(Re)pensar a dimensão científica do conhecimento

Autores

  • José Barata-Moura Universidade de Lisboa

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v15i65.8642692

Palavras-chave:

Conhecimento. Dimensão científica. Crítica

Resumo

O artigo apresenta a conferência inaugural da “Primeira Semana Epistemológica”, proferida em 25 de Setembro de 2013 na Universidade 11 de Novembro – Cabinda, Angola, abordando o tema: “(Re) pensar a dimensão científica do conhecimento”. O autor manifesta interesse que sua fala, ao ser posta em confronto com a vossa experiência e com a vossa reflexão, tivesse o efeito de um despertador: acordar para a feitura de um caminho pensante. Assim, discute o tema a partir do seguinte problema: Tornar uma coisa “inteligível”, descortinando-lhe os sentidos (aqueles que em próprio possui, e os que lhe são atribuídos), veicula e vincula um esforço para penetrar nela, e nas suas molduras de enquadramento. Remete, incontornavelmente, para um trabalho (pensante) de lida com a complexidade do real. E toda a “aventura do conhecimento” tem precisamente a ver com isto: com a demanda de uma inteligibilidade que se busca. Inteligibilidade para a crítica radical da realidade, para compreender, nas suas raízes e no seu desenvolvimento, buscando “Compreender transformando; transformar compreendendo”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Barata-Moura, Universidade de Lisboa

Ex-reitor da Universidade de Lisboa

Downloads

Publicado

2015-12-14

Como Citar

BARATA-MOURA, J. (Re)pensar a dimensão científica do conhecimento. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 15, n. 65, p. 3–16, 2015. DOI: 10.20396/rho.v15i65.8642692. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8642692. Acesso em: 17 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos