Traduções, acervos e elaboração de material didático em contexto indígena

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/liames.v17i1.8648466

Palavras-chave:

Tradução. Acervos. Educação. Ticuna. Tikuna. Línguas indígenas.

Resumo

Tendo como referência o povo Ticuna (Tikuna) e sua língua, este artigo focaliza três lugares propiciadores de encontros na produção de sentidos: traduções, acervos e elaboração de material didático em contexto indígena. Na base da focalização efetuada está a preocupação com a aproximação, pela via dos sentidos, de um Outro cujas referências de representação são diferentes daquelas do analista e cuja língua materna apresenta características de superfície que se revelam como mais afastadas daquelas a que o analista sistematicamente recorre como parte de seu próprio universo linguístico primeiro. O artigo ensaia uma resposta para a questão da aproximação dos sentidos, chamando a atenção para a articulação da dimensão linguística com outras dimensões permeadas de sentidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marília Facó Soares, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora Titular de Linguística do Museu Nacional/UFRJ e Pesquisadora nível I-C do CNPq. Doutora na área de Linguística (UNICAMP, 1992), sua tese de doutorado versou sobre a língua Tikuna, que, falada pelo maior grupo indígena da Amazônia brasileira, possui também falantes no Peru e na Colômbia. Prossegue com suas investigações sobre essa língua e conhece línguas da família Tupi-Guarani, assim como línguas da família linguística Pano.

Referências

Campbell, Lyle (1997). American Indian languages: The historical linguistics of native America. Oxford: Oxford University Press.

Carvalho, Fernando Orphão de (2009). On the genetic kinship of the languages Tikúna and Yurí. Revista Brasileira de Linguística Antropológica 1(2): 247-268.

Faulhaber, Priscila. (org.) (2003). Magüta arü Inü. Jogo de Memória - Pensamento Magüta. 1 CD-Rom. Belém, Museu Goeldi/MCT.

Kaufman, Terrence (1994). The native languages of South America. In Christopher Moseley; Asher, R. E. (eds.). Atlas of the world’s languages, pp. 46-76. London: Routledge.

Liss, Margarida; Tasso, Ismara (2012). Bilinguismo e subjetivação do indígena no espaço escolar: difrações da contradição discursiva. In Pedro Navarrro; Sírio Possenti (orgs.). Estudos do texto e do discurso. Práticas discursivas na contemporaneidade, pp. 53-80. São Carlos: Pedro & João Editores.

Nimuendajú, Curt (1952). The Tukuna. University of California Publications in American Archeology and Ethnology, vol, 45: 1-209. Berkeley and Los Angeles: University of California Press.

Saramago, José (1998). Todos os nomes. São Paulo: Companhia das Letras.

Soares, Marília Facó (1991). Aspectos suprassegmentais e discurso em Tikuna. In Eni Orlandi (org.). Discurso indígena. A materialidade da língua e o movimento da identidade, pp. 45-138. Campinas: Editora da UNICAMP.

Soares, Marília Facó (2000). O suprassegmental em Tikuna e a teoria fonológica. Volume I: Investigação de aspectos da sintaxe Tikuna. Campinas: Editora da UNICAMP.

Soares, Marília Facó (2003a). Acervo etnológico e inventário lexical. In Priscila: Faulhaber (org.). Magüta arü Inü. Jogo de Memória - Pensamento Magüta. 1 CD-Rom. Belém, Museu Goeldi/ MCT.

Soares, Marília Facó (2003b). Galeria de palavras. In Priscila Faulhaber (org.). Magüta arü Inü. Jogo de Memória, Pensamento Magüta.1 CD-Rom. Belém, Museu Goeldi/ MCT.

Soares, Marília Facó (2008). Língua/linguagem e tradução cultural: algumas considerações a partir do universo Ticuna/ Language and cultural translation: some thoughts from the point of view of Ticuna universe. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, vol, 3: 51–63.

Soares, Marília Facó (2011). Diversidade de línguas no Brasil e políticas para acervos linguísticos. UniverSOS. Revista de Lenguas Indígenas y Universos Culturales 8: 69-185.

Soares, Marília Facó (2012). Som, significado e sentido: uma reflexão sobre acervos, fronteiras e construção de memórias a partir da pesquisa linguística. In Priscila Faulhaber; Heloísa Maria Bertol Domingues; Luiz C. Borges (orgs.). Ciências e fronteiras, pp. 329-346. Rio de Janeiro: Museu de Astronomia e Ciências Afins.

Soares, Marília Facó; Pinheiro, Pedro Inácio (Ngematücü); Carmo, Reinaldo Otaviano do (Mepawecü); Professores Ticunas (2014). Tchorü duü̃ü̃güca' tchanu. Minha luta pelo meu povo. Niterói: Editora da UFF.

Downloads

Publicado

2017-06-08

Como Citar

SOARES, M. F. Traduções, acervos e elaboração de material didático em contexto indígena. LIAMES: Línguas Indígenas Americanas, Campinas, SP, v. 17, n. 1, p. 159–175, 2017. DOI: 10.20396/liames.v17i1.8648466. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/liames/article/view/8648466. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

As línguas nas aldeias