Banner Portal
Educação, trabalho e novas tecnologias na educação a distância: uma reflexão crítica
PDF

Palavras-chave

Educação. Trabalho. Novas Tecnologias. Educação a Distância

Como Citar

MORAES, Raquel de Almeida. Educação, trabalho e novas tecnologias na educação a distância: uma reflexão crítica. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 15, n. 65, p. 103–112, 2015. DOI: 10.20396/rho.v15i65.8642699. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8642699. Acesso em: 20 abr. 2024.

Resumo

O artigo objetiva refletir sobre a relação educação, trabalho e novas tecnologias na educação a distância a partir da abordagem materialista histórico-dialético. Questiona que na sociedade capitalista a formação humana é voltada para atender aos interesses de formação da classe dominante e que na fase atual, onde predomina o capitalismo flexível e informacional, as novas tecnologias na educação a distância levam à alienação e à precarização do trabalho docente.

https://doi.org/10.20396/rho.v15i65.8642699
PDF

Referências

ANTUNES, R. Adeus ao Trabalho? Ensaio sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. São Paulo, Cortez, 1995.

BANCO MUNDIAL. Lifelong Learning in the Global Knowledge Economy. Washington: World Bank, 2003. Disponível em http://siteresources.worldbank.org/INTLL/Resources/Lifelong-Learning Learning-in-the-Global-Knowledge-Economy/frontmatter.pdf Acesso em 31/05/2013.

BANCO MUNDIAL. Knowledge Assessment Methodology, KAM. 12 Disponível, 2007. em: http://web.worldbank.org/WBSITE/EXTERNAL/WBI/WBIPROGRAMS/KFDLP/EXTUNIKAM/0,,menuPK:1414738~pagePK:64168427~piPK:64168435~theSitePK:1414721,00.html Acesso em 21/12/12.

BARRETO, R. G. Configuração da política nacional de formação de professores a distância. Em Aberto, Brasília, v. 23, n. 84, p. 33-45, nov. 2010.

BELLONI, M. L. Educação a Distância. Campinas:Autores Associados, 1999.

BRZEZINSKI. Z. The Grand Chessboard: American Primacy and Its Geostrategic Imperatives. New York, NY: BasicBooks, 1997.

DUPAS.G. Propriedade Intelectual: tensões entre a lógica do capital e os interesses sociais. In: VILLARES, F. (Org.). Propriedade Intelectual: tensões entre a lógica do capital e os interesses sociais. São Paulo: Paz e Terra, 2007, p.15-24. Disponível em http://fido.rockymedia.net/anthro/dupas.pdf Acesso em 21/2/12.

FEENBERG, A.A fábrica ou a cidade: qual o modelo de educação a distância via web? In: R. Neder (Org.). A teoria crítica de Andrew Feenberg: racionalização democrática, poder e tecnologia. Brasília: Observatório do Movimento Social na América Latina/CDS/UnB/Capes, 2010, p. 182-199.

FERRETI, C. et. Al. (Org.) Novas Tecnologias, Trabalho e Educação. Petrópolis:Vozes, 1994.

FRIGOTTO, G. et Al. Trabalho e Educação. Campinas: Papirus; Cedes; São Paulo: Ande; Anped, 1992.

FRIGOTTO, G. Educação e a Crise do Capitalismo Real. São Paulo: Cortez, 1995.

LACERDA SANTOS; G; MORAES; R. A. A educação na sociedade tecnológica. In: LACERDA SANTOS, G. (Org.). Tecnologias na educação e formação de professores. 1ed.Brasilia: Editora Plano, 2003, v. 1, p. 11-30.

LACERDA SANTOS; G; MORAES; R. A. A Educação na Sociedade Informacional: anotações provenientes de uma pesquisa de natureza filosófica. Filosofia e Educação, v. 6, p. 266-288, 2014.

LYOTARD, J.F. A Condição Pós - Moderna. São Paulo: Loyola, 1989.

HIRATA, H. Polarização das qualificações ao modelo da competência.In: FERRETI, Celso et. Al. (Org.) Novas Tecnologias, Trabalho e Educação. Petrópolis:Vozes, 1994.

MATTELART, A. História da Sociedade da Informação. São Paulo: Loyola, 2002.

MARX, K. Contribuição para a crítica da economia política. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

MORAES, R.A. Institucionalização da EaD nas IES públicas: uma perspectiva histórico - crítica e emancipadora. In: Daniel Mill; Nara Pimentel. (Org.) Educação a Distância: desafios contemporâneos . 1 ed. São Carlos: EdUFSCar, 2010, v. 1, p. 319 -349.

NOSELLA, P. Trabalho e Perspectivas de formação dos trabalhadores: para além da formação politécnica. Revista Brasileira de Educação, v. 12, p. 137-151, 2007.

SAVIANI, D. O trabalho como princípio educativo frente às novas tecnologias. In: FERRETI, C, et. Al. (Orgs.) Novas Tecnologias, Trabalho e Educação. Petrópolis:Vozes, 1994, p. 147-164.

SAVIANI, D. História das Idéias Pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2007.

TILLY, C. O acesso desigual ao conhecimento científico. Tradução de Alexandre Massella. Tempo Social, revista de sociologia da USP, v. 18, n. 2, p. 47-63, novembro 2006.

WILLIANS, R. Cultura e Materialismo. São Paulo: Editora Unesp, 2011.

WORLD TRADE ORGANIZTION (WTO). Council for Trade in Services Special Session. Communication from the United States: higher (tertiary) education, adult education and training. 2000. (S/CSS/W/23, 18 Dec. 2000). Disponível em: www.unesco.org/education/studyingabroad/highlights/global_forum/gats_he/us.pdf. Acesso em 31/05/2012

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.