Professor/a: os elementos de uma identidade em construção

Autores

  • Renata Barrichelo Cunha Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Palavras-chave:

Identidade de professor. Exercício docente. Formação profissional

Resumo

A reflexão proposta neste artigo discute a idéia de identidade profissional do/a professor/a não como algo dado, mas como construção processual e dinâmica em constante relação com o entorno educacional e social. A identidade do professor apresenta-se, nessa concepção, sensível aos contextos social, econômico e cultural, à formação inicial e continuada, às condições de trabalho, às imagens e auto-imagens da tarefa docente e mostrase suscetível a “crises” da/na profissão e aos conflitos decorrentes das diversas expectativas e exigências dirigidas aos professores/as. A valorização da partilha de experiências, saberes e conhecimentos, que no cotidiano são vividos no exercício docente, é que possibilita reforçar o comprometimento e a responsabilidade com a docência. As alegorias dos quatro elementos da natureza e dos instrumentos musicais são usadas para problematizar os muitos estados da identidade do/a professor/a, objetivando evidenciar os processos e movimentos por meio dos quais damos sentido à nossa identidade de professores/as

Abstract:

This article discusses the idea of teachers’ professional identity, not like something given, but like a dynamic process in a constant relationship with the educational and social environment. According to this conception, teachers’ identity is sensitive to the social, economic and cultural contexts, to the initial and continual education, to the work conditions, to the images and self-images of the teaching task. At the same time, it is vulnerable to crises in profession and to conflicts due to several high expectations and professional demands. The importance given to sharing experiences and knowledge, daily lived by teachers, is what reinforces the compromise and the responsibility with teaching. The metaphors of the four nature elements and musical instruments are used to question the identity states of the teacher with the objective of highlighting the processes and movements that gives meaning to their identity.

Keywords: Teacher’s identity. Teaching. Professional education

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Barrichelo Cunha, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

é graduada em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1990) e possui Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2006). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação e Coordenadora de Pesquisa e Pós-Graduação da Reitoria da Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP. Seus trabalhos enfatizam a formação de professores, atuando principalmente nos seguintes temas: formação inicial e continuada de professores, professor-pesquisador, formação centrada na escola, coordenação pedagógica, cotidiano escolar e trabalho docente coletivo.

ET AL

Referências

ALENCAR, Chico. Educação no Brasil: um breve olhar sobre nosso lugar. In: GENTILI, Pablo; ALENCAR, Chico. Educar na esperança em tempos de desencanto. Petrópolis: Vozes, 2002, p. 44-64.

ALVES, Nilda. Decifrando o pergaminho: o cotidiano das escolas nas lógicas das redes cotidianas. In: ALVES, Nilda; OLIVEIRA. Inês Barbosa (orgs.). Pesquisa no/do cotidiano das escolas – sobre redes de saberes. Rio de Janeiro: DP&A, 2001. p. 13-38.

ANDREY, Maria Amália Pie Abid; MICHELETTO, Nilza; SÉRIO, Tereza Maria A. P. O mundo tem uma racionalidade, o homem pode descobri-la. In: RUBANO, Denise R. et al. O caminho para a ciência moderna: da descoberta da razão à descoberta da prática. São Paulo: Educ, 1987, p.17-40.

ARROYO, Miguel G. Ofício de Mestre: imagens e auto-imagens. Petrópolis: Ed. Vozes, 2000.

CODO, Wanderley (coord.). Educação: carinho e trabalho. Petrópolis: Vozes, 1999.

CONTRERAS, José. A autonomia de professores. São Paulo: Cortez, 2002.

FERNANDES, Francisco. Dicionário Brasileiro Globo. 48 ed. São Paulo: Globo, 1997.

FRANCHI, Eglê Pontes (org.) A causa dos professores. Campinas: Papirus, 1995 GALEANO, Eduardo. O Livro dos Abraços. Rio de Janeiro: L & PM, 1991.

HALL, Calvin; LINDZEY, Gardner. Teorias da Personalidade. São Paulo: EPU, 1973.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós- modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

JOBERT, Guy. A profissionalização entre competência e reconhecimento social. In: ALTET, Margerite; PAQUAY, Leopoldo; PERRENOUD, Philippe (orgs.). A profissionalização dos formadores de professores. Porto Alegre: Artmed, 2003, p. 221-232.

NÓVOA, Antônio. Vidas de Professores. 2.ed. Porto: Porto Editora, 1995.

NÓVOA, António. Vidas de Professores. Porto: Porto Editora, 2000.

RIOS, Terezinha Azeredo. Compreender e Ensinar. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

SARAMAGO, J. A Caverna. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

VARANI. A . Da constituição do trabalho docente coletivo: re-existência docente na descontinuidade das políticas educacionais. Texto de qualificação de doutoramento. Campinas: UNICAMP, 2004.

WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: Uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, Tomaz Tadeu (org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes, 2000, p.7-72.

Downloads

Publicado

2016-02-22

Como Citar

CUNHA, R. B. Professor/a: os elementos de uma identidade em construção. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 18, n. 1, p. 153–167, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643584. Acesso em: 18 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos