Banner Portal
O corpo entre a ação e a contemplação na sociedadelaboratório
Remote

Palavras-chave

Corpo. Mente. Objeto. Ciência. Educação. Arte

Como Citar

MOURA, R. O corpo entre a ação e a contemplação na sociedadelaboratório. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 21, n. 2, p. 37–49, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643341. Acesso em: 9 dez. 2023.

Resumo

Os estudos do corpo prosseguem com grande relevância para a pesquisa contemporânea em educação e arte. Atravessado por uma miríade de referências teóricas e práticas, perfurado e transfigurado a partir de uma perturbadora combinação entre natureza, sociedade, ciência e tecnologia; mergulhado num campo de tensões no qual se aproximam, se distanciam ou se sobrepõem conceitos e categorias como o sujeito, o objeto e a imagem, o corpo, que é mente incorporada e compreende um “observador livre” ao mesmo tempo, precisa ocupar um entrelugar a partir do qual seja possível resistir à perda de unidade, organicidade e integridade.

Abstract:

Studies on the body have had continuous progress lately, with great relevance for the research in education and art. Crossed by a variety of theoretical and practical references, transformed by a disturbing combination of nature, society, science and technology, submerged in a field of tensions in which concepts and categories like subject, object and image keep close, take distance and overlap, the body, which is embodied mind and carries a ‘free observer’ at the same time, needs to occupy a between-place, from which it would be possible to resist to its lost of unity and integrity.

Key words: Body. Mind. Object. Science. Education. Art

Remote

Referências

ARENDT, H. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva, 2007.

ARENDT, H. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

BENJAMIN, W. Obras escolhidas II. Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BRAVERMAN, H. Trabalho e capital monopolista: a degradação do trabalho no século XX. Rio de Janeiro: Zahar, 1980.

CORBIN, A.; COURTINE, J. J.; VIGARELLO, G. História do corpo. Petrópolis: Vozes, 2008.

ELIAS, N. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.

FISCHER, E. A necessidade da arte. Rio de Janeiro: Guanabara, 1987.

FISCHER-LICHTE, E. (Hrg.) Körper Inszerierungen. Präsenz und kultureller Wandel. Tübingen: Attempto, 2000.

GHIRALDELLI JR, P. O corpo. Filosofia e educação. São Paulo: Ática, 2007.

GLEISE, J. A carne e o verbo. In: SOARES, Carmen. Pesquisas sobre o corpo. Campinas: Autores Associados, 2007. p. 1-21.

GREINER, C. O corpo. São Paulo: Ana Blume, 2005.

MATTHEWS E. Mente. Conceitos-chave em filosofia. Porto Alegre: Artmed, 2007.

MERLEAU-PONTY, M. A estrutura do comportamento. São Paulo: Martins Fontes, 2006a.

MERLEAU-PONTY, M. A fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 2006b.

MOULIN, A. M. O corpo diante da medicina. In: CORBIN, A.; COURTINE, J. J.; VIGARELLO, G. História do corpo. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 15-82

Proposições utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.