O programa de qualidade da escola do Estado de São Paulo

Autores

  • Adriana de Castro Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
  • Roseli Esquerdo Lopes Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v16i70.8645340

Palavras-chave:

Educação. Políticas públicas. Escola pública. Programa de qualidade da escola.

Resumo

Em 2008, a Secretaria de Estado da Educação de São Paulo (SEE/SP) implantou o “Programa de Qualidade da Escola” (PQE) com a finalidade de avaliar cada escola por meio de metas anuais, pré-estabelecidas, com base em dois critérios: o fluxo escolar e o desempenho dos alunos no Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo. Este trabalho propõe-se a discutir o PQE, como um instrumento de melhoria da qualidade educacional, tendo como parâmetros os documentos oficiais, os dados de uma pesquisa empírica (abrangendo oito polos da SEE/SP e três escolas jurisdicionadas à Diretoria de Ensino Região de Pirassununga) e sua análise a partir do arcabouço teórico. Dentre suas principais conclusões, pode-se afirmar que fatores intra e extraescolares compõem a qualidade educacional, tanto para a SEE/SP, como para os sujeitos pesquisados. Apesar disso, a organização escolar enfatiza o produto sobre o processo educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana de Castro, Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

Doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2013). Supervisora de Ensino na Secretaria de Estado da Educação de São Paulo (SEE/SP).

Roseli Esquerdo Lopes, Universidade Federal de São Carlos

É Professora Titular do Departamento de Terapia Ocupacional, do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Possui Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1999).

Referências

AFONSO, A. J. Avaliação educacional: regulação e emancipação para uma sociologia das políticas avaliativas contemporâneas. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2009.

ANDRADE, E. C. School Accountability no Brasil: experiências e dificuldades. Revista de Economia Política. São Paulo, v. 28, n. 3 (111), p. 443-453, jul./set. 2008.

BONAMINO, A.; SOUSA, S. Z. Três gerações de avaliação da educação básica no Brasil: interfaces com o currículo da/na escola. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38. n. 2, p. 373-388, abr./jun. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v38n2/aopep633.pdf. Acesso em: 18 ago. 2015.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, de 5 de outubro de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em: 31 maio 2013.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm>. Acesso em: 31 maio 2013.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. IDEB 2011, Brasil continua a avançar. [2011]. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/portal-ideb/portal-ideb. Acesso em: 18 set. 2012.

BRASIL. Parecer CNE/CEB nº 8, de 5 de maio de 2010. Estabelece normas para aplicação do inciso IX do artigo 4º da Lei nº 9.396/96 (LDB), que trata dos padrões mínimos de qualidade de ensino para a Educação Básica pública. Disponível em: http://www.portal.mec.gov.br/índex.php?option=com_docman&task. Acesso em: 06 out. 2013.

BROOKE, N. O Futuro das políticas de responsabilização educacional no Brasil. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 36, n. 128, p. 377-401, maio/ago.2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/v36n128/v36n128a06.pdf. Acesso em: 30 ago. 2015.

BROOKE, N. Sobre a equidade e outros impactos dos incentivos monetários para professores. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 24, n. 55, p. 34-62, abr./ago.2013. Disponível em: http://www.fcc.org.br/pesquisa/publicacoes/eae/arquivos/1813/1813.pdf. Acesso em: 27 ago. 2015.

BUFFA, E. A questão das fontes de investigação em história da educação. In: Periódico do Mestrado em Educação da UCDB. Campo Grande, p. 79-86. jul./dez. 2001. (Série Estudos, n.12).

CASTRO, A. O Programa de Qualidade da Escola da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo: o texto e o contexto em três escolas da Diretoria de Ensino – Região de Pirassununga. 2013. 217 p. Tese (Doutorado em Educação), Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos: SP, 2013.

CASTRO, M. H. G. Sistemas Nacionais de Avaliação e de Informações Educacionais. São Paulo em Perspectiva. v. 14, n. 1, jan/mar 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo .php?script=sci_arttext&pid=s0120-88392000000100014. Acesso em: 28 maio 2009.

KRUPPA, S.M.P. O Banco Mundial e as políticas públicas de educação nos anos 90. In: 24ª Reunião anual da ANPED, 2001, Caxambú. Textos dos Trabalhos e Pôsteres da 24ª Reunião anual da ANPED, 2001. Disponível em: http://24reuniao.anped.org.br/tp.htm#gt5. Acesso em: 08 set. 2015.

NOSELLA, P. A atual política para a educação do estado de São Paulo e da União: a cultura do desempenho. Revista APASE. São Paulo, ano IX, n. 11, p. 29-38, 2010.

OLIVEIRA, R. V.; NOVAES, L. C. Os efeitos dos resultados da avaliação externa e dos índices de desempenho escolar sobre a gestão da escola e do trabalho pedagógico na rede estadual paulista. In: Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino – ENDIPE 16, 2012. Campinas. Anais do Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino – ENDIPE 16. UNICAMP; Junqueira & Marin Editores, 2012. Livro 1. p.503- 514.

