A pedagogia tecnicista e a organização do sistema de ensino brasileiro

  • Andréa Villela Mafra da Silva Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Tecnicismo. Objetivação do trabalho pedagógico. Tecnologia educacional.

Resumo

Este texto apresenta as ideias básicas que constituem a pedagogia tecnicista com o objetivo de compreender o contexto em que essa tendência foi se delineando na organização do sistema de ensino brasileiro. Para tal, o texto mostra um breve retrospecto histórico do desenvolvimento do sistema capitalista com o objetivo de identificar os antecedentes históricos e as bases de sustentação teórica do modelo tecnicista de educação. Metodologicamente, foi utilizada a pesquisa bibliográfica. O referencial teórico tem aporte em autores como Libâneo (1982), Saviani (2007, 2008, 2010), dentre outros, que me auxiliaram na problematização do tema. Concluo que no modelo tecnicista de educação a exigência da produtividade, por intermédio da racionalização do sistema de ensino, propõe objetivos de ensino fragmentados. Há uma ênfase nos meios que passam a determinar os objetivos. Isto posto, há uma inversão no processo pedagógico, de modo que as técnicas determinam os fins. Em outros termos, ocorre uma mudança qualitativa na organização do trabalho pedagógico da escola, que passa a ter como base um ensino que busca resultado uniforme, com ênfase em métodos e técnicas de ensino e na valorização da utilização de manuais, livros didáticos, módulos de ensino e recursos audiovisuais. Este texto é parte da minha pesquisa de doutorado ainda em andamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréa Villela Mafra da Silva, Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro

Professora do Ensino Superior FAETEC / ISERJ. Doutoranda ProPEd / UERJ. 

Referências

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho. Ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 2009.

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à teoria geral da administração. São Paulo: McGraw-Hill, 2003.

DELORS, Jacques. Educação: um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. Brasília: MEC/UNESCO, 1996.

DREIFUSS, R. A. 1964 – A conquista do Estado – Ação política, poder e golpe de classes. Petrópolis: Vozes, 1981.

HOUSTON, R.W. (Org.). Exploring competency based education. California: McCutchan, 1974.

INSTITUTO DE PESQUISAS E ESTUDOS SOCIAIS (IPES). A educação que nos convém. Rio de Janeiro: APEC, 1969.

KUENZER, Acácia Z., MACHADO, Lucília R. de Souza. A pedagogia tecnicista ln: MELO, G. (org.). Escola Nova; tecnicismo na educação compensatória. São Paulo: Loyola, 1986.

KUENZER, Acácia. Exclusão includente e inclusão excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre educação e trabalho. In: SAVIANI, D.; SANFELICE, J.L.; LOMBARDI, J.C. (Org.). Capitalismo, trabalho e educação. 3. ed. Campinas: Autores Associados, 2005. p. 77-96.

LEHER, Roberto. Educação no governo Lula da Silva: Reformas sem projeto. Revista Adusp, São Paulo, p. 46-54, maio 2005.

LEHER, Roberto. Organização, estratégia política e o Plano Nacional de Educação. Texto base apresentado no curso de especialização do MST, organizado no Coletivo Candeeiro o Centro de Estudo, Pesquisa e Ação em Educação Popular – CEPAEP, Faculdade de Educação da USP, 27/11/2009.

LIBÂNEO, José Carlos. Saber, saber ser, saber fazer, o conteúdo do fazer pedagógico. Revista da ANDE, ano 1, 1982.

MANACORDA, Mario Alighiero. História da Educação: da antiguidade aos nossos dias. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1989.

MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos. São Paulo: ed. Boitempo, 2004. 176p. Disponível em: http://goo.gl/F0kM89 Acesso em 18 de janeiro de 2016.

MENEZES, Ebenezer Takuno de; SANTOS, Thais Helena dos. Verbete Projeto Saci. Dicionário Interativo da Educação Brasileira - Educabrasil. São Paulo: Midiamix, 2001. Disponível em: http://www.educabrasil.com.br/projeto-saci/. Acesso em 02 de jan. 2016.

NASCIMENTO E SILVA, L. G. Fundamentos para uma política educacional brasileira. In: IPES. A educação que nos convém. Rio de Janeiro: Apec, 1969.

PAIVA, Glycon. Apresentação. In: IPES. A educação que nos convém. Rio de Janeiro: Apec, 1969.

SAVIANI, Dermeval. História das ideias pedagógicas no Brasil. São Paulo: Autores Associados, 2007.

SAVIANI, Dermeval. A pedagogia no Brasil: história e teoria. Campinas, SP: Autores Associados, 2008.

SCHULTZ, Theodore W. Investment in Human Capital. The American Economic Review, p 1-17, 1961.

SILVA, João Carlos da. Utopia Positivista e instrução pública no Brasil. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n.16, p. 10 - 16, dez. 2004.

Publicado
2017-05-07
Como Citar
Silva, A. V. M. da. (2017). A pedagogia tecnicista e a organização do sistema de ensino brasileiro. Revista HISTEDBR On-Line, 16(70), 197-209. https://doi.org/10.20396/rho.v16i70.8644737
Seção
Artigos