A busca pelo consenso neoliberal no campo: aspectos históricos do programa Escola Ativa

  • Júlia Mazinini Rosa UFSCar
  • Maria Cristina dos Santos Bezerra UFSCar
Palavras-chave: Escola Ativa. Educação do campo. Políticas públicas

Resumo

O Estado capitalista, em seu papel de mantenedor da hegemonia, cumpre uma tarefaeducativa, na medida em que forma massas populares para elevá-las até certo nível culturale moral visando atender às necessidades do processo produtivo - em consequência,atendendo aos interesses das classes dominantes - difundindo também a ideologianecessária para o estabelecimento de um consenso. Neste trabalho trataremos do programa Escola Ativa como instrumento utilizado por Estados periféricos no contexto do regime deacumulação flexível para a difusão da ideologia neoliberal, formação da mão de obraoperária e contenção de revoltas sociais em áreas rurais. Para isso, recorremos às suasorigens na Colômbia e a aspectos sobre sua história de desenvolvimento naquele país e noBrasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Mazinini Rosa, UFSCar

Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE da Universidade Federal de São Carlos – UFSCar; FAPESP

Maria Cristina dos Santos Bezerra, UFSCar

Professora do Departamento de Educação – Ded da Universidade Federal de São Carlos – UFSCar; CNPq

Referências

BANCO MUNDIAL. Fundescola I. 1998. 105 p.

BANCO MUNDIAL. Third School Improvement Project - FUNDESCOLA IIIA. 2008. Disponível em http://www-wds.worldbank.org/external/default/WDSContentServer/WDSP/IB/2005/09/23/000012009_20050923094434/Rendered/PDF/336250rev.pdf > Acessado em: 7 mar. 2013.

BRASIL. Fundescola/MEC. Escola Ativa: Capacitação de professores. Brasília. 1999.

BRASIL. Fundescola/MEC. Escola Ativa: Diretrizes para implantação e implementação da estratégia metodológica Escola Ativa. 2006c. 56 p.

BRASIL. MEC. Plano Decenal de Educação Para Todos. Brasília. 1993. 120 p.

BRASIL. MEC. Projeto de Educação Básica para o Nordeste. Brasília. 1994. 27 p.

BRASIL. SECAD/MEC. Escola Ativa: Orientações pedagógicas para a formação de educadoras e educadores. 2a edição. Brasília. 2010b. 73 p.

CHALOULT, Yves. Uma das contradições da Nova República: O Projeto Nordeste. Cad. Dif. Tecnol., Brasília, 2(2): 271-304, mai-ago, 1985. Disponível em http://seer.sct.embrapa.br/index.php/cct/article/view/9240 Acessado em 7 ago. 2012.

CHESTERFIELD, Ray. Indicators of democratic behavior in Nueva Escuela Unitaria. 1994. Disponível em http://www.escuelanueva.org/portal/images/pdf/monitoreo/73.INDICATORSOFDEMOCRATICBEHAVIORESCNVA.pdf Acessado em 7 nov. 2012.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1987. 60 p.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1988. 77 p.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1989. 17 p.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1990. 35 p.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1991. 44 p.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1992. 98 p.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1993. 54 p.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1994. 70 p.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1995. 54 p.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1996. 65 p.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1997. 80 p.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no campo. 1998. 76 p.

CRUZ, Rosana Evangelista da. Banco Mundial e Política Educacional: o Projeto Nordeste para a Educação Básica e seus desdobramentos no Piauí. 306 f. Dissertação. Universidade Federal do Piauí, Teresina, Piauí, 2005.

CURY, Carlos Jamil. Educação e contradição. 7a edição. São Paulo: Cortez Editora. 2000. 134 p.

D’AGOSTINI, Adriana; TAFFAREL, Celi Zulke Taffarel; SANTOS JUNIOR, Claudio de Lira; CARVALHO, Marize, CAMBUI, Roza. NOTA TÉCNICA SOBRE O PROGRAMA

ESCOLA ATIVA: Uma análise crítica. Abril, 2011. Disponível em www.gepec.ufscar.br. Acesso em 1 mai. 2012.

DRUCK, Graça. Os sindicatos, os movimentos sociais e o governo Lula: cooptação e resistência. In: OSAL, Observatorio Social de America Latina, ano VI, no 19. CLACSO, Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales, Buenos Aires, Argentina. 2006. Disponível em http://biblioteca.clacso.edu.ar//ar/libros/osal/osal19/debatesdruck.pdf Acessado em 30 abr. 2013.

FORERO, Clemente Pineda; RODRÍGUEZ, Daniel Escobar; MOLINA, Danielken. Escuela Nueva’s impact on the peaceful social interaction of children in Colombia. A.W. Little (ed), Education for All and Multigrade Teaching: challenges and opportunities, 265–300. 2006.

GONÇALVES, Gustavo Bruno Bicalho. Programa Escola Ativa: educação do campo e trabalho docente. Rio de Janeiro, 2009. 208 f. Tese (Doutorado em Políticas Públicas). Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Formação Humana, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.

