Notas sobre a educação paraense na Segunda República

Autores

  • Alberto Damasceno Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v15i62.8640504

Palavras-chave:

Educação. Segunda República. Pará

Resumo

A partir da intervenção política levada a efeito a partir da Revolução de 30 no Estado do Pará sob a liderança de Magalhães Barata, é possível identificar um importante avanço no que se refere à oferta educacional nos seis primeiros anos do governo revolucionário, tanto quantitativamente como em termos de inovação pedagógica, a exemplo do uso do rádio e da implementação da Escola Nova. O aumento significativo das matrículas e da quantidade de estabelecimentos escolares não deixam dúvidas quanto à preocupação com a expansão das oportunidades de escolarização por parte do governo revolucionário. Entretanto, nossos estudos deixaram patente que esse processo desencadeado pela “nova ordem” republicana não apresentou em todos os momentos e lugares a marca da transformação social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alberto Damasceno, Universidade Federal do Pará

Arquiteto pela UFPA, Especialista em Educação e Problemas Regionais pela UFPA, Mestre em Educação Escolar Brasileira pela UFG, Doutor em Educação pela PUC/SP. Professor da Faculdade de Educação do Instituto de Ciências da Educação da UFPA. Pesquisador em História da Educação, educação em Direitos Humanos e Planejamento Educacional.

Referências

A Escola Normal e o Ensino Moderno. O ESTADO DO PARÁ: Belém, 26-5-1933. p. 2.

ALBUQUERQUE. Educação sexual e os jornalistas brasileiros. FOLHA DO NORTE: 29-01-1934.

BUFFA, Ester e NOSELLA, Paolo. A educação negada. São Paulo: Cortez, 1992.

CONCURSOS na Escola Normal. O Estado do Pará: Belém, 08-05-1937, p.2.

FOLHA do Norte, 29 de Janeiro de 1934.

FOLHA do Norte, 29 de Fevereiro de 1936.

FOLHA do Norte, 28 de Junho de 1937.

INSTRUCÇÃO Pública. O Estado do Pará: Belém, 09-04-1934. p, 14.

INSTRUCÇÃO Pública. O Estado do Pará: Belém, 09-04-1934. p, 16.

INSTRUCÇÃO Pública. O Estado do Pará: Belém, 09-04-1934. p, 18.

INSTRUCÇÃO Pública. O Estado do Pará: Belém, 09-04-1934. p, 20.

INSTRUCÇÃO Pública. O Estado do Pará: Belém, 09-04-1934. p, 22.

INSTRUCÇÃO Pública. O Estado do Pará: Belém, 09-04-1934. p, 24.

Movimento em prol da alfabetização. FOLHA DO NORTE. Belém, 28-06-1937, p.3.

NAGLE, J. Educação e sociedade na primeira república. São Paulo: EPU, 1976.

O ESTADO DO PARÁ, 14 de Maio de 1933.

O ESTADO DO PARÁ, 26 de Maio de 1933.

O ESTADO DO PARÁ, 10 de Agosto de 1933.

O ESTADO DO PARÁ, 9 de Abril de 1934.

O ESTADO DO PARÁ, 11 de Julho de 1934.

O ESTADO DO PARÁ, 14 de Julho de 1934.

O ESTADO DO PARÁ, 22 de Julho de 1934.

O ESTADO DO PARÁ, 22 de Agosto de 1934.

O ESTADO DO PARÁ, 18 de Outubro de 1934.

O ESTADO DO PARÁ, 8 de Maio de 1937.

PARÁ. Mensagem à Assembléia Legislativa: 1936-A.

PARÁ. Lei no 34, de 26 de Setembro de 1936: 1936-B.

PAIVA, V. Educação popular e educação de adultos. 5. ed. São Paulo: Loyola, 1987.

RODRIGUES, D. S. S. Pará/1935: um estudo sobre liderança e conflito. 124 f. 1979. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Universidade Cândido Mendes, Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1979.

ROMANELLI, O. O. História da educação no Brasil. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 1987.

Downloads

Publicado

2015-08-07

Como Citar

DAMASCENO, A. Notas sobre a educação paraense na Segunda República. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 15, n. 62, p. 229–241, 2015. DOI: 10.20396/rho.v15i62.8640504. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640504. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos