Não fazem mal as musas aos... Alfaiates: um professor intelectual em Vitória da Conquista-BA – o caso de Laudionor de Andrade Brasil

Autores

  • Daniela Moura Rocha de Souza Doutoranda em Educação pela UNICAMP
  • Lívia Diana Rocha Magalhães Professora Plena da UESB

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v13i51.8640265

Palavras-chave:

Professor intelectual. República. Vitória da Conquista

Resumo

Entre os finais do século XIX até meados da década de 40 do século XX, durante os primeiros anos da República no Brasil, compareceram, no cenário de Vitória da Conquista, cidade do interior da Bahia, alguns professores que passaram também a exercer o cargo de jornalistas, participar ativamente das discussões políticas e a exercer cargos de secretários municipais, vereadores, conselheiros, membros de partidos, etc. Possivelmente, eles foram dando identidade intelectual à República em nossa cidade no estágio de seu contexto de instalação e efetivação. Dentre os nomes que se destacaram nesse período, em Vitória da Conquista estava a figura do professor, jornalista, político e poeta Laudionor de Andrade Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Moura Rocha de Souza, Doutoranda em Educação pela UNICAMP

Doutoranda em Educação pela UNICAMP - linha HISTEDBR

Lívia Diana Rocha Magalhães, Professora Plena da UESB

Doutora em Educação pela UNICAMP com Pós-Doutorado em Psicologia Social, Professora Plena da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Coordenadora do Museu Pedagógico/Uesb. lrochamagalhaes@gmail.com e Vice coordenadora do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Memória: Linguagem e Sociedade - UESB.

Referências

BRASIL, Laudionor de Andrade. A luz desce da estrela. Vitória da Conquista: Brasil Artes Gráficas, 2002.

CARONE, Edgar. A república velha I. Instituições e classes sociais. Rio de Janeiro/São Paulo: Difel, 1978.

CARVALHO, José Murilo de. A formação das almas: o imaginário da república no Brasil. São Paulo: companhia das letras, 1998.

CURY, Carlos R. Jamil. Ideologia e Educação Brasileira. 2 ed. São Paulo: Cortez, 1984. Autores Associados (coleção educação).

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. 26 ed. São Paulo: Companhia das letras, 2007.

LEONARDI, Victor; HARDMAN, Foot. História da Indústria no Brasil. São Paulo: Ática, 1991.

MARAM, Sheldon Leslie. Anarquistas, imigrantes e o movimento operário brasileiro (1890-1920). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

MEDEIROS, Ruy. Conquista: Poder e Conflito nos anos 30 do Século XX. Vitória da Conquista: Blog do Nunes, 2008. Disponível em: http://www.blogdopaulonunes.com/noticias_especificas2008a/20080202_noticia_01.htm. Acesso no dia 15/04/09.

OLIVEIRA, Francisco. A emergência do modo de produção de mercadorias: uma interpretação teórica da economia da República Velha no Brasil. In: FAUSTO, Bóris (Org). O Brasil Republicano: 1- Estrutura de poder e economia (1889-1930). Tomo III, Vol 1. São Paulo: Difel, 1975.

OLIVEIRA, Jeremias Macário de. A imprensa e o coronelismo no sertão do sudoeste. Vitória da Conquista: editado pelo autor, 2005.

SCHWARTZMAN, Simon; BOMENY, Helena Maria B; COSTA, Vanda Maria Ribeiro. Tempos de Capanema. Rio de Janeiro: paz e terra; São Paulo: USP, 1984. (Coleção estudos brasileiros).

SILVA, Paulo Santos. Âncoras de tradição. Luta política, intelectuais e construção do discurso histórico na Bahia (1930-1949). Salvador: EDUFBA, 2000.

SOUSA, Maria Aparecida Silva de; BORBOREMA, Carlos Gomes. Literatura e política: a trajetória de um poeta militante no interior da Bahia (1930-1975). In: Revista Politéia: história e sociedade. Vitória da Conquista: [s.n], v.1 n.1, p. 225-246, 2001.

VENTURINI, Toni. O Velho: a história de Luiz Carlos Prestes. Documentário que conta a história de Luiz Carlos Prestes. Rio de Janeiro/São Paulo: INFRAERO; Olhar imaginário; Versátil Home Vídeo; Riofilme, 1997.

VIANA, Aníbal Lopes. Revista histórica de Vitória da Conquista. Vitória da Conquista. Edições do autor. Brasil Artes Gráficas LTDA. vol. I, 1982 e v.2, s/d. Fontes jornalísticas

EXTERNATO Brasil: aos pais de família. In: BRASIL, Laudionor. Jornal O Combate. Vitória da Conquista. Ano I, no 26, 22 de fevereiro de 1930.

PELA INSTRUÇÃO. In: BRASIL, Laudionor. Jornal O Combate. Vitória da Conquista. Ano I, no 39, 15 de junho de 1930.

DE OUTUBRO. In: BRASIL, Laudionor. Jornal O Combate. Vitória da Conquista. Ano III, no 12, 24 de outubro de 1931.

COLÉGIO Marcelino Mendes. In: BRASIL, Laudionor. Jornal O Combate. Vitória da Conquista. Ano III, no 27, 20 de fevereiro de 1932.

EDUCANDÁRIO sertanejo. In: BRASIL, Laudionor; DANTAS, Flaviano. Jornal O Combate. Vitória da Conquista. Ano IV, no 14, 2 de dezembro de 1934.

A EVOLUÇÃO Pedagógica no Brasil. In: BRASIL, Laudionor; DANTAS, Flaviano. Jornal O Combate. Vitória da Conquista. Ano VII, no 1, 11 de agosto de 1935.

PROFESSOR fascista fora!. In: BRASIL, Laudionor; LIMA, Camillo de Jesus. Jornal O Combate. Vitória da Conquista. Ano XIV, no 18, 28 de fevereiro de 1943.

ENSINO Supletivo. In: BRASIL, Laudionor. Jornal O Combate. Vitória da Conquista. Ano XVIII, no 24, 14 de julho de 1948.

HOMENAGEM a Laudionor Brasil. In: LIMA, Camillo de Jesus. Jornal O Combate. Vitória da Conquista, 27/08/1960. Ano XXXII, no 37.

Downloads

Publicado

2013-09-20

Como Citar

SOUZA, D. M. R. de; MAGALHÃES, L. D. R. Não fazem mal as musas aos... Alfaiates: um professor intelectual em Vitória da Conquista-BA – o caso de Laudionor de Andrade Brasil. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 13, n. 51, p. 80–91, 2013. DOI: 10.20396/rho.v13i51.8640265. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640265. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>