Retenção da água da chuva pelo telhado verde com pré-moldado cimentício com EVA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/parc.v11i0.8651659

Palavras-chave:

Telhado verde, Água de chuva, Pré-moldados, Resíduos EVA, Agregados leves

Resumo

Os problemas de inundação nas vias urbanas, decorrentes da combinação da ocorrência de fortes chuvas e excesso de impermeabilização dos espaços urbanos, têm causado sérios prejuízos às cidades brasileiras. O telhado verde com sua capacidade de retenção da água de chuva é uma interessante alternativa para reduzir as descargas nos sistemas de drenagem urbana. No presente artigo, procura-se analisar o potencial de retenção dessas águas, a partir de um telhado verde, proposto com pré-moldados cimentícios com agregados leves de Etileno Vinila de Acetato (EVA), originados de resíduos da indústria de calçados. Para isso, foram comparados resultados a partir de monitoramentos dos volumes de chuvas sobre o telhado verde proposto e coberturas convencionais, todos instalados em protótipos. Adicionalmente, foi feita simulação para estimar a capacidade de retenção das águas de chuvas num cenário hipotético, no qual uma pequena parcela das coberturas das edificações da cidade fosse instalada o telhado verde proposto. A contribuição adicional na retenção das águas de chuvas devido à presença dos agregados leves nos módulos foi confirmada. Também foi demonstrada que a capacidade de retenção da água de chuva pelo telhado verde proposto pode variar entre 73,3% e 90,5%, conforme o solo esteja seco ou úmido, respectivamente. Os volumes de retenção estimados na simulação para a cidade podem ser de até 4 milhões de litros/dia na condição de solo seco no telhado verde, o que indica que, caso este tipo de cobertura seja incentivado nas edificações, há potencial para mitigar os problemas de enchentes nas vias da cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatyane Martins Mendonça, Secretaria de Estado da Educação da Paraíba

Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal da Paraíba. Mestre em Engenharia Civil e Ambiental pela Universidade Federal da Paraíba.

Aluísio Braz Melo, Universidade Federal da Paraíba

Doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais pela Universidade de São Paulo. Pós-Doutorado no Laboratório Nacional de Engenharia Civil - LNEC. Professor Associado da Universidade Federal da Paraíba.

Referências

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 12118: Blocos vazados de concreto simples para alvenaria — Métodos de ensaio. Rio de Janeiro, 2014. Disponível em: http://www.abntcatalogo.com.br/norma.aspx?ID=314197;

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15527: Água de chuva - Aproveitamento de coberturas em áreas urbanas para fins não potáveis – Requisitos - Rio de Janeiro, 2007. Disponível em: http://www.abntcatalogo.com.br/norma.aspx?ID=325;

BERARDI, Umberto; GHAFFARIANHOSEINI, Amir Hosein; GHAFFARIANHOSEINI, Ali. State-of-the-art analysis of the environmental benefits of green roofs. Applied Energy, v.115, p.411–428, feb. 2014. DOI:http://dx.doi.org/10.1016/j.apenergy.2013.10.047;

CASTLETON, H.F.; STOVIN, V.; BECK, S.B.M.; DAVISON, J.B. Green roofs; Building energy savings and the potential for retrofit. Energy and Buildings, v.42, Issue 10, p.1582-1591, oct. 2010. DOI:https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2010.05.004;

DEL BARRIO, E. P. Analysis of the green roofs cooling potential in buildings. Energy and Buildings, v.27, Issue 2, p.179-193, apr. 1998. DOI:https://doi.org/10.1016/S0378-7788(97)00029-7;

DENARDO, J.C., JARRETT, A.R., MANBECK, H.B., BEATTIE, D.J., BERGHAGE, R.D. Stormwater mitigation and surface temperature reduction by green roofs. Transactions of the American Society of Agricultural and Biological Engineers, v. 48, n. 4, p. 1491-1496, 2005. DOI:https://doi.org/10.13031/2013.19181. DOI: https://doi.org/10.13031/2013.19181

DINIZ, Júlio Mannuel Tavares. Variabilidade da precipitação e do número de dias com chuvas de duas cidades distintas da Paraíba. HOLOS. v.3, p. 171-180, jun. 2013. DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2013.1291 DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2013.1291

DUNNETT, N.; NAGASE, A.; HALLAM, A. The dynamics of planted and colonising species on a green roof over six growing seasons 2001-2006: Influence of substrate depth. Urban Ecosystems, v. 11, n. 4, p. 373-384, dec.2008. DOI:https://doi.org/10.1007/s11252-007-0042-7 DOI: https://doi.org/10.1007/s11252-007-0042-7

FERREIRA, C. A.; MORUZZI, R. B. Considerações sobre a aplicação do telhado verde para captação de água de chuva em sistemas de aproveitamento para fins não potáveis. In: ENCONTRO NACIONAL, 4; ENCONTRO LATINO-AMERICANO SOBRE EDIFICAÇÕES E COMUNIDADES SUSTENTÁVEIS, 2., 2007, Campo Grande. Anais [...]. Campo Grande: ELECS, 2007, p.1027-1036;

INMET. Instituto Nacional de Meteorologia. BDMEP. Banco de Dados Meteorológicos para Ensino e Pesquisa. Disponível em: http://www.inmet.gov.br/projetos/rede/pesquisa/. Acesso em 18 agosto 2016;

JAFFAL, I.; OULDBOUKHITINE, S.; BELARBI. R. A comprehensive study of the impact of green roofs on building energy performance. Renewable Energy, v.43, p. 157–164, jul. 2012. DOI:https://doi.org/10.1016/j.renene.2011.12.004 DOI: https://doi.org/10.1016/j.renene.2011.12.004

JOBIM, A. Diferentes tipos de telhados verdes no controle quantitativo da água pluvial. 2013, 75f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2013.

KÖHLER, M. Long-Term Vegetation Research on Two Extensive Green Roofs in Berlin. Urban Habitats. v.4, n. 1, p. 3-26. dec. 2006.

KÖHLER, M., POLL, P.H. Long-term performance of selected old Berlin greenroofs in comparison to younger extensive greenroofs in Berlin. Ecological Engineering, v.36, n. 5, p. 722-729, 2010. DOI:https://doi.org/10.1016/j.ecoleng.2009.12.019 DOI: https://doi.org/10.1016/j.ecoleng.2009.12.019

MENDONÇA, Tatyane Nadja Martins de. Telhado verde extensivo em pré-moldado de concreto EVA (Acetato Etil Vinila). 2015, 210f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental, Universidade federal da Paraíba, João Pessoa, 2015;

MENDONÇA, Tatyane Nadja Martins; MELO, Aluísio Braz de. Telhado verde modular extensivo: biodiversidade e adaptação das plantas aos Blocos TEVA. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 8, n. 2, p. 117-126, jun. 2017. DOI:http://dx.doi.org/10.20396/parc.v8i2.8649606 DOI: https://doi.org/10.20396/parc.v8i2.8649606

MENTENS, J., RAES, D., HERMY, M. Green roofs as a tool for solving the rainwater runoff problem in the urbanized 21st century? Landscape and Urban Planning, v. 77, n. 3, p. 217-226, aug. 2006. DOI:https://doi.org/10.1016/j.landurbplan.2005.02.010 DOI: https://doi.org/10.1016/j.landurbplan.2005.02.010

NIU, H.; CLARK, C.; ZHOU J.; ADRIAENS, P. Scaling of economic benefits from green roof implementation in Washington, DC. Environmental Science & Technology, v. 44, n. 11, p. 4302-4308, apr. 2010. DOI:https://doi.org/10.1021/es902456x DOI: https://doi.org/10.1021/es902456x

OBERNDORFER, E; LUNDHOLM, J; BASS, B; COFFMAN, R.R; DOSHI, H; DUNNETT, N; GAFFIN, S; KÖHLER, M; LIU, K.K.Y; ROWE, B. Green roofs as urban ecosystems: ecological structures, functions, and services. BioScience, v.57, n.10, p. 823–833, nov. 2007. DOI:https://doi.org/10.1641/B571005 DOI: https://doi.org/10.1641/B571005

OHNUMA, A. A. Medidas não convencionais de reservatório d’água e controle da polução hídrica em lotes domiciliares. 2008. 306f. Tese (Doutorado em Ciências da Engenharia Ambiental) - Escola de Engenharia de São Carlos. São Paulo, 2008;

OULDBOUKHITINE, S. E.; BELARBI, R.; JAFFAL, I.; TRABELSI, A. Assessment of green roof thermal behavior: A coupled heat and mass transfer model. Building and Environment, v.46, n. 12, p. 2624-2631, dec. 2011. DOI:https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2011.06.021 DOI: https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2011.06.021

RIBEIRO, C. A. M. Atualização e aprofundamento do mapa de análises climáticas do município de João Pessoa – Paraíba. 2013. 157f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo. Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2013;

TASSI, Rutinéia et al . Telhado verde: uma alternativa sustentável para a gestão das águas pluviais. Ambient. constr., Porto Alegre , v. 14, n. 1, p. 139-154, Mar. 2014 . DOI: https://doi.org/10.1590/S1678-86212014000100012. DOI: https://doi.org/10.1590/S1678-86212014000100012

THEODOSIOU, T.G. Summer period analysis of the performance of a planted roof as a passive cooling technique. Energy and Buildings, v.35, n. 9, p. 909-917, oct. 2003. DOI:https://doi.org/10.1016/S0378-7788(03)00023-9. DOI: https://doi.org/10.1016/S0378-7788(03)00023-9

TONIETTO, R.; FANT, J.; ASCHER, J.; ELLIS, K.; LARKIN, D. A comparison of bee communities of Chicago green roofs, parks and prairies. Landscape and Urban Planning, v.103, Issue 1, p. 102-108, oct. 2011. DOI:https://doi.org/10.1016/j.landurbplan.2011.07.004 DOI: https://doi.org/10.1016/j.landurbplan.2011.07.004

VAN WOERT, N.D.; ROWE, D.B.; ANDRESEN, J.A.; RUGH, C.L.; FERNANDEZ, R.T.; XIAO, L. Green roof storm water retention: Effects of roof surface, slope, and media depth. Journal of Environmental Quality, v.34, n.3, p. 1036-1044, may 2005. DOI:https://doi.org/10.2134/jeq2004.0364;

VECCHIA, F. Cobertura Verde Leve (CVL): Ensaio Experimental. In: ENCONTRO NACIONAL DE CONFORTO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO (ENCAC), 6; ENCONTRO LATINO-AMERICANO SOBRE CONFORTO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 4., Maceió. Anais [...]. Maceió: ANTAC, 2005;

WILLIAMS, N.S.G.; RAYNER, J.P.; RAYNOR, K.J. Green roofs for a wide brown land: opportunities and barriers for rooftop greening in Australia. Urban Forest & Urban Green, v.9, Issue 3, p. 245–251, 2010. DOI:https://doi.org/10.1016/j.ufug.2010.01.005. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ufug.2010.01.005

Downloads

Publicado

2020-05-29

Como Citar

MENDONÇA, T. M.; MELO, A. B. Retenção da água da chuva pelo telhado verde com pré-moldado cimentício com EVA. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 11, p. e020007, 2020. DOI: 10.20396/parc.v11i0.8651659. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8651659. Acesso em: 6 out. 2022.