Educação especial em escolas do campo: análise de um município do estado de São Paulo

  • Katia Regina Moreno Caiado UFSCar
  • Taísa Grasiela Gomes Liduenha Gonçalves UFSCar
Palavras-chave: Educação especial. Educação do campo. Direitos humanos

Resumo

O artigo descreve e analisa o trabalho com a educação especial em escolas no campo, deum município do estado de São Paulo. Para a análise dessa interface utilizamos indicadoressociais oficiais; legislação atual; e dados empíricos construídos durante as visitas aomunicípio, quando foram realizadas observações em escolas do campo, entrevistas eencontros com professores e gestores municipais. Os resultados revelam que: há alunoscom deficiência que vivem no campo e estão matriculados em escolas do campo, emboramuitos estejam matriculados em escolas na cidade; há uma dupla exclusão que constitui avida de pessoas com deficiência no campo; permanece a histórica precariedade do trabalhodocente nas escolas do campo. Com base nesses resultados coloca-se a seguinte reflexão:qual educação especial se quer no campo? Pois, para além do debate sobre acesso epermanência dos alunos nas escolas, é preciso enfrentar o debate urgente sobre qualeducação especial se quer nas escolas da cidade e do campo, explicitando qual é o projetohistórico que assumirão os educadores. Tudo indica que o movimento social de luta pelaterra terá uma significativa contribuição se colocar em pauta essa questão. Embora questãopontual, numa pauta de luta tão intensa, a condição da deficiência se impõe na vida dacidade e na vida do campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Katia Regina Moreno Caiado, UFSCar
Professora adjunto da Universidade Federal de São Carlos.
Taísa Grasiela Gomes Liduenha Gonçalves, UFSCar
Professora da graduação e do Programa de Mestrado em Metodologias para o Ensino de Linguagens e suas Tecnologias na Universidade Norte do Paraná (Unopar).

Referências

ANACHE, A. A. Diagnóstico ou Inquisição: Estudo sobre o uso do diagnóstico Psicológico na Escola. 1997. Tese (Doutorado em Psicologia). Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, São Paulo.

BASSO, J. D. As escolas no campo e as salas multisseriadas no estado de São Paulo: um estudo sobre as condições da educação escolar. 2012. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de São Carlos, São Carlos.

BIELER, R. B. (org.) Ética e legislação: os direitos das pessoas portadoras de deficiência no Brasil. Rio de Janeiro: Rotary Club, 1990.

BRASIL. Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 1996. Disponível em: <http://www.mec.gov.br>. Acesso em: 13 mar. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CEB 1, de 3 de abril de 2002. Institui Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo. Brasília: MEC, 2002. Disponível em: <http://www.mec.gov.br>. Acesso em: 07 abr. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP. Censo Escolar da Educação Básica – 2007. 2007. Disponível em: http://www.inep.gov.br/basica/levantamentos/microdados.asp. Acesso em: 16 abr. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP. Censo Escolar da Educação Básica – 2008. 2008a. Disponível em: http://www.inep.gov.br/basica/levantamentos/ microdados.asp. Acesso em: 18 abr. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: MEC, 2008b. Disponível em: http://www.mec.gov.br. Acesso em: 13 mar. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução no 2, de 28 de abril de 2008. Estabelece diretrizes complementares, normas e princípios para o desenvolvimento de políticas públicas de atendimento da Educação Básica do Campo. 2008c. Disponível em: http://www.mec.gov.br. Acesso em: 11 jan. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP. Censo Escolar da Educação Básica – 2009. 2009. Disponível em: http://www.inep.gov.br/basica/levantamentos/microdados.asp. Acesso em: 18 abr. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP. Censo Escolar da Educação Básica – 2010. 2010a. Disponível em: http://www.inep.gov.br/basica/levantamentos/microdados.asp. Acesso em: 21 abr. 2013.

BRASIL. Decreto no 7.352, de 4 novembro de 2010. Dispõe sobre a política de educação do campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária-PRONERA. 2010b. Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em: 07 abr. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP. Censo Escolar da Educação Básica – 2011. 2011a. Disponível em: http://www.inep.gov.br/basica/levantamentos/microdados.asp. Acesso em: 2 ago. 2013.

BRASIL. Decreto no 7.611, de 17 novembro de 2011. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências. 2011b. Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em: 07 abr. 2013.

BRASIL. Projeto de Lei no. Aprova o Plano Nacional de Educação para o decênio 2011-2020, e outras providências. 2011c. Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em: 07 abr. 2013.

CAIADO, K. R. M. Aluno deficiente visual na escola: lembranças e depoimentos. 2. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2006.

CAIADO, K. R. M. Quando as pessoas com deficiência começam a falar: histórias de resistência e lutas. In: JESUS, D. M. et al. Inclusão, práticas pedagógicas e trajetórias de pesquisa. 3. ed. Porto Alegre: Mediação, 2011.

CAIADO, K. R. M. (org.) Trajetórias escolares de alunos com deficiência. São Carlos, SP: EDUFSCar/FAPESP, 2013 (no prelo).

CAIADO, K. R. M.; MELETTI, S. M. F. Educação especial na educação do campo: 20 anos de silêncio no GT 15. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 17, p. 93-104, 2011.

CALDART, R. S. et al. Dicionário da Educação do Campo. São Paulo: Expressão Popular, 2012.

DI PIERRO, M. C.; ANDRADE, M. R. Escolarização em assentamentos no estado de São Paulo: uma análise da Pesquisa Nacional de Educação na Reforma Agrária 2004. Revista Brasileira de Educação, Campinas, v. 14, n. 41, p. 246-257, 2009.

FERNANDES, A. P. Classes multisseriadas: educação especial e a educação do campo na amazônia paraense. In: SIFEDOC – I Seminário Internacional e I Fórum de Educação do Campo da Região Sul do RS: campo e cidade em busca de caminhos comuns. Pelotas, RS. v. 01. p. 01-12. 2012.

FERRARO, A. R. Quantidade e qualidade na pesquisa em educação, na perspectiva da dialética marxista. Pro-Posições, Campinas, v. 23, n. 1 (67), p. 129-146, jan./abr. 2012.

FREITAS, L. C. A escola única do trabalho: explorando os caminhos de sua construção. In: CALDART, R. et al. Caminhos para transformação da escola. São Paulo: Expressão Popular, 2010.

GONÇALVES, T. G. G. L. O transporte escolar público na interface da educação especial e educação do campo. In: III Encontro Interinstitucional de Pesquisa: Políticas públicas e escolarização de alunos com deficiência. Florianópolis, p. 1-15, 2013.

GRAMSCI, A. Maquiavel, a política e o Estado moderno. 4. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980.

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. 6. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1988.

HADDAD, F. Transcrição do debate ocorrido com o Ministro da Educação, Fernando Haddad, na reunião extraordinária do CONADE, realizada no dia 05/09/2011. Reunião presidida pelo Vice-presidente do CONADE, Secretário Nacional de Promoção dos Direitos das Pessoas com Deficiência, Antônio José Ferreira. Disponível em: http://www.vilavelha.apaebrasil.org.br/noticia.phtml/40275. Acesso em: 04 abr. 2013.

IBGE. SIDRA. Sistema IBGE de Recuperação Automática. Brasília, 2012. Disponível em: http://www.sidra.ibge.gov.br. Acesso em: 18 mar. 2013.

LANNA JÚNIOR, M. C. M. (comp.) História do Movimento Político das Pessoas com Deficiência no Brasil. Brasília: Secretaria de Direitos Humanos. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, 2010.

LOBO, L. F. Os infames da história: pobres, escravos e deficientes no Brasil. Rio de Janeiro: Lamparina, 2008.

MACALLI, A. C.; SANTO, S. C.; SELINGARDI, S. A. O cenário da educação especial do campo: uma análise da realidade encontrada no contexto do assentamento Bela Vista, SP. In: III Encontro Interinstitucional de Pesquisa: Políticas públicas e escolarização de alunos com deficiência. Florianópolis, p. 1-21, 2013.

MANTOVANI, J. V.; PADILHA, A. O aluno com deficiência das comunidades remanescentes de quilombos: contribuições da perspectiva histórico-cultural para a compreensão dos indicadores educacionais. In: I Congresso Internacional sobre a Teoria Histórico-Cultural. 07 a 10 de agosto de 2012, UNESP: Marília, SP. 2012. ISSN: 2238-8737.

MARCOCCIA, P. C. P. Escolas Públicas do Campo: indagação sobre a Educação Especial na perspectiva da Inclusão Educacional. 2011. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Tuiuti do Paraná, 2011.

MESTRINER, M. L. O estado entre a filantropia e a assistência social. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

MOYSES, M. A. A.; COLLARES, C. A. L. Inteligência Abstraída, Crianças Silenciadas: as Avaliações de Inteligência. Psicologia USP (Impresso), v. 8, p. 63, 1997.

PATTO, M. H. S. A produção do fracasso escolar: histórias de submissão e rebeldia. 2. ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2001.

PIRES, N. Educação Especial em foco. Rio de Janeiro: Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais, 1974. 162 p.

ROMANELLI, O. O. História da Educação no Brasil (1930-1973). 21. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.

SÁ, M. A. Invisibilidade de crianças indígenas com deficiência: Reflexões necessárias In: V Congresso Brasileiro de Educação Especial. São Carlos, SP, 2012.

SAVIANI, D. Educação socialista, pedagogia histórico-crítica e os desafios da sociedade de classes. In: LOMBARDI, J. C.; SAVIANI, D. (orgs.) Marxismo e educação: debates contemporâneos. Campinas, SP: Autores Associados, 2005.

SAVIANI, D. História das idéias pedagógicas no Brasil. 3. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2010.

SIERRA, M. A.; BARROCO, S. M. S. O atendimento educacional à pessoa com deficiência e a importância da teoria vygotskiana: em defesa do início da formação social da mente da pessoa surdocega. 35a Reunião Anual da Anped, GT 20 – Psicologia da Educação. Porto de Galinhas, Pernambuco, 2012. Disponível em: www.anped.org.br. Acesso em: 22 mar. 2013.

VIGOTSKI, L. S. Fundamentos de defectologia. 2. ed. Cuba: Editorial Pueblo y Educación, 1995.

Como Citar
Caiado, K. R. M., & Gonçalves, T. G. G. L. (1). Educação especial em escolas do campo: análise de um município do estado de São Paulo. Revista HISTEDBR On-Line, 13(50), 179-193. https://doi.org/10.20396/rho.v13i50.8640301
Seção
Artigos