Banner Portal
Mimesis e rememoração da natureza no sujeito em Theodor W. Adorno: para pensar a educação do corpo na escola
Remote

Palavras-chave

Educação do corpo. Rememoração da natureza. Mimesis

Como Citar

JAISON JOSÉ BASSANI, Jaison José; VAZ, Alexandre Fernandez. Mimesis e rememoração da natureza no sujeito em Theodor W. Adorno: para pensar a educação do corpo na escola. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 22, n. 1, p. 151–165, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643285. Acesso em: 23 maio. 2024.

Resumo

A partir das contribuições da Teoria Crítica da Sociedade, de Theodor W. Adorno, o presente trabalho dedica-se a uma reflexão epistemológica e pedagógica sobre o tema do corpo e suas expressões, em especial no que se refere a dois de seus motivos originais: a questão da mimesis e a da rememoração da natureza no sujeito. Como resultado, destaca-se a posição dialética que o corpo ocupa no processo de esquecimento e denegação da natureza no sujeito, na medida em que, se a ideia de natureza e da memória do sujeito em relação a ela é expressão de uma subjetividade incerta e petrificada, por outro lado, no entanto, a partir da valorização do comportamento mimético no âmbito das práticas corporais, constitui-se a possibilidade de resistência aos imperativos da racionalidade instrumental

Abstract: Based on the contributions from the Critical Theory of Society of Theodor W. Adorno, this paper makes an epistemological and pedagogical reflection on body and its expressions, specially on two original forces: mimesis and remembrance of nature in the subject. The body finds a dialectical place in the process of forgetting and refusing nature in the subject. If nature and the subject’s memory are an expression of an uncertain and stoned subjectivity, mimetic behavior in corporal practices is however a possibility or resistance against instrumental rationality.

Key words: Body education. Nature remembrance. Mimesis

Remote

Referências

ADORNO, T. W. Gesammelte Schriften. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1986; Berlin: Directmedia, 2003. (Digitale Bibliothek Band 97).

ADORNO, T. W. Teoria estética. Trad. Artur Morão. Lisboa: Edições 70, 1988.

ADORNO, T. W. Actualidad de la Filosofia. Trad. José Luis Arantegui Tamayo. Barcelona: Paidós, 1991a.

ADORNO, T. W. Os pensadores (Adorno e Horkheimer). São Paulo: Abril Cultural, 1991b.

ADORNO, T. W. Minima Moralia: reflexões a partir da vida danificada. Trad. de Luiz Eduardo Bicca. 2. ed. São Paulo: Ática, 1993.

ADORNO, T. W. Educação e emancipação. Trad. Wolfgang Leo Maar. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995a.

ADORNO, T. W. Palavras e sinais: modelos críticos 2. Trad. Maria Helena Ruschel. Petrópolis: Vozes, 1995b.

ADORNO, T. W. Teoría estética. Trad. Jorge Navarro Pérez. In: ADORNO, T. W. Obra completa. Madrid: Akal, 2004. v. 7.

ADORNO, T. W. Dialética negativa. Trad. Marco Antonio Casanova. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.

AGAMBEN, G. O príncipe e o sapo: o problema do método em Adorno e Benjamin. In: AGAMBEN, G. Infância e história: destruição da experiência e origem da história. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2005. p. 129-149.

ALVES JÚNIOR, D. G. Reconciliação e rememoração da natureza no sujeito: Adorno e a questão da possibilidade da filosofia. Educação e Filosofia, v. 15, n. 30, p.117-130, jul./dez. 2001.

BASSANI, J. J.; TORRI, D.; VAZ, A. F. Sobre a presença do esporte na escola: paradoxos e ambigüidades. Movimento, Porto Alegre, v. 9, n. 2, p. 89-112, maio/ago. 2003.

BASSANI, J. J.; VAZ, A. F. Comentários sobre a educação do corpo nos “textos pedagógicos” de Theodor W. Adorno. Perspectiva, Florianópolis, v. 21, n. 1, p. 13-37, jan./jun. 2003.

BASSANI, J. J.; VAZ, A. F. Técnica, corpo e coisificação: notas de trabalho sobre o tema da técnica em Theodor W. Adorno. Educação & Sociedade, v. 29, p. 99-118, 2008.

BENJAMIN, W. Obras escolhidas I: magia e técnica, arte e política. 4. ed. São Paulo: Brasiliense, 1985.

BUCK-MORSS, S. Origen de la dialéctica negativa: Theodor W. Adorno, Walter Benjamin y el Instituto de Frankfurt. Trad. Nora R. Maskivker. Cerro del Agua: Siglo XXI Editores, 1981.

