Banner Portal
Foucault educador: uma arte da escrita e um modelo de autoformação
Remote

Palavras-chave

Autoformação. Generosidade. Virtude. Aplicação. Reflexão. Postura.

Como Citar

VINCENT, Hubert. Foucault educador: uma arte da escrita e um modelo de autoformação. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 25, n. 2, p. 23–46, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8642450. Acesso em: 18 jul. 2024.

Resumo

A preocupação em homenagear Michel Foucault, tanto sua pessoa quanto sua obra, pode enveredar por inúmeras vias. Eu, aqui, me ative a duas. A primeira concerne ao próprio estilo de Foucault, mais especificamente seu estilo de exposição. Foucault me parece ter, especialmente em seus cursos no Collège de France, uma escrita ou estilo de exposição muito generoso. Procurei apreender essa generosidade e seus traços constitutivos. A segunda via concerne a um problema ou uma noção: a autoformação ou a prática da autoformação. Sobre ela, as análises efetuadas por Foucault acerca de certas técnicas de leitura e escrita herdadas da filosofia helenística podem, me parece, lançar uma luz original.

Abstract

To make homage to the person and to the work of M. Foucault, we can take several ways. This paper elects two. The first way concerns Foucault’s style, his exposure style, precisely. Foucault seems to have a very generous writing style and, especially in his lectures at the Collège de France, a generous style of exposure. This paper intent to recapture that generosity and its components. The second way concerns a problem or a concept, the self-formation or the self-formation practices. Foucault’s analysis of certain reading technics and writing technics of the Hellenistic philosophy tradition seems to throw in it an original and unique light.

Keywords Self-formation, generosity, virtue, application, reflection, posture.

Remote

Referências

BROUSSEAU, Guy. Fondements et méthodes de la didactique des mathématiques. Recherches en didactique des Mathématiques – La pensée sauvage, Grenoble, v. 7, n. 2, p. 33-115, 1986.

CLOT, Yves. Le travail sans l’homme. Paris: La découverte, 1998.

FOUCAULT, Michel. Dits et Ecrits, tome 2. Paris: Gallimard, 2001.(Collection Quarto).

LAHIRE, Bernard. Du rôle des configurations familiales dans la “réussite” ou l’“échec” scolaire en lecture. Le français aujourd’hui, Paris, n. 111, p. 36-43,1995.

PLATON. Le sophiste. Paris: Flammarion, 2006.

SCHÖN, Donald. Le praticien réflexif. Montréal: Editions logiques, 1993.

SENNET, Richard. Ce que sait la main. Paris: Albin Michel, 2010.

Proposições utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.