Banner Portal
Antropologia, Estudos Culturais e Educação: desafios da modernidade
PDF

Palavras-chave

Antropologia. Estudos Culturais. Educação. Diversidade. Cultura

Como Citar

GUSMÃO, Neusa Maria Mendes. Antropologia, Estudos Culturais e Educação: desafios da modernidade. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 19, n. 3, p. 47–82, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643455. Acesso em: 20 jun. 2024.

Resumo

Desde sempre a questão da diversidade e do contato cultural esteve presente na humanidade e, agora, coloca-se de modo intenso nas sociedades modernas. O que é novo é o questionamento das formas constituídas de explicação, cujas premissas teóricas parecem estar superadas como possibilidade de compreensão desse novo momento e dessa nova realidade. A questão assim colocada faz emergir um intenso debate em torno da produção do conhecimento, de seu alcance e seus limites, de modo a questionar as formas constituídas de saber e os campos disciplinares construídos na modernidade. No contexto desse debate, a análise das relações existentes entre Antropologia, Estudos Culturais e Educação, apresenta-se como desafio teórico da modernidade e como uma necessidade diante dos princípios e das práticas presentes na articulação entre o campo científico e o processo educativo na sociedade moderna.

Abstract:

The issues of diversity and cultural contact have always been inherent to mankind, and are now very present in modern societies. A new element added to that is the questioning of constituted ways to explain things, and the theoretical premises of these new kinds of explanation seem to be outdated as possibilities of understanding this new moment and situation. When we put it like this, we have the surge of an intense discussion around the ways knowledge is produced, as well as its reach and limitations, with the questioning of the constituted kinds of knowledge and disciplinary fields built up by mankind. In this debate, the analysis of relationships between anthropology, cultural studies and education proves to be a theoretical challenge of modernity and also a need in face of the principles and practices in the articulation between the scientific field and the educational process in modern society.

Key words: Anthropology. Cultural studies. Diversity. Culture. Education

PDF

Referências

ALTHUSSER, L. P. Aparelhos ideológicos de Estado. 7. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1998.

BASTIDE, Roger. Antropologia aplicada. Paris: Payot, 1971.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean Claude. A reprodução. Elementos para uma teoria do sistema de ensino. Rio de Janeiro: Francisco Alves Editora, 1975.

BRANDÃO, Carlos R. (Org.). Pesquisa participante. 4. ed. São Paulo: Brasiliense, 1984.

CANDAU, Vera M. (Org.). Sociedade, educação e cultura(s): questões e propostas. Petrópolis: Vozes, 2002.

CARVALHO, Edgar A. As relações entre educação e os diferentes contextos culturais. Didática. São Paulo, n. 25, p. 19-26, 1989.

CONSORTE, Josildeth G. Culturalismo e educação nos anos 50: o desafio da diversidade. In: GUSMÃO, Neusa Maria M. de. Antropologia e educação. Interfaces do ensino e da pesquisa. Cadernos CEDES, n. 43. Campinas: Cedes/Unicamp, p. 26-37, 1997.

CUCHE, Denys. A noção de cultura nas Ciências Sociais. Bauru: Edusc, 1999.

CUNHA, Manuela C. da. Saberes locais, tramas identitárias e o sistema mundial na antropologia de Manuela Carneiro da Cunha. Sexta Feira – Antropologia, artes e humanidades, São Paulo: Pletora, n. 3, p. 80-91, outubro, 1998. (Entrevista concedida a Kiko Ferrite).

DURHAM, Eunice. Cultura e ideologia. Dados — Revista de Ciências Sociais. Rio de Janeiro, v. 27, n. 1, p. 71-89, 1984.

FONSECA, Claudia. Educação sem terra. Um estudo de antropologia aplicada a um projeto de educação popular para um grupo de trabalhadores sem terra no interior de Minas Gerais. Tese (Doutorado) — Paris V, 1982, UFRGS, 1983.

______. Quando cada caso NÃO é um caso. Revista Brasileira de Educação, n. 10, p. 58-78, jan/fev/abr, 1999.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Zahar Editores, (1973) 1978.

GUSMÃO, Neusa Maria Mendes de. Antropologia e Educação: origens de um diálogo. In: GUSMÃO, Neusa Maria Mendes de (Org.). Antropologia e Educação: interfaces do ensino e da pesquisa. Cadernos Cedes, Cedes/Unicamp, n. 43, ano XVIII. p. 8-25, dezembro de l997.

______. Linguagem, cultura e alteridade: imagens do outro. Cadernos de Pesquisa, n.107, p.

-78, julho de 1999.

______. Os filhos da África em Portugal. Antropologia, multiculturalidade e educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

KUPER, Adam. Cultura: a visão dos antropólogos. Bauru: Edusc, 2002.

L’ESTOILE, Benoit de; NEIBURG, Federico; SYGAUD, Ligia. Antropologia, impérios e estados nacionais: uma abordagem comparativa. In: L’ESTOILE, Benoit de; NEIBURG, Federico; SYGAUD, Ligia. (Org.). Antropologia, império e estados nacionais. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 2002. p. 9-37.

LOVISOLO, Hugo. Antropologia e educação na sociedade complexa. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. n. 65, p. 56-69, jan./abr. 1984.

MICELI, Sergio (Org.). O que ler na Ciência Social brasileira (1970-1995). São Paulo: Editora Sumaré, ANPOCS; Brasília: Capes, 1999.

MONTERO, Paula. A marca de uma tradição. Revista de Antropologia — USP, São Paulo, v.46, n.2, p. 411-421, 2003.

ORTIZ, Renato. Diversidade cultural e cosmopolitismo. In: ORTIZ, Renato. Um outro território. Ensaios sobre a mundialização. 2. ed. São Paulo: Olho D’Água, 2000. p. 155-173.

______. Estudos culturais. Tempo Social — Revista de Sociologia da USP. v. 16, n. 1, p.119- 127, junho de 2004.

ROCHA-TRINDADE, Maria Beatriz. Sociologia das migrações. Lisboa: Universidade Aberta, 1995.

SANTAMARIA, Enrique. Do conhecimento de próprios e estranhos (disquisições sociológicas). In: LARROSA, Jorge; LARA, Núria Pérez de. (Org.). Imagens do outro. Petrópolis: Vozes, 1998.

SANTOS, Boaventura de Souza. A queda do Angelus Novus. Para além da equação moderna entre raízes e opções. Novos Estudos, n. 47, p. 103-124, março de 1997. São Paulo: Cebrap SOUZA, Marcelo G.A. Educar para a tolerância e o respeito à diferença: uma reflexão a partir da proposta Escola Plural. In: CANDAU,Vera M. (Org.). Sociedade, educação e cultura(s). Questões e propostas. Petrópolis: Vozes, 2002, p. 156-172.

TEIXEIRA, Beatriz de Bastos. Comunidades de escolas democráticas. In: GUSMÃO, Neusa Maria M de. Diversidade, cultura e educação: olhares cruzados. São Paulo: Biruta, 2003. p.47-82.

VALENTE, Ana Lucia F. Diálogos, monólogos e rituais: o que se diz sobre a interface antropologia/educação? Texto mimeografado, apresentado na reunião da ANPED de 1993.

VELHO, Gilberto. Individualismo e cultura: notas para uma Antropologia da sociedade contemporânea. 4. ed. Rio de Janeio: Jorge Zahar, 1997.

VIEIRA, Ricardo. Da multiculturalidade à educação intercultural: a antropologia da educação na formação dos professores. Educação, sociedades e culturas — Revista da Associação de Sociologia e Antropologia da Educação, Porto, n.12, p. 123-162, 1995.

______. Ricardo. Ser igual, ser diferente. Porto: Profedições, 2000.

Proposições utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.