Banner Portal
As di-versões visíveis das imagens infantis
Remote

Palavras-chave

Desenhos. Infâncias. Metáfora visual. Arte

Como Citar

STACCIOLI, Gianfranco. As di-versões visíveis das imagens infantis. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 22, n. 2, p. 21–37, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643258. Acesso em: 15 jul. 2024.

Resumo

No presente artigo desenvolvem-se análises sobre a complexidade da representação gráfica pelas crianças, em especial as pequenas. Os desenhos de meninos e meninas são abordados em sua riqueza como metáforas visuais que propõem a curiosidade, a indagação, diferentes formas de compreensão e relação com os traçados, com suas cores e formas. Consideram-se diferentes elementos que, entrelaçados, dão a conhecer os meninos e meninas desenhistas e seus desenhos de modo abrangente. Propõe a todos que entrem em contato com os desenhos que não pr ocurem respostas apressadas, mas que diante deles, é preciso pensar, num tempo mais lento em que a reflexão e o estar junto sejam contemplados.

Abstract:

In the present article analyses are carried out regarding the complex graphic representations made by children, especially the small ones. The boys and girls’ drawings are analysed in their richness as visual metaphors which propose curiosity, questioning, different ways of understanding and the relationship with the traces and their colors and shapes. Distinct elements are considered which, intertwinned, reveal the young designers and their drawings comprehensively. It proposes all the ones who are in contact with the drawings not to look for fast answers, but faced by them to think, more slowly, for the reflection and this closeness to be contemplated.

Key words: Drawings. Childhoods. Visual metaphor. Art

Remote

Proposições utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.