Banner Portal
Grupos escolares no Norte Pioneiro do Paraná (1910-1971)
PDF

Palavras-chave

Grupos escolares. Norte Pioneiro do Paraná. Fontes para a história da educação. Instrução primária. Século XX.

Como Citar

RUCKSTADTER, Flávio Massami Martins. Grupos escolares no Norte Pioneiro do Paraná (1910-1971). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 18, n. 2, p. 401–419, 2018. DOI: 10.20396/rho.v18i2.8652349. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8652349. Acesso em: 13 jul. 2024.

Resumo

Este texto analisa a criação de grupos escolares no Norte Pioneiro do Paraná entre os anos de 1910 e 1971. O recorte temporal considera como ponto de partida o ano de começo das obras de construção do primeiro edifício destinado a abrigar uma escola deste tipo na região (o Grupo Escolar Custódio Raposo, de Jacarezinho) e como marco final o ano de promulgação da lei federal n. 5692, que deu início à extinção dessas escolas em todo o território nacional. Com base em documentação disponível no Arquivo Público e nos Núcleos Regionais de Educação do Estado do Paraná, foi possível produzir um guia de grupos escolares existentes no período e das fontes disponíveis para seu estudo histórico. Neste texto, apresentamos estes dados de maneira contextualizada, o que implicou analisar a criação dos grupos escolares e, por conseguinte, a institucionalização da educação primária na região como resultados de um movimento que é regional, e por isso apresenta suas especificidades locais, mas que não deve ser compreendido de forma desarticulada do processo nacional de interiorização da educação, como expressão e parte de um projeto sustentado a partir de um discurso de progresso e modernização, típico do período em questão.

https://doi.org/10.20396/rho.v18i2.8652349
PDF

Referências

CARVALHO, M. M. C. A reforma Sampaio Dória, política e pedagogia: problematizando uma tradição interpretativa. In: MIGUEL, M. E. B.; VIDAL, D. G.; ARAÚJO, J. C. S. (Org.). Reformas educacionais: as manifestações da Escola Nova no Brasil (1920 a 1946). Campinas: Autores Associados; Uberlândia: EDUFU, 2011a. p. 5-30.

CARVALHO, M. M. C. Reformas da instrução pública. In: LOPES, E. M. T. et al. (Org.). 500 anos de educação no Brasil. 5. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011b. p. 225-254.

CASTRO, E. A. de. Arquitetura das escolas públicas no Paraná (1853-1955). 2010. 364 f. Tese (Doutorado em História) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2010.

MIGUEL, M. E. B. A reforma da escola nova no Paraná: as atuações de Lysímaco Ferreira da Costa e de Erasmo Pilotto. In: MIGUEL, M. E. B.; VIDAL, D. G.; ARAÚJO, J. C. S. (Org.). Reformas educacionais: as manifestações da escola nova no Brasil (1920 a 1946). Campinas: Autores Associados; Uberlândia: Ed. da EDUFU, 2011. p. 121-137.

MOTA, L. T. As guerras dos índios Kaingang: a história épica dos índios Kaingang no Paraná (1769-1924). Ed. ver. e amp. Maringá: Ed. da EDUEM, 2009.

NAGLE, J. Educação e sociedade na Primeira República. 3. ed. São Paulo: Ed. da USP, 2009.

PARANÁ (Estado). Código de Ensino de 1917. Curitiba: Tipografia da República, 1917a.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia da República, 1904.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia da República, 1909.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia da República, 1910.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia da República, 1911.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia da República, 1912.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia da República, 1917b.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia da República, 1920.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia da República, 1921.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia da República, 1923.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia da República, 1927.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia da República, 1928.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Tipografia do Diário Oficial, 1913.

PARANÁ (Estado). Mensagem de Governo. Curitiba: Typ. Da Livraria Econômica, 1905.

PARANÁ (Estado). Relatório da Secretaria de Estado dos Negócios do Interior, Justiça e Instrução Pública. Curitiba: Tipografia do Diário Oficial, 1915.

SAVIANI, D. O legado educacional do “breve século XIX” brasileiro. In: SAVIANI, D. et al. (Org.). O legado educacional do século XIX. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2006. p. 7-32.

SAVIANI, D. O legado educacional do “longo século XX” brasileiro. In: SAVIANI, D. et al. (Org.). O legado educacional do século XX no Brasil. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2014. p. 9-54.

SAVIANI, D. O local e o nacional na historiografia da educação brasileira. In: ROSÁRIO, M. J. A. do.; MELO, C. N. de.; LOMBARDI, J. C. (Org.) O nacional e o local na história da educação. Campinas: Alínea, 2012. p. 13-30.

SCHELBAUER, A. R. Da roça para a escola: institucionalização e expansão das escolas primárias rurais no Paraná. Revista História da Educação (online), Porto Alegre, v. 18, n. 43, p. 71-91, maio/ago. 2014. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/heduc/v18n43/05.pdf > Acesso em: 29 maio 2018.

SOUZA, J. V. de. Norte Pioneiro, Norte Velho: Siqueira Campos no cenário do Norte do Paraná. 21. ed. Curitiba: Imprensa Oficial, 2007.

SOUZA, R. F. de. Espaço da educação e da civilização: origens dos Grupos Escolares no Brasil. In: SAVIANI, D. et al. (Org.). O legado educacional do século XIX. 2. ed. rev. e amp. Campinas: Autores Associados, 2006. p. 33-84.

SOUZA, R. F. de. Lições da escola primária. In: SAVIANI, D. et al. (Org.). O legado educacional do século XX no Brasil. 3. ed. Campinas: Autores Associados, 2014. p. 101-152.

SOUZA, R. F. de. Prefácio. In: ARAÚJO, J. C. S. et al. (Org.). Grupos escolares na modernidade mineira: Triângulo e Alto Parnaíba. Campinas: Alínea, 2012.

TOMAZI, N. D. Norte do Paraná: história e fantasmagorias. 1997. Tese (Doutorado em História) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1997.

WACHOWICZ, R. C. Norte Velho, Norte Pioneiro. Curitiba: Vicentina, 1987.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.