Banner Portal
Lições de um amigo: cartas de Drummond a Zila Mamede
PDF

Palavras-chave

Drummond. Zila Mamede. Formação. Escrita.

Como Citar

MACHADO, Charliton José dos Santos; NUNES, Maria Lúcia Silva; VASCONCELOS, Larissa Meira. Lições de um amigo: cartas de Drummond a Zila Mamede. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 18, n. 1, p. 107–122, 2018. DOI: 10.20396/rho.v18i1.8651679. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8651679. Acesso em: 27 maio. 2024.

Resumo

Este texto convida o leitor a mergulhar na leitura de cartas do poeta Carlos Drummond de Andrade para a também poeta paraibana Zila da Costa Mamede, entre os anos de 1953 e 1985. São dezenove missivas, onze bilhetes e um cartão acrescido de um telegrama. No contato e leitura dos 31 textos de correspondências, mais do que um movimento de voyeurismo com a escrita de dimensão individual e privada, buscou-se, neste estudo, compreender os elos da formação de uma escrita, tendo sido Drummond, certamente, ao lado de outros grandes nomes, personagem fundamental e decisivo nesse processo ao longo de três décadas.  

https://doi.org/10.20396/rho.v18i1.8651679
PDF

Referências

ALVES, A. Silêncio, mar. A poesia de Zila Mamede nos anos 50. Natal: Sebo Vermelho, 2006.

AQUINO, M. da G. (Org.). Cartas de Drummond a Zila Mamede. Natal: Sebo Vermelho, 2000.

BARMAN, R. J. Princesa Isabel do Brasil: gênero e poder no século XIX. Tradução Luiz Antônio Oliveira Araújo. São Paulo: Ed. da UNESP, 2005.

BOAVENTURA, C. T. Machado de Assis e José Veríssimo: aspectos da correspondência entre o escritor e o crítico. Teresa: Revista de Literatura Brasileira, São Paulo, n. 8/9. v. 34, p. 101-117, 2008. Revista do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo.

CAMARGO, M. R. R. M. de. Cartas adolescentes. Uma leitura e modos de ser... In: MIGNOT, A. C. V.; BASTOS, M. H. C.; CUNHA, M. T. S. (Org.). Refúgios do eu: educação, história, escrita autobiográfica. Florianópolis: Editora Mulheres, 2000.

CHARTIER, R. A história cultural: entre prática e representações. Tradução de Maria Manuela Galhardo. Lisboa: Difel, 1990.

FUKELMAN, C. Cartas na mesa: amizade e carreira literária em Clarice Lispector. In: FUKELMAN, C. (Org.). Eu assino embaixo: biografia, memória e cultura. Rio de janeiro: Ed. da Ed. UERJ, 2014. p. 136-158.

GALVÃO, C. Zila Mamede em sonhos navegando. Natal: Moura Ramos, 2005.

GALVÃO, W. N. “À margem da carta”. Teresa: Revista de Literatura Brasileira, São Paulo, n. 8/9, v. 34, p. 14-29, 2008. Revista do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo.

GOMES, A. de. C. (Org.). Escrita de si, escrita da história. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2005.

GONDRA, J. G. Ao correr da pena: reflexões relativas às cartas de professores do século XIX. In: MIGNOT, A. C. V.; CUNHA, M. T. S. (Org.). Práticas de memória docente. São Paulo: Cortez, 2003.

GOTLIB, N. B. Três cartas de Clarice Lispector: o imprevisto. CULT: Revista Brasileira de Cultura, ano 20, n. 229, p. 28-36, nov. 2017.

LE GOFF, J. A história nova. Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

LE GOFF, J. História e memória. Tradução de Bernardo Leitão. 5. ed. Campinas: Ed. da UNICAMP, 2003.

LUCAS, M. R. de. L.; RAMOS, F. R. L. (Org.). Correio literário: cartas de intelectuais no Brasil durante o século XX. Fortaleza: Editora Instituto Frei Tito de Alencar, 2013.

MACHADO, C. J. dos. S. Zila Mamede: trajetórias educativas e literárias. Campina Grande: Ed. da EDUEPB, 2010.

MAMEDE. Z. Exercício da palavra. Natal: Fundação José Augusto, 1975.

MAMEDE. Z. Luiz da Câmara Cascudo: 50 anos de vida intelectual. Natal: Fundação José Augusto; Nova Fronteira, 1970.

MAMEDE. Z. Memória viva de Zila Mamede. Natal: Editora Universitária, 1987.

MAMEDE. Z. Navegos. Belo Horizonte: Veja, 1978.

MAMEDE. Z. Respostas à entrevista de Racine Santos para Grande Ponto. Natal, s/d. (Mimeografado).

MARQUES, M. O. Escrever é preciso: o princípio da pesquisa. 2. ed. Ijuí: Ed. da UNIJUÍ, 1997.

MELO, P. de. T. C. de. Zila Mamede: itinerário e exercício da poesia. In: MAMEDE, Z. da. C. Navegos. Belo Horizonte: Veja, 1978.

PERROT, M. Minha história das mulheres. Tradução Angela M. S. Corrêa. São Paulo: Contexto, 2008.

SILVA, J. Q. G. S. Um estudo sobre o gênero carta pessoal: das práticas comunicativas aos indícios da interatividade na escrita dos textos. 2002. 209 f. Tese (Doutorado em Linguística) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, 2002.

VERONEZ, M. A escrita de si das missivas: reflexões historiográfica e literária. Linguagem: Estudos e Pesquisas, v. 19, n. 1, p. 199-209, jan./jun. 2015.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.