GRAMSCI, Antonio. Maquiavel, política e o Estado moderno. 4a edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 1980. 435 p.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do Cárcere: Maquiavel, notas sobre o Estado e a Política. Volume 3. 3a edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 2007. 428 p.

KLINE, Rachel. A model for improving rural schools: Escuela Nueva in Colombia and Guatemala. Current Issues in Comparative Education, Vol.2(2), p. 170-181. 2002.

MCEWAN, Patrick J.; BENVENISTE, Luis. The politics of rural school reform: Escuela Nueva in Colombia. Journal of Education Policy, vol. 16, n. 6, p. 547–559. 2001.

MEJÍA, Daniel; URIBE, María José; IBÁÑEZ, Ana María. Una evaluación del Plan de Consolidación Integral de la Macarena (PCIM). Documentos Cede, Bogotá, Colômbia. 2011. Disponível em http://economia.uniandes.edu.co/investigaciones_y_publicaciones/CEDE/Publicaciones/documentos_cede/2011/Una_evaluacion_del_Plan_de_Consolidacion_Integral_de_la_Macarena_PCIM Acessado em 7 mar. 2013.

MONTAÑO, Carlos e DURIGUETTO, Maria Lúcia. Estado, Classe e Movimento Social. 1a edição. São Paulo: Cortez Editora. 2010. 384 p.

NEVES, Lúcia Maria Wanderley (org.). A nova pedagogia da hegemonia: estratégias do capital para educar o consenso. São Paulo: Xamã. 2005. 311 p.

OLIVEIRA, Ariovaldo. A longa marcha do campesinato brasileiro: movimentos sociais,

conflitos e Reforma Agrária. Estudos Avançados, vol. 15, no

2001. P. 185-206.

PEREIRA, Sandra Márcia Campos. Projeto Nordeste de Educação Básica e o FUNDESCOLA: uma análise do discurso governamental e do Banco Mundial sobre a qualidade da educação. Araraquara, 2007. 149 p. Tese (Doutorado em Educação Escolar). Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho.

PITT, Jennifer. Civic education and citizenship in Escuela Nueva schools in Colombia. 2002. Disponível em http://www.escuelanueva.org/portal/es/productos-y-servicios/monitoreo-y-evaluacion/evaluacion/convivencia-comportamiento-democratico-y-desarrollo-socio-afectivo.html Acessado em 7 mar. 2013.

RAMÍREZ, Mónica; VILLADA, Carolina. Escuela Nueva em Caldas, 25 años. Centro de Estudos Regionales Cafeteros y Empresariales. 2007. Disponível em http://www.sedcaldas.gov.co/sedcaldas/web/index.php/. Acessado em 7 mar. 2013.

SHIEFELBEIN, Ernesto; VERA, Rodrigo; ARANDA, Humberto; VARGAS, Zoila; CORCO, Victor. Em busca de la escuela Del siglo XXI: ¿Puede darnos la pista la Escuela Nueva de Colombia? 1993. Disponível em http://www.pedagogica.edu.co/storage/rce/articulos/rce32_04ensa.pdf Acesso em 05 mar. 2012.

SILVA, Ana Carolina Ramos. A questão agrária na Colômbia: expansão capitalista e conflitos sociais (1974-1986). VII Colóquio Internacional Marx e Engels. 2012. Disponível em http://www.ifch.unicamp.br/formulario_cemarx/selecao/2012/trabalhos/7256_Silva_Ana%20Carolina.pdf Acessado em 7 mar. 2013.

SILVA, Tomaz Tadeu. Pedagogia crítica em tempos pós-modernos. In: SILVA, Tomaz Tadeu. Identidades terminais: as transformações na política da pedagogia e da pedagogia da política. Petrópolis: Vozes. 1996.

TORRES, Rosa María. Alternativas dentro de la educación formal: el programa Escuela Nueva de Colombia. 1992. Disponível em http://www.red-ler.org/alternativas_colombia.pdf Acessado em 26 abr. 2013.

VILLAR, Rodrigo. El programa Escuela nueva en Colombia. Revista Educación y Pedagogía, n. 14 e 15. P. 357-382. 2010.

XAVIER NETO, Lauro Pires. Projeto Histórico Socialista e a escola do MST: Possibilidade-Realidade frente ao Projeto Histórico Capitalista. 2005. 161 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, Paraíba. 2005.

ZULUAGA, Germán Toro. Eje Cafetero colombiano: compleja historia de caficultura, violencia y desplazamiento. Congreso de la Asociación de Estudios Latinoamericanos (LASA), Las Vegas, Nevada, out. 7-9, 2004. Disponível em http://revistas.utp.edu.co/index.php/chumanas/article/view/1061 Acessado em 1 ago. 2012.

Como Citar
Rosa, J. M., & Bezerra, M. C. dos S. (1). A busca pelo consenso neoliberal no campo: aspectos históricos do programa Escola Ativa. Revista HISTEDBR On-Line, 13(50), 31-47. https://doi.org/10.20396/rho.v13i50.8640292
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)