Immanuel Kant – Textos Seletos. Petrópolis, Vozes, 1985.

LUKÁCS, G. Ontologia dell ́Essere Sociale. Roma, Riuniti, 1981, v. II.

MARX, K. e ENGELS, F. A Ideologia alemã. São Paulo, Hucitec, 1984.

MARX, K. Manuscritos econômico-filosóficos. Lisboa, 1989.

TONET, I. Educação, cidadania e emancipação humana. Ijuí, Unijuí, 2005

TONET, I. Marxismo para o século XXI. In: Em defesa do futuro. Maceió, Edufal, 2005.

TONET, I. Educação contra o capital. Maceió, Edufal, 2007.

Downloads

Como Citar

TONET, I. Educação e ontologia marxiana. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 11, n. 41e, p. 135–145, 2012. DOI: 10.20396/rho.v11i41e.8639900. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639900. Acesso em: 25 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos