Os elos entre a filosofia e a educação no pensamento de Theodor W. Adorno

Autores

Palavras-chave:

Theodor W. Adorno. Crise da formação humana. Educação política. Filosofia da educação

Resumo

Este artigo aborda as relações entre a filosofia e a educação no pensamento de Theodor Adorno. A partir da reflexão elaborada pelo frankfurtiano acerca da relação entre teoria e práxis, procuramos compreender o papel político conferido às suas concep- ções de filosofia e de formação humana e discutir os seus limites e possibilidades no presente. Para tanto, elegemos como objeto de análise as conferências pronunciadas pelo autor e os artigos que escreveu sobre o assunto, entre 1959 e 1969, com o objetivo de recuperar os possíveis nexos teóricos entre filosofia e educação em sua obra e o significado que seu pensamento crítico e sua concepção de educação política assumiram nesse contexto; e de discutir sua eventual atualidade. Pretendemos, assim, reconstituir a reflexão de Adorno sobre o tema, compreendendo o seu significado em seu projeto filosófico, de modo a vislumbrar a face filosófica educacional de seu pensamento crítico.

Abstract

This article discusses the relationship between philosophy and education in Theodor Adorno’s ideas. From the reflection about the relation between theory and praxis in his thoughts, we seek to understand the political role within his conceptions of philosophy and human formation and discuss limits and possibilities in the present. To this end, we selected for our object of analysis the conferences given by the author and articles he wrote on the subject, between 1959 and 1969, so as to recover the possible nexus between philosophy and theoretical education in his work, the meaning that his critical thinking and his conception of political education has taken in this context and to discuss how relevant this is nowadays. We therefore intend to reconstitute Adorno’s reflection on the topicand understand its meaning in his philosophical project in order to see the educational philosophical aspect in his critical thinking.

Key words Theodor W. Adorno. Crisis of human formation. Political education. Philosophy of education

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Angelo Pagni, Universidade Estadual Paulista

possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1987), mestrado em História e Filosofia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1994), doutorado em Educação (1999) e Livre-docência em Filosofia da Educação (2011) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Referências

ADORNO, T. W. Dialética negativa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.

ADORNO, T. W. Educação e emancipação. São Paulo: Paz e Terra, 1995a.

ADORNO, T. W. Palavras e sinais. Petrópolis: Vozes, 1995b.

ADORNO, T. W. Para qué aún la filosofía? In: ADORNO, T. W. Intervenciones. Caracas: Monte Ávila, 1969. p. 9-24.

ADORNO, T. W. Teoria da semicultura. Educação & Sociedade, Campinas, ano XVII, n. 56, p. 388-411, dez. 1996. Papirus.

ADORNO, T. W. Terminológía filosófica I. Madrid: Taurus, 1983.

ADORNO, T. W. Trés estudios sobre Hegel. Madrid: Taurus, 1991.

ADORNO, T. W.; HORKHEIMER, M. Dialética do esclarecimento. 2.ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1986.

BANNELL, R. I. Habermas e a Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

BOUFLEUER, J. P. Pedagogia da ação comunicativa: uma leitura de Habermas. Ijuí: Editora Unijuí, 1997.

DUARTE, R. A. P. Mímesis e racionalidade: a concepção de ‘domínio da natureza’ em Theodor W. Adorno. São Paulo: Loyola, 1993.

FREITAG, B. Teoria Crítica: ontem e hoje. São Paulo: Brasiliense, 1986.

GAGNEBIN, J. M. História e narração em W. Benjamin. São Paulo: Perspectiva, 1994.

GOERGEN, P. L. A crítica da modernidade e a Educação. Pro-Posições – Faculdade de Educação da Unicamp, Campinas, v. 7, n. 2 [20], p. 5-28, jul. 1996.

GOERGEN, P. L. Filosofia da Educação entre a integração e a emancipação. In: SEVERINO, A. J.; ALMEIDA, C. R. S.; LORIERI, M. A. (Org.). Perspectivas da Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 2011. p. 135-149.

GONÇALVES, M.A.S. Teoria da ação comunicativa de Habermas: possibilidades de uma ação educativa de cunho interdisciplinar na escola. Educação & Sociedade, Campinas, v. 20, n. 66, p. 125-140, abr. 1999.

HABERMAS, J. Theodor Adorno – Pré-história da subjetividade e auto-afirmação selvagem. In: FREITAG, B.; ROUANET, S. P. (Org.) Habermas. 3. ed. São Paulo: Ática, 1993. p. 139-50. (Coleção Grandes Cientistas Sociais, v. 5).

HERMANN, N. Educação e racionalidade: conexões e possibilidades de uma razão comunicativa na escola. Porto Alegre: EDPUCRS, 1996. (Coleção Filosofia, v. 36).

LOUREIRO, I. M. (Org.). Herbert Marcuse: a grande recusa hoje. Petrópolis: Vozes, 1999.

MARCUSE, H. As últimas cartas. In: LOUREIRO, I. M. (Org.). Herbert Marcuse: a grande recusa hoje. Petrópolis: Vozes, 1999. p. 87-102.

MARKERT, W. L. Teoria Crítica e teoria educacional, Educação & Sociedade – CEDES, Campinas, v. 3, n. 40, p. 402-418, 1992.

MATOS, O. F. C. Os arcanos do inteiramente outro: a Escola de Frankfurt, a melancolia e a revolução. São Paulo: Brasiliense, 1989.

PAGNI, P. A. Crítica, Aufklärung e Educação: considerações a partir de Foucault e Adorno. In: BUENO, S. F. (Org.). Teoria Crítica e sociedade contemporânea. São Paulo: Editora UNESP, 2009a. p. 225-244.

PAGNI, P. A. Da polêmica sobre a pós-modernidade aos ‘desafios’ lyotardianos. Educação e Pesquisa–USP, São Paulo, v. 32, p. 567-588, 2006a.

PAGNI, P. A. Dimensão estética, linguagem e comunicação na experiência educativa: divergências entre Dewey e Adorno. Educação e Filosofia – UFU, Uberlândia, v. 23, p. 169-188, 2009b.

PAGNI, P. A. O filosofar na arte de educar entre o corpo e a infância: considerações a partir de Adorno e Lyotard. Childhood & Philosophy, Montclair (USA); Rio de Janeiro: UM/UERJ, v. 1, n. 1, p. 3, 2005.

PAGNI, P. A. O problema do corpo na Educação contemporânea: paralelos entre Foucault e Adorno. Itinerários de Filosofia da Educação – GFE, Porto, v. 4, p. 175-192, 2006b.

PAGNI, P. A.; SILVA, D. J. A crítica à cultura e os desafios da educação após Auschwitz: uma leitura a partir da Teoria Crítica da Escola de Frankfurt. In: PAGNI, P. A.; SILVA, D.

J. (Org.). Introdução à Filosofia da Educação: temas contemporâneos e história. São Paulo: Avercamp, 2007. p. 216-242.

PETRY, F. B. Filosofia como formação: seu ensino no pensamento de Theodor W. Adorno.

Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2011.

PUCCI, B. Filosofia da Educação: para quê? Perspectiva – Revista do Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, v.16, n. 29, p. 23-44, jan./jun. 1998.

PUCCI, B. (Org.). Teoria Crítica e Educação: a questão da formação cultural na Escola de Frankfurt. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

PUCCI, B.; ALMEIDA, J.; LASTÓRIA, L. A. C. N. (Org.). Experiência formativa e emancipação. São Paulo: Nankin, 2009.

PUCCI, B.; GORGEN, P.; FRANCO, R. B. (Org.). Dialética negativa, Estética e Educação. Campinas: Alínea, 2007.

PUCCI, B.; LASTÓRIA, L. A. C. N.; COSTA, B. C. G. (Org.). Teoria Crítica, Ética e Educa- ção. Piracicaba: Editora da UNIMEP; Campinas: Autores Associados, 2001.

PUCCI, B.; OLIVEIRA, N. R.; ZUIN, A. A. S. Adorno: o poder educativo do pensamento crítico. Petrópolis: Vozes, 2000.

PUCCI, B.; OLIVEIRA, N. R.; ZUIN, A. A. S. (Org.). A educação danificada: contribuições à Teoria Crítica da Educação. Petrópolis: Vozes; São Carlos: EDUFSCAR, 1998.

PUCCI, B.; OLIVEIRA, N. R.; ZUIN, A. A. S. Teoria Crítica, Estética e Educação. Piracicaba: Editora da UNIMEP; Campinas: Autores Associados, 2001.

ROUANET, S. P. As razões do Iluminismo. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

Downloads

Publicado

2016-01-11

Como Citar

PAGNI, P. A. Os elos entre a filosofia e a educação no pensamento de Theodor W. Adorno. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 23, n. 3, p. 133–157, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8642840. Acesso em: 3 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos