Organização inicial do ensino profissionalizante feminino em Uberaba/MG: economia rural doméstica (1953-1962)

Autores

  • Nilce Vieira Campos Ferreira Universidade Federal de Mato Grosso
  • Wenceslau Gonçalves Neto UFU

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v13i51.8640276

Palavras-chave:

Educação feminina. Magistério em Economia Rural Doméstica. Memória das instituições escolares. História da Educação

Resumo

Objetivamos registrar e analisar o percurso inicial da Escola de Economia Rural Doméstica de Uberaba, como registro histórico e como memória social específica. Temos como fontes documentais relatórios, iconografia e imprensa local e como fontes orais testemunhos de suas protagonistas. Idealizado como Centro de Treinamento em Economia Doméstica, em agosto de 1953, a instituição foi o primeiro estabelecimento federal de ensino profissionalizante, nível secundário, em Uberaba/MG. Desde sua fundação, recebeu múltiplas denominações: Centro de Treinamento em Economia Rural Doméstica, Escola de Magistério em Economia Rural Doméstica “Licurgo Leite”, Escola Agrotécnica Federal de Uberaba, Centro Federal de Educação Tecnológica e, por último, Instituto Federal de educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro – IFTM/Campus Uberaba. No texto, discutimos medidas legais emitidas pelo Governo Brasileiro para quem a formação profissionalizante, no período delimitado, representava um instrumento para a formação das massas, sendo preciso incluir a formação das mulheres. Apresentamos, dessa forma, uma análise dos modelos de formação feminina e a relação entre a história do hoje IFTM/Campus Uberaba e o ensino profissional agrícola no Estado de Minas Gerais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nilce Vieira Campos Ferreira, Universidade Federal de Mato Grosso

Universidade Federal de Mato Grosso/Campus Cuiabá (UFMT)

Wenceslau Gonçalves Neto, UFU

UNIUBE/UFU

Referências

BRASIL. Decreto-Lei n.o 9.613/46.http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/126500/lei-organica-do-ensino-agricola-decreto-lei-9613-46. Acesso em 01/11/2011.

CLEOPHAS, João. Relatório das Atividades do Ministério da Agricultura em 1952. Rio de Janeiro: Serviço de Informação Agrícola, 1952.

MOREIRA, Mercês Maria. Depoimento masculino. Correio Católico, Uberaba, p. 5, 29 ago. 1953.

NETO AL. Quem pensa não casa. Correio Católico, Uberaba, p. 6, 24 out. 1953.

FARIA FILHO, Luciano Mendes de. Dos pardieiros aos palácios: cultura escolar e urbana em Belo Horizonte na Primeira República. Passo Fundo, RS: UPF. 2000.

FERREIRA, Nilce Vieira Campos. Escola de Economia Rural Doméstica: Ensino Secundário profissionalizante no Triângulo Mineiro (1953-1997). Tese (Pós-graduação Stricto Sensu) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.

GONÇALVES NETO, Wenceslau. Estado e agricultura no Brasil. São Paulo: Hucitec, 1997.

LIMA, Arlete Alves. Serviço Social no Brasil: a ideologia de uma década. São Paulo: Cortez, 1982.

MENDONÇA, José. Discurso pronunciado em 03/05/1954, na inauguração da Escola de Economia Doméstica, em Uberaba (MG). Disponível em http://www.josemendonca.com.br/discurso_ED_03051954.php. Acesso em 03/03/2012.

MENDONCA, Sonia Regina de. The two dichotomies of agricultural education in Brazil (1930-1960). Estudos sociais agrícolas, Rio de Janeiro, v. 2, Selected Edition 2006. Disponível em http://socialsciences.scielo.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-05802006000200002&lng=en&nrm=iso. Acesso em 06 set. 2012.

RATTO, Izabel Maria Ribeiro. A visão de família nos cursos de Economia Doméstica. Dissertação de Mestrado, UFRRJ/CPDA, abril de 1992.

RIBEIRO, José Paulo. A saga da extensão rural em Minas Gerais. São Paulo: Annablume, 2000.

SAVIANI, Dermeval; et al. O legado educacional do século XX. Campinas: Autores associados, 2004.

SCHWARTZMAN, Simon. Pobreza, exclusão social e modernidade: uma introdução ao mundo contemporâneo. São Paulo: Augurium, 2004.

SERRANO, Isabel de Almeida. Noções de Economia Doméstica. São Paulo: Nacional, 1954.

SILVA, Noemi Correia. Economia Rural Doméstica: uma realidade na SEAV. In: Encontro de Economia Doméstica. Rio, 22 a 28 de julho de 1960, Série Documenta n. 13. Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura, 1961.

Downloads

Como Citar

FERREIRA, N. V. C.; GONÇALVES NETO, W. Organização inicial do ensino profissionalizante feminino em Uberaba/MG: economia rural doméstica (1953-1962). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 13, n. 51, p. 252–265, 2013. DOI: 10.20396/rho.v13i51.8640276. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640276. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos