Materialismo histórico e pesquisa em fontes: contribuições para a história da educação

  • Leandro Turmena Instituto Federal do Paraná - Campus Palmas
Palavras-chave: Pesquisa. Materialismo histórico. Fontes. História da Educação

Resumo

O objetivo deste artigo é discutir a pesquisa em fontes e o método científico Materialismo Histórico. Tal temática se justifica pela necessidade de analisar, as fontes numa pesquisa sobre história da educação, tendo por base um aporte teórico, ou seja, um método científico de investigação. Assumindo a característica de pesquisa bibliográfica, o texto está organizado em duas partes. Primeiramente, a discussão sobre o método do Materialismo histórico e pesquisa em educação e, posteriormente, o estudo e apontamentos sobre pesquisa em fontes. Consideramos que as fontes de pesquisa devem ser analisadas em totalidade, ou seja, estudadas a partir das íntimas conexões (mediações), evidenciando as contradições, dos aspectos gerais/universais e particulares/singulares

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Turmena, Instituto Federal do Paraná - Campus Palmas

Graduado em Filosofia e Pedagogia. Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG, Doutorando em Educação na Universidade Estadual de Maringá – UEM e docente do Instituto Federal do Paraná – IFPR, Câmpus Palmas. Paraná, Brasil.

Referências

CASTANHO, Sérgio. Teoria da história e história da educação: por uma história cultural não culturalista. 1 ed. Campinas/SP: Autores Associados, 2010.

COSTA, Célio juvenal. Fontes Jesuíticas e a educação brasileira. In: COSTA, C. J.; PEREIRA MELO, J. J; FABIANO, L. H. (Orgs.) Fontes e métodos em história da educação. Dourados: UFGD, 2010. p. 193-214).

CURY, Carlos Roberto Jamil. Educação e contradição: elementos metodológicos para uma teoria crítica do fenômeno educativo. 6 ed. São Paulo: Cortez, 1995

HOBSBAWM, Eric. Sobre história. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

FRIGOTTO, Gaudêncio. O enfoque da dialética materialista histórica na pesquisa educacional. In: FAZENDA, I. (Org.) Metodologia da pesquisa educacional. 7 ed. v.11. São Paulo: Cortez, 2001. p. 69-90.

KUENZER, Acácia Zeneida. Desafios teórico-metodológicos da relação trabalho-educação e o papel social da escola. In: FRIGOTTO, G. (Org.). Educação e crise do trabalho: perspectives de final de século. Petrópolis: Vozes, 1998. p.55-75.

LOMBARDI, José Claudinei. História e historiografia da educação: atentando para as Fontes. In: LOMBARDI, J. C.; NASCIMENTO, M. I. M (Orgs.) Fontes, historia e historiografía da educação. Campinas/SP: Autores Associados: HISTEDBR; Curitiba/PR: Pontificia Universidade Católica do Paraná (PUCPR); Palmas/PR: Centro Universitario Diocesano do Sudoeste do Paraná (UNICS); Ponta Grossa/PR: Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), 2004. p. 141-176.

MARX, Karl. “Pósfácio à 2 Edição de O capital”. In: O capital. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

MARX, Karl. Contribuição à Crítica da Economia Política. São Paulo: Martins Fontes, 1987.

MARX, Karl. Introdução à Crítica da Economia Política. In: Os Pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 1996.

MARX, Karl. O capital: extratos por Paul Lafargue. São Paulo: Conrad Editora do Brasil, 2004.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Manifesto do Partido Comunista. São Paulo: Martin Claret, 2004.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã (Feuerbach). São Paulo: Hucitec, 1986.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

MELO, José Joaquim Pereira. Fontes e métodos: sua importancia na descoberta das heranças educacionais. In: COSTA, C. J.; PEREIRA MELO, J. J; FABIANO, L. H. (Orgs.) Fontes e métodos em história da educação. Dourados: UFGD, 2010. p. 193-214).

MIGUEL, Maria Elisabeth Blanck. Do levantamento de Fontes à construção da historiografía: uma tentativa de sistematização. In: LOMBARDI, J. C.; NASCIMENTO, M. I. M (Orgs.) Fontes, historia e historiografía da educação. Campinas/SP: Autores Associados:

HISTEDBR; Curitiba/PR: Pontificia Universidade Católica do Paraná (PUCPR); Palmas/PR: Centro Universitario Diocesano do Sudoeste do Paraná (UNICS); Ponta Grossa/PR: Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), 2004. p. 111-120.

MUNHOZ, Divanir Eulália Naréssi. Entre a universalidade da teoría e a singularidade dos fenómenos: enfrentando o sesafio de conhcer a realidade. Emancipação, Ponta Grossa/PR, v.06, n. 01, p. 25-40. 2006.

NOSELLA, Paolo; BUFFA, Ester. Instituições escolares: por que e como pesquisar. Campinas/SO: Alínea, 2009.

SANFELICE, José Luis. História das instituições escolares. In: NASCIMENTO, M. I. M.; LOMBARDI, J. C. e SANDANO, W. (Orgs.). Instituições escolares no Brasil: conceito e reconstrução histórica. Campinas/SP: Autores Associados, 2007.

SAVIANI, Dermeval. Educação: do senso comum à consciencia filosófica. 14 ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2002.

SAVIANI, Dermeval. Breves considerações sobre Fontes para a história da educação. In: LOMBARDI, J. C.; NASCIMENTO, M. I. M (Orgs.) Fontes, historia e historiografía da educação. Campinas/SP: Autores Associados: HISTEDBR; Curitiba/PR: Pontificia Universidade Católica do Paraná (PUCPR); Palmas/PR: Centro Universitario Diocesano do Sudoeste do Paraná (UNICS); Ponta Grossa/PR: Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), 2004. p. 03-12.

TOLEDO, Cesar de Alencar Arnaut de.; GIMENEZ, José Carlos. Educação e pesquisa: Fontes e documentos. In: CASIMIRO, A. P. B. S.; LOMBARDI, J.C; MAGALHÃES, L. D. R. (Orgs.) A pesquisa e a preservação de fontes para a educação, cultura e memoria. Campinas: Alínea, 2009, p. 109-125.

Publicado
2014-07-24
Como Citar
Turmena, L. (2014). Materialismo histórico e pesquisa em fontes: contribuições para a história da educação. Revista HISTEDBR On-Line, 14(59), 24-36. https://doi.org/10.20396/rho.v14i59.8640345
Seção
Artigos