CHIARELLO, M. Em defesa de Adorno: a propósito das críticas endereçadas por Giorgio Agamben à dialética adorniana. Kriterion: Revista de Filosofia, Belo Horizonte, v. 48, n. 115, p. 183-201, 2007.

DUARTE, R. Mímesis e racionalidade. São Paulo: Loyola, 1993.

FREITAS, V. Adorno e a arte contemporânea. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

GAGNEBIN, J. M. Sete aulas sobre linguagem, memória e história. Rio de Janeiro: Imago, 1997.

GAGNEBIN, J. M. Divergências e convergências sobre o método dialético entre Adorno e Benjamin. In: PUCCI, Bruno; GOERGEN, Pedro; FRANCO, Renato. (Org.). Dialética negativa, estética e Educação. Campinas: Alínea, 2007. v. 1, p. 67-88.

GAY, P. The cultivation of hatred. New York: Norton & Company, 1993.

GONÇALVES, M. C.; VAZ, A. F. Dor e sofrimento: o domínio de si e suas representações na vida de atletas e bailarinos. In: REUNIÃO BRASILEIRA DE ANTROPOLOGIA, 25., 2006, Goiânia. Goiânia: ABA, 2006.

HANSEN, R.; VAZ, A. F. Treino, culto e embelezamento do corpo: um estudo em academias de ginástica e musculação. Revista Brasileira de Ciência do Esporte, Campinas, v. 26, n. 1, p. 135-152, set. 2004.

HORKHEIMER, M. Eclipse da razão. São Paulo: Centauro, 2000.

HORKHEIMER, M.; ADORNO, T. W. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos.

Trad. Guido Antônio de Almeida. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

HORKHEIMER, M.; ADORNO, T. W. Dialektik der Aufklärung: Philosophische Fragmente. In: ADORNO, T. W. Gesammelte Schriften. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1986; Berlin: Directmedia, 2003. (Digitale Bibliothek Band 97). p. 1087-1643.

HUIZINGA, J. Homo ludens. Trad. João P. Monteiro. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 1993.

JAY, M. As idéias de Adorno. Trad. Adail U. Sobral. São Paulo: Cultrix; Ed. da USP, 1988.

NOBRE, M. Excurso: Theodor Adorno e Walter Benjamin 1928-1940. In: NOBRE, M.. A dialética negativa de Theodor W. Adorno: a ontologia do estado falso. São Paulo: Fapesp; Iluminuras, 1998. p. 59-102.

RAMOS, C. O ressentimento do guerreiro: reflexões sobre corpo e educação a partir do pensamento de Theodor Adorno e da Psicanálise. Interações — Universidade São Marcos, v. 11, p. 9-28, 2006.

RUBIO, K.; GODOY MOREIRA, F. A representação de dor em atletas olímpicos brasileiros. Revista Dor, São Paulo, v. 8, p. 926-935, 2007.

TORRI, D.; ALBINO, B. S.; VAZ, A. F. Sacrifícios, sonhos, indústria cultural: retratos da educação do corpo no esporte escolar. Educação e Pesquisa — USP, v. 33, p. 499-512, 2007.

TORRI, G., BASSANI, J. J.; VAZ, A. F. Dor e tecnificação no contemporâneo culto do corpo. Pensar a Prática — UFG, v. 10, p. 261-273, 2007.

VAZ, A. F. Treinar o corpo, dominar a natureza: notas para uma análise do esporte com base no treinamento corporal. Cadernos CEDES – Corpo e Educação, Campinas, n. 48, p. 89-108, 1999.

VAZ, A. F. Notas conceituais sobre mímesis e educação do corpo em Max Horkheimer e Theodor W. Adorno. In: PUCCI, Bruno; GOERGEN, Pedro; FRANCO, Renato. (Org.).

Dialética negativa, estética e Educação. Campinas: Alínea, 2007. p. 189-202.

VAZ, A. F.; BASSANI, J. J.; SILVA, A. S. da. Identidades e rituais na educação do corpo na escola: um estudo em aulas de educação física no ensino fundamental. Motus Corporis, Rio de Janeiro, v. 9, n. 2, p. 23-39, 2002.

VAZ, A. F.; GONÇALVES, M. C.; TURELLI, F. C. Corpos e subjetivações: notas de pesquisa sobre o fluxo de identidades no esporte, na luta, no balé. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPOCS, 30., Caxambu: ANPOCS, 2006.

ZAMORA, J. A. Th. W. Adorno: pensar contra a barbárie. São Leopoldo: Nova Harmonia, 2008.

Proposições utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.