PESTANA, M. I. G. S. Avaliação educacional: o sistema nacional de avaliação da educação básica. In: RICO, E. M. (Org.). Avaliação de políticas sociais: uma questão em debate. São Paulo: Cortez, 2009. p. 53-63.

SÃO PAULO (ESTADO). Secretaria de Estado da Educação. Resolução SE nº 27, de 29 de março de 1996. Dispõe sobre o Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo. Disponível em: http://siau.edunet.sp.gov.br/ItemLise/arquivos/27_1996.htm? Time=19/04/2016%2015:38:25Acesso em: 19 abr. 2016.

SÃO PAULO (ESTADO). Deliberação CEE nº 09, de 4 de agosto de 1997. Institui, no sistema de ensino do Estado de São Paulo, o regime de progressão continuada no ensino fundamental. Disponível em http://www.crmariocovas.sp.gov.br/pdf/ccs/Diretor2006/DiretorE_indicacao08_97_deliberação09_97.pdf. Acesso em: 18 abr. 2016.

SÃO PAULO (ESTADO). Programa Estadual de Educação. São Paulo, 2007a. Disponível em: http://www.saopaulo.sp.gov.br/acoes/educacao/metas/. Acesso em: 26 ago. 2007.

SÃO PAULO (ESTADO). Caderno do Programa de Qualidade da Escola. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2007b.

SÃO PAULO (ESTADO). Programa de Qualidade da Escola – Sumário Executivo. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2008a.

SÃO PAULO (ESTADO). Notícias. 2008b. Disponível em: http:www.educacao.sp.gov.br/noticias_%202008/2008_11_12.asp. Acesso em: 12 dez. 2008.

SÃO PAULO (ESTADO). Resolução SE nº 74, de 6 de novembro de 2008. [2008c]. Institui o Programa de Qualidade da Escola - PQE e o Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo – IDESP. Disponível em: http://www.educacao.sp.gov.br/lise/sislegis/detresol.asp?strAto= 200811060074. Acesso em: 06 out. 2013.

SÃO PAULO (ESTADO). Lei Complementar nº 1.078, de 17 de dezembro de 2008. Institui Bonificação por Resultados - BR, no âmbito da Secretaria da Educação [2008d]. Disponível em: http://www .al. sp.gov.br/repositorio/legislacao/lei.complementar/2008/lei.complementar-1078-17.12.2008. html. Acesso em: 19 abr. 2016.

SÃO PAULO (ESTADO). Matrizes de Referência para a Avaliação SARESP: documento básico. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2009.

SÃO PAULO (ESTADO). Programa de Qualidade da Escola – Nota Técnica. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010. Disponível em: http://www.educacao.sp.gov.br. Acesso em: 23 abr. 2010.

SÃO PAULO (ESTADO). Comunicado SE de 3 de abril de 2013. Assunto: Bonificação de Resultados – BR. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2013. 8 p.

SÃO PAULO (ESTADO). Programa de Qualidade da Escola – Nota Técnica. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2014. Disponível no endereço eletrônico: http://idesp.edunet.sp.gov. br/Arquivos/NotaTecnica2013.pdf. Acesso em: 09 fev. 2015.

SAVIANI, D. História das idéias pedagógicas no Brasil. 2. ed. rev. e ampl. Campinas, SP: Autores Associados, 2008. (Coleção memória da educação).

SILVA, M. A. Qualidade social da educação pública: algumas aproximações. Caderno CEDES, Campinas, v. 29, n. 78. maio/ago. 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo .php?script=sci_arttext&pid=s0101-32622009000200005. Acesso em: 11 maio 2011.

SOUZA, A. M. A relevância dos indicadores educacionais para a educação básica: informação e decisões. In: SOUZA, A. M. (Org.). Dimensões da avaliação educacional. Petrópolis/RJ: Vozes, 2005a. p. 90-109.

SOUZA, A. N. A política educacional do Banco Mundial. In: BETTENCOURT, A. B.; OLIVEIRA JUNIOR, W. M. Estudo, pensamento e criação. Campinas, SP: Graf. FE, 2005b. Livro II, p. 99-117.

TEIXEIRA, A. Esboço da educação de John Dewey. In: DEWEY, J. Vida e educação. São Paulo: Melhoramentos, 1954. p. 7-29.

ZANARDINI, J. B. Ontologia e avaliação da educação básica no Brasil (1990-2007). 2008. 208 p. Tese (Doutorado em Educação). Centro de Ciências da Educação. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis: SC, 2008.

Downloads

Publicado

2017-05-07

Como Citar

CASTRO, A. de; LOPES, R. E. O programa de qualidade da escola do Estado de São Paulo. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 16, n. 70, p. 299–318, 2017. DOI: 10.20396/rho.v16i70.8645340. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8645340. Acesso em: 25 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos