Apresentação Interlocução possível: arte e ciência na educação da pequena infância

Autores

  • Marcia Gobbi Universidade de São Paulo
  • Sandra Richter Universidade de Santa Cruz do Su

Resumo

Meninos e meninas, desde que nascem, arranjam e desarranjam o mundo para conhecê-lo de diferentes maneiras. Nesse processo, simultaneamente poético e científico, de aprender o humano poder de projetar e criar coisas e significados, inventam e reinventam formas de relacionar-se com os outros, bem como modos de criar elementos de cultura, em contextos diversos nos quais estão imersos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Gobbi, Universidade de São Paulo

Possui graduação e licenciatura em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1992), mestrado em Educação, na área de Ciências Sociais, Cultura e Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1997) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2004). Atualmente é professora doutora da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Educação Infantil e ensino de sociologia. atuando principalmente nos seguintes temas: educação infantil e infância, fotografia e desenho de crianças pequenas e ensino de sociologia

Referências

ANDRADE, M. de. Cartas a Anita Malfatti. São Paulo: Forense Universitária, 1998.

NISBET, Robert. A sociologia como uma forma de arte. Revista Plural — Faculdade de Sociologia da USP, São Paulo, p.111-130. 1º sem. 2000.

READ, H. A educação pela arte. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

Downloads

Publicado

2016-02-12

Como Citar

GOBBI, M.; RICHTER, S. Apresentação Interlocução possível: arte e ciência na educação da pequena infância. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 22, n. 2, p. 15–20, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643257. Acesso em: 31 jan. 2023.

Edição

Seção

Dossiê