Banner Portal
A atuação jesuítica nas propostas de periodização dos manuais de história da educação brasileira
PDF

Palavras-chave

História da Educação. História da Educação Brasileira. Manuais. Periodização

Como Citar

RUCKSTADTER, Vanessa Campos Mariano; TOLEDO, Cezar de Alencar Arnaut de. A atuação jesuítica nas propostas de periodização dos manuais de história da educação brasileira. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 14, n. 60, p. 297–312, 2015. DOI: 10.20396/rho.v14i60.8640562. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640562. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

Este artigo apresenta uma análise comparativa das propostas de periodização da atuação jesuítica no Brasil apresentadas por três manuais de História da Educação Brasileira. Os manuais escolhidos são História da Educação no Brasil, da autora Otaíza Romanelli, História da Educação Brasileira, escrito por Maria Luiza Santos Ribeiro, ambos publicados em 1978, e História das Idéias Pedagógicas no Brasil (2007), de Dermeval Saviani. A escolha dos dois primeiros manuais se deve tanto ao número de reedições e ampla utilização nos cursos de Pedagogia há mais de três décadas, quanto à importância de sua publicação no final dos anos de 1970 no que concerne à ruptura com o modelo de periodização tradicional existente. O manual escrito por Saviani justifica-se por ser uma das obras mais atuais sobre História da Educação no Brasil. A discussão permeará uma análise do debate referente à relação entre História e História da Educação, especialmente sobre o estatuto científico da última.

https://doi.org/10.20396/rho.v14i60.8640562
PDF

Referências

ANDERSON, P. O fim da História: de Hegel a Fukuyama. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1992.

ARRIGHI, G. O Longo Século XX. São Paulo: UNESP, 1996.

BONTEMPI JUNIOR, B. A educação brasileira e a sua periodização”: vestígio de uma identidade disciplinar. In: Revista Brasileira de História da Educação. Campinas, n. 05, jan/jul. 2003, p. 43-68.

CARDOSO, C. F.; VAINFAS, R. (orgs.). Domínios da História: ensaios de teoria e metodologia. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

CARVALHO, Laerte Ramos. A educação brasileira e a sua periodização. In: Revista Brasileira de História da Educação. Campinas, n. 02, jul./dez. 2001, p. 137-152.

FRANCO, J. E. O mito dos jesuítas em Portugal. In: Revista Lusófona de Ciência das Religiões. Ano V, n. 9/10, 2006, p. 303-314.

FUKUYAMA, F. O fim da história e o último homem. Rio de Janeiro: Rocco, 1992.

LEITÃO, H.;FRANCO, J. E. (orgs.). Jesuítas, Ciência & Cultura no Portugal Moderno: obra selecta de Pe. João Pereira Gomes. Lisboa: Esfera do Caos, 2012.

HOBSBAWM, E. Sobre História: ensaios. 2a ed. São Paulo: Companhia da Letras, 1998.

HOBSBAWM, E. Era dos Extremos: o breve século XX. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

JORGE, M. Critica à periodização na história da educação brasileira. Tese (Educação) - Universidade Estadual de Campinas, 2003.

KUHN, T. A estrutura das revoluções científicas. 7.a ed. São Paulo: Perspectiva, 2003.

MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã. São Paulo: Boitempo, 2007.

LEONEL, Z. Tendência Atual da História da Educação. In: SCHELBAUER, A. R.;

LOMBARDI, J. C.; MACHADO, M. C. G. (orgs.). Educação em debate: perspectivas, abordagens e historiografia. Campinas: Autores Associados, 2006, p. 53-72.

MARCONDES, D. A crise de paradigmas e o surgimento da Modernidade. In:

BRANDÃO, Z. (org.) A crise dos paradigmas e a educação. 9a ed. São Paulo: Cortez, 2005, p. 16-32.

MÉSZÁROS, I. O desafio e o fardo do tempo histórico: o socialismo no século XXI. São Paulo: Boitempo, 2007.

NÓVOA, A. Apresentação. In: STEPHANOU, M.; BASTOS, M. H. C. (orgs.). História e memórias da educação no Brasil, vol. I. Petrópolis: Vozes, 2004, p. 9-13.

NUNES, A. D. Trabalhando com Arquivos em História da Educação. In: Anais do V Encontro Nacional do Grupo de Pesquisa “Educação, História e Cultura – Brasil – 1549-1759. Piracicaba: DEHSCUBRA, 2005.

RIBEIRO, M. L. S. História da educação brasileira: a organização escolar, 12a ed. Campinas, Autores Associados, 1992.

ROJAS, C. A. A. Uma história dos Annales (1921-2001). Maringá: EDUEM, 2004.

ROMANELLI, O de O. História da Educação no Brasil: 1930-1973. 8. ed. Petrópolis: Vozes, 1986.

RUCKSTADTER, V. C. M. Luis António Verney e o Projeto Pedagógico Modernizador do Reino Português: uma análise do Verdadeiro Método de Estudar (1746). 261 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Maringá. Maringá, 2012.

SANFELICE, J. L. Perspectivas atuais da História da Educação. In: SCHELBAUER, A. R.; LOMBARDI, J. C.; MACHADO, M. C. G. (orgs.). Educação em debate: perspectivas, abordagens e historiografia. Campinas: Autores Associados, 2006, p. 23-51-52.

SAVIANI, D. História da escola pública no Brasil: questões para pesquisa. In: LOMBARDI, J. C.; SAVIANI, D.; NASCIMENTO, M. I. M. (orgs.). A escola pública no Brasil. São Paulo: Autores Associados, 2005, p. 01-30.

SAVIANI, D. O debate teórico e metodológico no Campo da História e sua Importância para a Pesquisa Educacional. In: SAVIANI, D.; LOMBARDI, J. C.; SANFELICE, J. L. (orgs.). História e história da educação: o debate teórico-metodológico atual. 3a ed. Campinas: Autores Associados: HISTEDBR, 2006a, p. 7-15.

SAVIANI, D. Estágio atual e uma nova perspectiva para a História da Educação. In: SCHELBAUER, A. R.; LOMBARDI, J. C.; MACHADO, M. C. G. (orgs.). Educação em debate: perspectivas, abordagens e historiografia. Campinas: Autores Associados, 2006b, p. 09-21.

SAVIANI, D. História das idéias pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2008.

STEPHANOU, M.; BASTOS, M. H. C. Introdução. In: STEPHANOU, M.; BASTOS, M.H.C. (orgs.). História e memórias da educação no Brasil, vol. I. Petrópolis: Vozes, 2004. p. 15-18.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.